Chloé Zhao

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Chloé Zhao
Zhao na San Diego Comic-Con 2019
Nome completo Zhao Ting
Nascimento 31 de março de 1982 (39 anos)
Pequim, China
Nacionalidade chinesa
Educação Mount Holyoke College
Universidade de Nova Iorque
Ocupação Diretora, roteirista, produtora e editora
Período de atividade 2008–presente

Zhao Ting (Chinês: 赵婷; pinyin: Zhào Tíng; Pequim, 31 de março de 1982),[1][2][3] mais conhecida como Chloé Zhao, é uma diretora, roteirista, produtora e editora chinesa conhecida por seu trabalho em filmes independentes americanos. Seu primeiro filme, Songs My Brothers Taught Me (2015), estreou no Festival Sundance de Cinema. Seu segundo longa-metragem, The Rider (2017), foi aclamado pela crítica e recebeu vários elogios, incluindo indicações ao Independent Spirit Award de Melhor Filme e Melhor Diretor.

Zhao obteve mais sucesso com Nomadland (2020), que atraiu reconhecimento internacional e ganhou muitos prêmios, incluindo o Leão de Ouro no Festival de Cinema de Veneza, o People's Choice Awards no Festival Internacional de Cinema de Toronto e vários prêmios de Melhor Filme. Zhao ganhou prêmios de direção no Oscar, no Sindicato dos Diretores da América, no Globo de Ouro e no British Academy Film Awards. Em cada um desses, ela foi a segunda mulher e a primeira mulher asiática a vencer a categoria.

Zhao dirigiou o blockbuster Eternals, filme de super-heróis do Universo Cinematográfico Marvel, lançado em Novembro de 2021.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Zhao Ting nasceu e foi criada em Pequim pelo seu pai, Zhao Yuji, ex-gerente geral de uma empresa siderúrgica estatal.[4] Seus pais são separados e seu pai se casou novamente com a atriz Song Dandan. Ao crescer, ela era muito rebelde e atraída pelas influências da cultura pop ocidental.[5] Ela frequentou um colégio interno em Londres antes de se mudar para Los Angeles para terminar o ensino médio.[6] Zhao estudou no Mount Holyoke College, graduando-se em ciências políticas.[7] Ela trabalhou como promotora de festas, no setor imobiliário e como bartender antes de estudar produção de filmes na Escola de Artes Tisch da Universidade de Nova Iorque.[4][8]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 2010, o curta-metragem de Zhao, Daughters, estreou no "Festival Internacional de Curtas-Metragens de Clermont-Ferrand" e ganhou o prêmio de "Melhor Ação ao Vivo para Estudantes" no ShortFest Internacional de Palm Springs de 2010 e Prêmio do Júri Especial no Cinequest Film Festival de 2010.[9]

Em 2015, Zhao dirigiu seu primeiro longa-metragem, Songs My Brothers Taught Me. Filmado na Reserva Indígena de Pine Ridge, na Dakota do Sul, o filme retrata a relação entre um irmão Dacota Sioux e sua irmã mais nova. O filme estreou como parte da Competição Dramática dos EUA no Festival Sundance de Cinema.[10] Mais tarde, foi exibido no Festival de Cannes como parte da seleção Quinzena dos Realizadores.[11] O filme foi indicado ao prêmio de Melhor Longa-Metragem no 31º Independent Spirit Awards.[12]

Em 2017, ela dirigiu, The Rider, um drama ocidental contemporâneo que segue a jornada de um jovem caubói para se descobrir, depois que um acidente quase fatal acaba com a sua carreira profissional de montaria.[13] Semelhante ao seu primeiro longa, Zhao utilizou um elenco de não-atores que moravam no rancho onde o filme foi filmado.[14] O ímpeto de Zhao em fazer o filme surgiu quando Brady Jandreau – um cowboy que ela conheceu e fez amizade na reserva onde filmou seu primeiro filme – sofreu um grave ferimento na cabeça quando ele foi jogado do cavalo durante uma competição de rodeio.[15] Jandreau mais tarde estrelou o filme, interpretando uma versão ficcional de si mesmo como Brady Blackburn. O filme estreou no Festival de Cannes como parte da seleção Quinzena dos Realizadores e ganhou o Art Cinema Award.[16] O filme ganhou suas indicações para Melhor Longa e Melhor Diretor no 33º Independent Spirit Awards. Na mesma cerimônia, Zhao se tornou a vencedora inaugural do Bonnie Award, em homenagem a Bonnie Tiburzi, que reconhece uma diretora no meio da carreira.[17][18] O filme foi lançado em 13 de abril de 2018 pela Sony Pictures Classics e foi aclamado pela crítica.[19] Peter Keough, do The Boston Globe, escreveu: "[O filme] alcança o que o cinema é capaz de melhor: reproduz um mundo com tanta perspicácia, fidelidade e empatia que transcende o mundano e toca o universal".[20]

Em 2018, Zhao dirigiu seu terceiro longa-metragem Nomadland.[21] O filme foi rodado durante quatro meses viajando pelo oeste americano em um trailer com trabalhadores nômades da vida real.[22] O filme estreou no Festival de Cinema de Veneza, onde recebeu aclamação da crítica e ganhou o prêmio Leão de Ouro,[23] e, posteriormente, ganhou o People's Choice Awards no Festival Internacional de Cinema de Toronto de 2020.[24] O filme foi lançado em 19 de fevereiro de 2021 pela Searchlight Pictures.[25] Zhao ganhou o Golden Globe Awards de Melhor Diretor por Nomadland, tornando-a a primeira mulher de ascendência asiática homenageada.[26] Ela também é a segunda mulher a ganhar um Globo de Ouro pela direção desde Barbra Streisand em 1984.[27]

Em 15 de fevereiro de 2021, a Variety relatou que "com 34 troféus da temporada de premiações de direção, 13 de roteiro e nove de edição, Chloe Zhao ultrapassou Alexander Payne (“Sideways”) como a pessoa mais premiada em uma única temporada de prêmios na era moderna".[28] Posteriormente Zhao ganhou mais prêmios e aumentou o seu recorde.

Próximos projetos[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2018, a Marvel Studios a contratou para dirigir Os Eternos, filme baseado nos quadrinhos de mesmo nome.[29] As filmagens começaram em agosto de 2019, no Reino Unido[30] e foram oficialmente encerradas no dia 03 de fevereiro de 2020.[31] Em março de 2020, a Scanline VFX, uma das empresas que trabalha nos efeitos visuais do filme, confirmou que a pós-produção seria feita remotamente devido à pandemia de coronavírus.[32] Originalmente agendado para ser lançado nos Estados Unidos em 06 de novembro de 2020, e 05 de novembro em Brasil,[33] o lançamento do filme foi adiado por causa da pandemia de coronavírus 2019-2020. Agora, o lançamento está programado para 05 de novembro de 2021.[34] Em 04 de janeiro de 2021, foi revelado que Zhao também é creditada como roteirista do filme.[35]

Em abril de 2018, foi anunciado que o Amazon Studios deu sinal verde para o filme biográfico de Bass Reeves, um western histórico sobre o primeiro vice-marechal negro dos EUA. Zhao está confirmada para dirigir o filme e escrever o roteiro.[36]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Zhao reside em Ojai, na Califórnia, com três galinhas e dois cachorros,[37] e seu parceiro e diretor de fotografia, Joshua James Richards.[38]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Filmes[editar | editar código-fonte]

Ano Título Diretora Roteirista Produtora Editora Notas
2015 Songs My Brothers Taught Me Sim Sim Sim Sim
2017 Domando o Destino Sim Sim Sim Não
2020 Nomadland Sim Sim Sim Sim
2021 Eternos Sim Sim Não Sim Pós-produção

Curtas[editar | editar código-fonte]

Ano Título Diretora Roteirista Produtora Editora
2008 Helen's First Date in Two Years Não Não Sim Não
Post Sim Sim Sim Sim
2009 The Atlas Mountains Sim Sim Sim Sim
Simple Pleasures Não Não Sim Não
2010 Daughters Sim Sim Sim Não
2011 Benachin Sim Não Não Não

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «CHLOÉ ZHAO». Adrienne Shelly Foundation. Consultado em 28 de abril de 2018 
  2. «TALENT GUIDE :: Chloe Zhao». Film Independent. Consultado em 28 de abril de 2018 
  3. «31st FiLM iNDEPENDENT SPiRiT AWARDS NOMiNATiONS ANNOUNCED». Film Independent. Consultado em 14 de junho de 2018 
  4. a b Powers, John. «How Chloé Zhao Reinvented the Western» (em inglês) 
  5. «The Rider is an early contender for best film of 2018» (em inglês). 13 de abril de 2018 
  6. «Chloé Zhao: A Woman Telling a Cowboys' Tale» (em inglês) 
  7. Macaulay, Scott. «Chloé Zhao» (em inglês) 
  8. «'Filmmaker Chloé Zhao is the Accidental Realist | American Way'» (em inglês) 
  9. «Chloé Zhao - Adrienne Shelly Foundation». 8 de julho de 2015 
  10. «songs-my-brothers-taught-me» (em English) 
  11. «More Sundance Deals: 'Hot Girls Wanted,' '10,000 Saints,' | Women and Hollywood». 18 de novembro de 2015 
  12. «31st FiLM iNDEPENDENT SPiRiT AWARDS NOMiNATiONS ANNOUNCED | Film Independent Press Center». 14 de junho de 2018 
  13. «Cannes 2017 Women Directors: Meet Chloé Zhao — "The Rider"» (em inglês) 
  14. Ponsoldt, James. «Rodeo Dream: Chloé Zhao on The Rider» (em inglês) 
  15. «Chloe Zhao's 'The Rider' is riveting». 9 de junho de 2018 
  16. Hopewell, John; Hopewell, John (26 de maio de 2017). «Cannes: Chloe Zhao's 'The Rider' Tops Cannes' Directors' Fortnight» (em inglês) 
  17. «Spirit Awards Grants» (em inglês) 
  18. «THEBONNIEAWARD.COM» 
  19. The Rider, consultado em 8 de abril de 2020 
  20. Correspondent, Peter Keough Globe; April 25; 2018; Comments, 1:24 p m Email to a Friend Share on Facebook Share on TwitterPrint this Article View. «'The Rider': What cinema is capable of at its best - The Boston Globe» (em inglês) 
  21. Aurthur, Kate; Aurthur, Kate (1 de março de 2021). «Chloe Zhao Becomes Second Woman to Win Golden Globe for Directing as 'Nomadland' Makes History». Variety (em inglês). Consultado em 17 de março de 2021 
  22. «Director Chloe Zhao Arrives With Early Oscar Contender 'Nomadland' and Next Year's 'Eternals': "It's a Bit Surreal"». The Hollywood Reporter (em inglês). 2 de setembro de 2020. Consultado em 17 de março de 2021 
  23. Tartaglione, Nancy; Tartaglione, Nancy (12 de setembro de 2020). «'Nomadland' Scoops Golden Lion At Venice Film Festival – Full List Of Winners». Deadline (em inglês). Consultado em 17 de março de 2021 
  24. «Toronto: Chloe Zhao's 'Nomadland' Wins Audience Award». The Hollywood Reporter (em inglês). 20 de setembro de 2020. Consultado em 17 de março de 2021 
  25. «Disney Will Release 'Nomadland' on Hulu on Same Day as Theaters». Cord Cutters News (em inglês). 14 de janeiro de 2021. Consultado em 17 de março de 2021 
  26. Facebook; Twitter; options, Show more sharing; Facebook; Twitter; LinkedIn; Email; URLCopied!, Copy Link; Print (3 de fevereiro de 2021). «Chloé Zhao is the first woman of Asian descent to land a Golden Globe directing nod». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 17 de março de 2021 
  27. Sharf, Zack; Sharf, Zack (1 de março de 2021). «Chloé Zhao Makes Golden Globes History as Second Woman to Win Best Director Prize». IndieWire (em inglês). Consultado em 17 de março de 2021 
  28. Davis, Clayton; Davis, Clayton (6 de março de 2021). «Awards Circuit Winners Chart: Chloe Zhao Surpasses 40 Wins for Best Director». Variety (em inglês). Consultado em 17 de março de 2021 
  29. «Chloe Zhao to Direct Marvel Studios' 'The Eternals' | Hollywood Reporter». 21 de setembro de 2018 
  30. «Marvel's Eternals Has Begun Filming» (em inglês). 21 de agosto de 2019 
  31. Eloi, Arthur (3 de fevereiro de 2020). «Filmagens de Os Eternos, da Marvel, chegam ao fim» 
  32. «Marvel's The Eternals VFX Studio Confirms They Are Still Working Remotely Amid Coronavirus Quarantine» (em inglês) 
  33. «See the exclusive first portrait of Angelina Jolie and the cast of 'The Eternals'» (em inglês) 
  34. «Viúva Negra e mais filmes da Marvel e da Disney são adiados». www.tecmundo.com.br. Consultado em 5 de janeiro de 2021 
  35. Nebens, Richard. «Marvel's Eternals Director Reveals Her Role Is Bigger Than Expected». thedirect.com (em inglês). Consultado em 5 de janeiro de 2021 
  36. N'Duka, Amanda; N'Duka, Amanda (20 de abril de 2018). «Amazon Studios Lands Biopic on Bass Reeves, First Black U.S. Deputy Marshal, From 'The Rider' Helmer Chloé Zhao» (em inglês) 
  37. «With quiet humanity, Chloe Zhao's 'Nomadland' makes noise». AP NEWS. 16 de setembro de 2020. Consultado em 17 de março de 2021 
  38. Willmore, Alison (16 de fevereiro de 2021). «Chloé Zhao's America». Vulture (em inglês). Consultado em 17 de março de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Media relacionados com Chloé Zhao no Wikimedia Commons