Felicity Jones

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Felicity Jones
Felicity Jones
Nome completo Felicity Rose Hadley Jones
Nascimento 17 de outubro de 1983 (33 anos)
Birmingham, Inglaterra
Nacionalidade Reino Unido britânica
Ocupação Atriz
Atividade 1996 - presente
IMDb: (inglês)

Felicity Rose Hadley Jones (Birmingham, 17 de outubro de 1983) é uma atriz britânica[1]. Ela começou a trabalhar como atriz aos 12 anos no filme The Treasure Seekers. Entre 1998 e 2002 foi uma das protagonistas da série infantil The Worst Witch e da sua sequela, Weirdsister College.

Depois de uma pausa de quatro anos na carreira enquanto completava um curso de Inglês na Universidade de Oxford, Felicity retomou o trabalho como atriz e, em 2011, o seu papel de Anna no filme Like Crazy tornou-a conhecida internacionalmente.

Em 2014, o seu desempenho como Jane Hawking no filme The Theory of Everything foi bastante elogiado pela crítica e valeu-lhe nomeações para os principais prémios da indústria cinematográfica, incluindo para o Óscar de Melhor Atriz.

Desde então, Felicity tem conseguido papéis em filmes de maior destaque como é o caso de Rogue One: A Star Wars Story, Inferno e A Monster Calls.

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Felicity cresceu em Bournville, um subúrbio de Birmingham[2]. Os seus pais conheceram-se quando trabalhavam no jornal Wolverhampton Express and Star. O seu pai era jornalista e a mãe trabalhava na publicidade[3]. O casal divorciou-se quando Felicity tinha três anos e a sua mãe educou-a a ela e ao irmão sozinha[2][3].

Felicity frequentou duas escolas exclusivamente femininas: a Kings Norton Girls School e a King Edward VI Handsworth School, onde completou o ensino secundário. Após o 12º ano tirou um ano de pausa (o "gap year") e participou na série Servants da BBC nessa altura[4].

Em 2002 entrou na Wadham College da Universidade de Oxford onde tirou um curso de Inglês. Durante a universidade participou no grupo de teatro e entrou em várias peças, incluindo Attis (que protagonizou) e The Comedy of Errors de William Shakespeare que a levou numa digressão pelo Japão em 2005[4]..

Em 2006 terminou o curso com honras.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Felicity Jones começou a interessar-se pela representação em criança e foi encorajada a trabalhar na área pelo tio, o ator Michael Hadley. A sua mãe também adorava cinema e teatro. Aos 11 anos Felicity teve a sua primeira experiência na área da representação com um workshop criado pela Central Television que frequentava depois das aulas. O seu primeiro projeto profissional surgiu quando tinha 12 anos com o filme infantil The Treasure Seekers, Em 1998 participou na primeira temporada da série infantil The Worst Witch, onde interpretou o papel de Ethel Hallow, a antagonista do programa. Porém, optou por não participar na segunda temporada porque tinha saudades de casa e foi substituída por Katie Allen. Três anos mais tarde voltou a juntar-se ao elenco para filmar Weirdester College, uma série de 13 episódios que serviu de sequela da série original. Durante as filmagens Felicity, com 17 anos, mudou-se para um apartamento em Richmond e preparou-se para os A-Levels (os exames que dão acesso à universidade no Reino Unido) com a ajuda de um tutor privado. O seu papel mais longo no início da carreira foi o de Emma Carter na novela radiofónica The Archers.

Em 2003 foi uma das protagonistas de Servants no papel de Grace May. Em 2007 protagonizou Northanger Abbey, a adaptação para a televisão do romance homónimo de Jane Austen no ITV. No mesmo ano estreou-se no teatro profissional com a peça That Face de Polly Stenham no Royal Court Theatre.

Em 2008 participou nos filmes Brideshead Revisited e Flashbacks of a Fool com papéis secundários, no episódio "The Unicorn and the Wasp" da série Doctor Who. Participou ainda numa readaptação da peça Chalk Garden de Enid Banglod no teatro Donmar Warehouse em Londres. No início de 2009 interpretou o papel de Margot Frank na minisérie da BBC One The Diary of Anne Frank.

Felicity Jones no Festival Internacional de Cinema de Toronto em 2011.

Em 2010 interpretou o papel de Julie no filme Cemetery Junction de Ricky Gervais e Stephen Merchant. No mesmo ano participou nos filmes Soulboy e na adaptação para o grande ecrã de The Tempest no papel de Miranda.

No início de 2011, o primeiro filme protagonizado por Felicity Jones estreou no Festival de Cinema de Sundance. Em Like Crazy, Jones interpreta o papel de Anna Maria Gardner, uma estudante de intercâmbio inglesa que se apaixona por um americano enquanto estuda nos Estados Unidos. Era Felicity que se maquilhava e penteava durante as filmagens e o seu diálogo foi todo improvisado. Com este papel, Felicity venceu vários prémios de Atriz Revelação (Empire, Gotham Award, National Board of Review e prémio do júri do Festival de Cinema de Sundance).

No mesmo ano participou em Charlet Girl, uma comédia romântica onde contracena com Ed Westwick. Para se preparar para este papel, Felicity teve aulas de snowboard, trabalhou num chalet em St. Anton como empregada de limpeza e ia regularmente a festas no bar Krazy Kanguruh. Ainda em 2011 entrou nos filmes Albatross no papel de Beth Fischer, que lhe valeu uma nomeação para os BIFA Awards; em Hysteria, um filme que conta a história da invenção do vibrador, onde interpretou o papel da irmã mais nova da personagem de Maggie Gyllenhaal; e no telefilme Page Eight. No teatro, voltou ao Donmar Warehouse para a peça Luise Miller. Para se preparar para o papel, Felicity viveu com uma família católica e ia frequentemente à missa. Nesse ano foi ainda escolhida como a nova cara das marcas Burberry e Dolce & Gabbana.

Em 2012 protagonizou o filme Cheerful Weather for the Wedding e, no ano seguinte, protagonizou os filmes Breathe In com Guy Pearce e The Invisible Woman, realizado por Ralph Fiennes.

Em 2014 participou no filme The Amazing Spider-Man 2 onde interpreta a personagem Felicia Hardy, uma assistente de Harry Osborn. Em março desse ano entrou no episódio "Role Play" da terceira temporada da série Girls.

No final do ano estreou The Theory of Everything onde interpreta o papel de Jane Hawking, a esposa de Stephen Hawking. O filme foi aclamado pela crítica e valeu várias nomeações a Felicity na categoria de Melhor Atriz Principal nos principais prémios do cinema, incluindo os Óscares, os BAFTA, os Globos de Ouro, os Critics' Choice Awards e os Screen Actors Guild Awards.

Em 2015, teve apenas um papel secundário no filme True Story, protagonizado por James Franco e Jonah Hill. No entanto, em 2016, Felicity Jones regressou em força com papéis principais em três dos filmes mais antecipados do ano: Inferno, a terceira adaptação ao cinema da série de livros Robert Langdon de Dan Brown e onde contracena com Tom Hanks; A Monster Calls, a adaptação ao cinema do romance homónimo de Patrick Ness; e Rogue One: A Star Wars Story, o primeiro spin-off dos filmes Star Wars onde interpreta o papel de Jyn Erso.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Em 2013 terminou o relacionamento de 10 anos com o namorado Ed Fornieles, um escultor e artista na internet que conheceu quando os dois estudavam na Universidade de Oxford.[5]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Filmes
Ano Título Original Título (Brasil) Título (Portugal) Papel
1996 The Chelsea The Chelsea The Chelsea
The Treasure Seekers The Treasure Seekers The Treasure Seekers Alice (para TV)
2007 Northanger Abbey Northanger Abbey Northanger Abbey Catherine Morland
2008 Flashbacks of a Fool Reflexos da Inocência Reencontrar o Passado Ruth (jovem)
Brideshead Revisited Brideshead Revisited - Desejo e Poder Reviver o Passado em Brideshead Cordelia Flyte
2009 Chéri Chéri Chéri Edmée
2010 Cemetery Junction Caindo no Mundo Cemetery Junction Julie
SoulBoy SoulBoy SoulBoy Mandy Hodgson
The Tempest A Tempestade A Tempestade Miranda
2011 Like Crazy Loucamente Apaixonados Like Crazy Anna
Chalet Girl Chalet Girl Um Sonho de Rapariga Kim
Page Eight Page Eight Página Oito Julianne Worricker (para TV)
Albatross Albatross Albatross Beth
Hysteria Hysteria Boas Vibrações Emily Dalrymple
2012 Cheerful Weather for the Wedding Um dia perfeito para casar Um Dia Perfeito Para Casar Dolly Thatcham
Breathe In Breathe In Um Novo Fôlego Sophie
2013 The Invisible Woman The Invisible Woman The Invisible Woman Nelly Ternan
2014 Salting the Battlefield Europa: A Trajetória de Worricker Salgando o Campo de Batalha Julianne Worricker (Filme para a TV)
The Amazing Spider Man 2 O Espetacular Homem Aranha 2: A Ameaça de Eletro O Espetacular Homem Aranha 2: A Ameaça de Eletro Felícia Hardy/Gata Negra
The Theory of Everything A Teoria de Tudo A Teoria de Tudo Jane Wilde Hawking
2015 True Story A História Verdadeira A Verdadeira História Jill Baker
2016 Collide Collide - A Alta Velocidade
Inferno Inferno Inferno Sienna Brooks
Rogue One: A Star Wars Story Rogue One: A Star Wars Story Rogue One: A Star Wars Story Jyn Erso
A Monster Calls Sete Minutos Depois da Meia-Noite Mum
Séries
Ano Título Papel Episódios Notas
1998 / 1999 The Worst Witch Ethel Hallow 11 episódios
2002 Weirdsister College 1 episódio Good Friends
2003 Servants Grace May
2007 Cape Wrath Zoe Brogan 8 episódios
2008 Doctor Who Ada Mullins / Robina Redmond 1 episódio The Unicorn and the Wasp
2009 The Diary of Anne Frank Margot Frank 5 episódio Mini Série
2010 Masterpiece Theatre 1 episódio The Diary of Anne Frank
2014 Girls Dot 1 episódio

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmios
Ano Resultado Premiação Categoria Título
2011 Venceu Sundance Film Festival Atuação Dramática Like Crazy
Venceu NBR Awards Melhor Performance Estreante
Venceu Hollywood Film Festival Nova Hollywood
Venceu Gotham Awards Prêmio de Estreia
Indicada British Independent Film Awards Melhor Atriz Coadjuvante Albatross
2012 Venceu Empire Awards Melhor Estreia Feminina Like Crazy
2014 Indicada Oscar Melhor Atriz Principal The Theory of Everything
Indicada Golden Globe Awards Melhor Atriz em Filme Dramático
Indicada SAG Awards Melhor Atriz Principal - Cinema
Pendente BAFTA Melhor Atriz Principal

Referências

  1. Olly Grant (31 de Julho de 2011). «Felicity Jones: rising star». The Daily Telegraph. Consultado em 3 de Augosto de 2011. 
  2. a b Olly Grant (31 de julho de 2011). «Felicity Jones: Rising Star». The Telegraph. Consultado em 26 de janeiro de 2015. 
  3. a b Carole Cadwalladr (20 de fevereiro de 2011). «Felicity Jones: 'There's a sensation when you're performing of release'». The Guardian. Consultado em 26 de janeiro de 2015. 
  4. a b «Mythologies». Oxford Student. 9 de junho de 2006. Consultado em 26 de janeiro de 2015. 
  5. Richard Eden (12 de janeiro de 2014). «Spider-Man 2 star Felicity Jones splits up with artist». The Telegraph. Consultado em 26 de janeiro de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]