Cinderella (2015)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cinderella (2015) Logo Black.svg
Cinderela (PT/BR)
Poster oficial do filme
 Estados Unidos
2015 •  cor •  105 min 
Direção Kenneth Branagh
Produção Simon Kinberg
David Barron
Allison Shearmur
Roteiro Chris Weitz
Baseado em Cinderela de Charles Perrault
Cinderella, animação da Disney
Elenco Cate Blanchett
Lily James
Richard Madden
Stellan Skarsgård
Holliday Grainger
Derek Jacobi
Helena Bonham Carter
Gênero Fantasia romântica
Música Patrick Doyle
Cinematografia Haris Zambarloukos
Companhia(s) produtora(s) Walt Disney Pictures
Distribuição Walt Disney Studios Motion Pictures
Idioma inglês
Orçamento US$ 95 milhões[1]
Receita US$ 539 595 109 [2] (em 26 julho de 2015)
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Cinderella (Cinderela, no Brasil e Portugal) é um filme estadunidense de fantasia romântica dirigido por Kenneth Branagh a partir do roteiro de Chris Weitz. Produzido por David Barron, Simon Kinberg e Allison Shearmur para a Walt Disney Pictures, a história é inspirada no conto de fadas de Charles Perrault e na animação de 1950 da Walt Disney de mesmo nome.

O filme é estrelado por Lily James como Ella (Cinderela), com Cate Blanchett como Lady Tremaine (A Madrasta), Richard Madden como Kit (Príncipe), Sophie McShera como Drisella, Holliday Grainger como Anastasia e Helena Bonham Carter como a Fada Madrinha.

O filme foi lançado em 13 de março de 2015 nos Estados Unidos [3] e em 26 de março do mesmo ano no Brasil. [4] Nos cinemas, foi acompanhado pelo curta Frozen Fever (Festa Frozen: O Reino do Gelo (título em Portugal) ou Frozen: Febre Congelante (título no Brasil).[5]

O filme ainda conquistou a indicação ao Oscar de Melhor Figurino/Guarda-roupa na cerimônia de 2016 pelo trabalho da figurinista Sandy Powell.[6]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A história segue a sorte da jovem Ella, cujo pai comerciante se casa novamente após a trágica morte de sua mãe. Para dar apoio ao seu pai, Ella recebe uma madrasta, Lady Tremaine, e duas irmãs, Anastasia e Drisella, na casa da família. Mas quando o pai de Ella, de repente e inesperadamente some, ela encontra-se à mercê de uma nova família ciumenta e cruel. Relegada a nada mais do que uma serva, Ella passar a ser chamada de "Cinderela" já que ela costumava a trabalhar nas cinzas. Apesar da crueldade infligida sobre si, Ella está determinada a honrar as últimas palavras de sua mãe de "ter coragem e ser gentil", e não ceder ao desespero ou desprezar aquelas que abusam dela. Sem saber que o estranho arrojado que ela conheceu na floresta é um príncipe e não apenas um funcionário do palácio, Ella sente que finalmente encontrou uma alma gêmea. Preocupado com a sucessão ao trono, o Rei idoso e doente envia um convite aberto para todas as donzelas participarem de um baile para que seu filho pudesse encontrar uma esposa e garantir a continuidade da dinastia. Ella espera ir e encontrar o charmoso "Kit" (um apelido dado a ele por seu pai) . No entanto, a madrasta a proíbe de participar e rasga seu vestido. Mas, como em todos os bons contos de fadas, a ajuda está perto, como uma mulher mendiga gentil, com uma abóbora e alguns ratos, muda a vida de Cinderela para sempre.[7]

A história segue largamente a adaptação animada da Disney, com várias reviravoltas. Nesta versão, Cinderela e o Príncipe se conhece antes do fatídico baile. Na época, ele diz a ela que é simplesmente um funcionário do palácio.[8] A fada madrinha é uma personagem mais presente do que nas versões anteriores, aqui ela inicialmente se disfarça como uma velha mendiga que cuida de Cinderela antes de revelar-se um ser mágico. [9]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Dublagem[editar | editar código-fonte]

Dublagem Portuguesa[editar | editar código-fonte]

Pela primeira vez num filme de ação real da Disney, em Portugal foi disponibilizada a V.O. (Versão Original com Legendas) e a V.P. (Versão Portuguesa). No entanto, apesar de haver distinção entre os idiomas, a curta do filme Frozen foi exibida nas duas versões com vozes portuguesas, sem legendas.

Dublagem Brasileira[editar | editar código-fonte]

A Dublagem Brasileiro ficou a cargo do Estúdio Delart, sendo dirigida por Andrea Murucci e traduzida por Ségio Cantú.[10]

Os seguintes dubladores fizeram as vozes dos seguintes personagens:

Lily James: Natali Pazete

Cate Blanchett: Carla Pompilio

Richard Madden: Andreas Avancini

Helena Bonham Carter: Andrea Murucci

Nonso Anozie: Malta Júnior

Stellan SkarsgårdLuiz Carlos Persy

Sophie McShera: Christiane Monteiro

Holliday Grainger: Lhays Macêdo

Derek Jacobi: Júlio Chaves

Ben Chaplin: Guto Nejaim

Hayley Atwell: Evie Saide

Eloise Webb: Maria Fontenelle

Jana Perez: Regina Maria Maia

Rob Brydon: Jorge Lucas

Paul Hunter: Carlos Seidl 

Alex Macqueen: Philippe Maia

Katie West: Fabíola Giradino

Vozes Adicionais: Alexandre Moreno, Anderson Coutinho, André Belizar, Carina Eiras, Carlos Roberto, Carlos Seidl, Daniel Müller, Fabiola Giardino, Francisco Júnior, Fred Mascarenhas, Gabriella Bicalho, Iara Riça, Jorge Lucas, Leonardo Serrano, Luisa Palomanes, Márcia Morelli, Marcos Souza, Maria Fontenelle, Mariangela Cantú, Mário Cardoso, Regina Maria Maia, Rodrigo Oliveira, Ronalth Abreu, Telma da Costa e Thadeu Matos.

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Cinderella teve recepção geralmente favorável por parte da crítica especializada. Com base de 47 avaliações profissionais, alcançou uma pontuação de 67% no Metacritic. Por votos dos usuários do site, atinge uma nota de 7.5, usada para avaliar a recepção do público.[11] No site Rotten Tomatoes, o filme atingiu aprovação de 84% dos críticos, tendo como base 207 avaliações, e por parte do público tem 78% de aprovação.[12]

Produção[editar | editar código-fonte]

História[editar | editar código-fonte]

Existem inúmeros mitos e histórias antigas semelhantes a Cinderela, como um conto egípcio datado do primeiro século antes de Cristo.[13] [14] A versão de Cinderela como a conhecemos hoje foi criada pelo autor francês Charles Perrault, cujo conto de fadas foi publicado pela primeira vez em 1697.[7] [15] Ele tem sido a base e inspiração por trás de inúmeras óperas, balés, peças de teatro e filmes.[15] A primeira versão do filme foi de sete minutos de duração, dirigido por Georges Méliès na França em 1899.[16] A primeira adaptação de Hollywood, foi no cinema mudo em 1914, feita pela Paramount Pictures, estrelada por Mary Pickford no papel-título.[17] A versão animada do clássico da Disney, Cinderela, estreou em 1950, e foi um enorme sucesso de bilheteria.[18] Em 2008 foi nomeado o nono maior filme de animação de todos os tempos pelo American Film Institute.[19] Outros filmes recentes baseados no conceito de Cinderela incluem Ever After (1998) e a A Cinderella Story (2004). [20]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em maio de 2010, após o sucesso de bilheteria de Alice no País das Maravilhas,[21] que foi a segunda maior bilheteria de 2010 e lucrou US$ 1 bilhão nas bilheterias ao redor do mundo, a Walt Disney Pictures começou a desenvolver uma nova adaptação para o cinema de Cinderela, ao fazer um acordo de uma reimaginação em live-action baseada em um roteiro de Aline Brosh McKenna e produzido por Simon Kinberg.[20] Em agosto de 2011, Mark Romanek foi escolhido para dirigir.[22] Em 29 de fevereiro de 2012, foi anunciado que Chris Weitz seria trazido para revisar o roteiro de McKenna.[23] Em janeiro de 2013, Romanek deixou o projeto devido a diferenças criativas, porque ele estava desenvolvendo uma versão que era mais sombria do que a Disney queria.[24] Mais tarde, naquele mês, a Disney negociou com Kenneth Branagh para assumir o cargo de diretor. [17]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Cate Blanchett foi a primeira membro do elenco a assinar contrato com o filme, sendo anunciada para interpretar Lady Tremaine em novembro de 2012.[25] Em março de 2013, Emma Watson estava em negociações para retratar Cinderela, mas o acordo não foi concluído.[26] Gabriella Wilde, Saoirse Ronan, Alicia Vikander, Bella Heathcote e Margot Robbie também foram consideradas para o papel, mas os contratos não foram assinados, devido à programação e outros conflitos. [26] [27]

Em 30 de abril de 2013, Lily James foi anunciada como a personagem-título.[14] [15] Uma semana mais tarde, Richard Madden foi escalado como o Príncipe.[28] Em junho de 2013, foi relatado que Holliday Grainger e Sophie McShera juntaram-se ao filme como as meia-irmãs, Anastasia e Drisella.[29] Mais tarde naquele mês, Helena Bonham Carter foi escalada como a Fada Madrinha.[9] Em julho de 2013, Stellan Skarsgård começou a negociar para interpretar o Grão-Duque e sua participação no filme foi confirmada logo depois.[7] Em agosto de 2013, Hayley Atwell se juntou ao elenco para interpretar a mãe de Cinderela.[30] em 23 de setembro de 2013, foi anunciado que o Derek Jacobi foi escalado como o Rei e Nonso Anozie como o capitão, um amigo leal ao príncipe. [7]

Filmagens[editar | editar código-fonte]

As filmagens principais de Cinderela começou em 23 de setembro de 2013.[7] A produção foi feita em Pinewood Studios, em Buckinghamshire na Inglaterra, onde Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas e Malévola também foram filmados,[31] e por toda a Inglaterra em locais incluindo Blenheim Palace, Windsor Castle, Old Royal Naval College e Black Park. [32]

Pós-produção[editar | editar código-fonte]

A pós-produção começou em dezembro de 2013, e foi concluída em agosto de 2014.[32] O filme foi classificado como PG pela MPAA. [33]

Música[editar | editar código-fonte]

Em 07 de junho de 2013 foi confirmado que o compositor Patrick Doyle iria fazer a trilha sonora do filme, com a música tendo uma ênfase no romance.[34] Doyle fez a música de vários filmes de Branagh, incluindo Hamlet e Thor. [35] O tema oficial do filme chama-se originalmente "A Dream Is A Wish Your Heart Makes" e é interpretado pela protagonista do filme, Lily James, estando disponível na banda sonora juntamente com a trilha sonora. Em Portugal, o tema foi produzido em Português, seguindo a exata mesma tradução do tema feita no filme original de animação, ficando com o nome "Pedir Sonhos Lindos de Amor" e sendo interpretado por Cuca Roseta.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O filme estreia no Brasil em 26 de Março de 2015 e nos Estados Unidos em 13 de março do mesmo ano. [4]

Trailers[editar | editar código-fonte]

A primeira apresentação oficial do filme ocorreu no D23 Expo da Disney em agosto de 2013.[36] O filme foi visto no CinemaCon em Las Vegas, Nevada, em março de 2014, com um teaser que mostra Cinderela falando da morte do pai, encontrando o príncipe enquanto andava pela floresta, o vestido de baile de sua mãe sendo dilacerado pela sua madrasta, e um pouco de comédia onde a fada madrinha transforma a abóbora em uma carruagem.[37]

O primeiro trailer oficial foi lançado em 15 de maio de 2014. No teaser de um minuto de duração, que não inclui qualquer filmagem do filme, apenas um sapatinho de cristal cintilante é revelado lentamente sobre um fundo preto.[38] O segundo trailer oficial, de dois minutos e meio e contendo cenas do filme, estreou no Good Morning America em 19 de novembro de 2014.[4] O cartaz oficial do filme também foi lançado em 19 de novembro, mostrando James como Cinderela e fotografada por Annie Leibovitz.[39] Em suas primeiras 24 horas de lançamento, o trailer foi visto 4,2 milhões de vezes no YouTube e 33 milhões de vezes no Facebook, que é a maior entre todos os filmes da Disney na história, com exceção dos filmes da Marvel.[40]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2014, um acordo de licenciamento entre a Disney e a TBS Inc. foi anunciado, no qual Cinderela vai estrear em todo o portfólio da rede de cabo da Turner (incluindo TBS e TNT) em torno do início de 2017.[41]

Referências

  1. «'Cinderella (2015)'». Box Office Mojo. Consultado em 26 de Julho de 2015 
  2. «Cinderella (2015) - Receita». Box Office Mojo. Consultado em 26 de Julho de 2015 
  3. «Disney Dates 'Cinderella' For March 2015» (em inglês). Deadline.com. 24 de Junho de 2013. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  4. a b c «Saiu o trailer de Cinderella, a grande promessa da Disney para o ano que vem!». Globo.com. 19 de Novembro de 2014. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  5. Walt Disney Studios (10 de dezembro de 2014). «Walt Disney Studios: Conheça o título do novo curta inédito de Frozen, que acompanhará as exibições de Cinderela nos cinemas». Walt Disney Studios. Consultado em 13 de dezembro de 2014 
  6. «Oscar 2016». Wikipédia, a enciclopédia livre 
  7. a b c d e «DISNEY'S LIVE ACTION "CINDERELLA" BEGINS PRINCIPAL PHOTOGRAPHY IN LONDON» (em inglês). waltdisneystudios.com. 22 de Setembro de 2013. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  8. «First look at Disney's live-action 'Cinderella' -- PHOTO» (em inglês). insidemovies.ew.com. 23 de Setembro de 2013. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  9. a b «Helena Bonham Carter to Play Fairy Godmother in Disney's 'Cinderella'» (em inglês). Hollywood Reporter. 20 de Junho de 2013. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  10. «Cinderela | Delart – Estúdios Cinematográficos». delart.com.br. Consultado em 6 de abril de 2016  horizontal tab character character in |titulo= at position 13 (ajuda)
  11. «Cinderella» (em inglês). Metacritic. Consultado em 3 de abril de 2015 
  12. «Cinderella». www.rottentomatoes.com. 13 de março de 2015. Consultado em 10 de abril de 2016 
  13. «History of Cinderella» (em inglês). Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  14. a b «Lily James is Disney's Cinderella» (em inglês). comingsoon.net. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  15. a b c Cheney, Alexandra (30 de Abril de 2013). «Downton Abbey' Star is New Cinderella» (em inglês). Wall Street Journal. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  16. «George Melies Biography» (em inglês). TCM. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  17. a b Brodesser-Akner, Claude (31 de Janeiro de 2013). «Disney Negotiating With Kenneth Branagh to Direct Cinderella» (em inglês). Vulture.com. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  18. Neal Gabler, Walt Disney: The Triumph of the American Imagination, New York: Random House, pp. 476-78.
  19. «AFI Crowns Top 10 Films in 10 Classic Genres» (em inglês). comingsoon.net. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  20. a b «Disney Pays Seven-Figures For Aline Brosh McKenna's Live-Action 'Cinderella' Pitch» (em inglês). deadline.com. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  21. «2010 Worldwide Grosse» (em inglês). boxofficemojo.com. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  22. «Disney Courting Mark Romanek To Direct Re-Imagined 'Cinderella» (em inglês). deadline.com. 12 de Agosto de 2011. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  23. «'A Better Life' Director Chris Weitz Joins Disney's Live-Action 'Cinderella' as Writer,» (em inglês). Hollywood Reporter. 22 de Fevereiro de 2012. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  24. Dibdin, Emma (28 de Fevereiro de 2013). «Disney's new 'Cinderella' loses director Mark Romanek» (em inglês). digitalspy.com. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  25. Patten, Dominic (27 de Novembro de 2012). «Cate Blanchett Poised To Join Disney's New 'Cinderella'» (em inglês). deadline.com. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  26. a b Graser, Marc (12 de Março de 2013). «Cinderella's Glass Slipper Didn't Fit Emma Watson» (em inglês). Variety.com. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  27. Fleming Jr, Mike (03 de Abril de 2013). «Three Actresses Testing To See If Glass Slipper Fits For 'Cinderella» (em inglês). deadline.com. Consultado em 22 de Novembro de 2014  Verifique data em: |data= (ajuda)
  28. «Disney Casts 'Game of Thrones' Actor as 'Cinderella's' Prince» (em inglês). Hollywood Reporter. 08 de maio de 2013. Consultado em 22 de Novembro de 2014  Verifique data em: |data= (ajuda)
  29. Sneider, Jeff (10 de junho de 2014). «The Borgias' Star Holliday Grainger Joins Disney's 'Cinderella'» (em inglês). The wrap.com. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  30. «Hayley Atwell joins Kenneth Branagh's 'Cinderella'» (em inglês). digitalspy.com.uk. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  31. «Disney comes to Pinewood» (em inglês). Daily Mail. 13 de Outubro de 2012. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  32. a b Jackson, Renee (16 de setembro de 2014). «Disney's 'Cinderella' Returning to Theaters in 2015» (em inglês). gottafilm.com. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  33. «Cinderella', 'Camp X-Ray', 'November Man' & 'Red Army' in Today's MPAA ratings» (em inglês). 05 de Agosto de 2014. Consultado em 22 de Novembro de 2014  Verifique data em: |data= (ajuda)
  34. «Patrick Doyle to Reunite with Kenneth Branagh on Disney's 'Cinderella'» (em inglês). filmmusicreporter.com. 07 de junho de 2013. Consultado em 22 de Novembro de 2014  Verifique data em: |data= (ajuda)
  35. «Kenneth Branagh Talks Jack Ryan, Changes Due to Budgetary Reasons, Whether He Will Make Another Shakespeare Movie, Cinderella, and More» (em inglês). collider.com. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  36. «Disney Fans Get a Sneak Peek at Coming Films» (em inglês). New York Times. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  37. Ford, Rebecca. «CinemaCon: Disney Debuts New Trailer for 'Cinderella'» (em inglês). Hollywood Reporter. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  38. Spencer, Hayley (16 de maio de 2014). «The first trailer for Disney's Cinderella movie is here» (em inglês). Glamour. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  39. «The New Trailer, Poster and Photos for Disney's Cinderella!» (em inglês). comingsoon.net. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  40. McClintock, Pamela (20 de novembro de 2014). «Trailer Report: 'Cinderella' Shatters Disney Record» (em inglês). Hollywood Reporter. Consultado em 22 de Novembro de 2014 
  41. «Disney's Live-Action 'Cinderella,' 'Jungle Book' Films Land at Turner Broadcasting» (em inglês). Hollywood Reporter. Consultado em 22 de Novembro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]