Orlando Bloom

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Orlando Bloomsbury
Bloom no Festival de Cannes 2013.
Nome completo Orlando Jonathan Blanchard Bloom
Nascimento 13 de janeiro de 1977 (40 anos)
Cantuária, Kent
 Reino Unido
Nacionalidade Reino Unido britânico
Ocupação Ator, Produtor, Produtor Executivo
Atividade 1994 – presente
Prémios Screen Actors Guild
melhor elenco em cinema
2003 - The Lord of the Rings: The Return of the King
IMDb: (inglês)

Orlando Jonathan Blanchard Bloom (Cantuária, Kent, 13 de janeiro de 1977) é um ator britânico. É principalmente conhecido por seu papel de Legolas nas trilogias de The Lord of the Rings e The Hobbit e pelo papel de Will Turner em Pirates of the Caribbean.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Orlando Bloom nasceu na Cantuária e recebeu o nome como homenagem ao compositor inglês do século XVI, Orlando GibbonsTem uma irmã mais velha, Samantha Bloom, que também é atriz.[1]

Orlando cresceu a pensar que o seu pai verdadeiro era o marido da sua mãe, o romancista sul-africano Harry Saul Bloom (1913-81), que morreu quando ele tinha quatro anos de idade. Porém, nove anos após a morte de Harry, quando Orlando tinha 13 anos, a sua mãe revelou-lhe que o seu pai biológico era Colin Stone, o companheiro da sua mãe e amigo da família.[2] Colin tornou-se guardião legal de Orlando Bloom após a morte de Harry Bloom.[3]

A mãe de Orlando, Sonia Constance Josephine Copeland, nasceu em Calcutá, na Índia, filha de Francis John Copeland, um médico cirurgião, e de Betty Constance Josephine Walker. Ela viveu na Tasmânia, no Japão e na Índia durante a infância.

Orlando é anglicano.[4] Frequentou a escola primária St Peter's Methodist Primary School, seguida da King's School, antes de entrar para a escola secundária St Edmund's School. Orlando descobriu que era disléxico, o que levou a sua mãe a encorajá-lo a frequentar aulas de arte e de teatro. Aos 16 anos, Orlando mudou-se para Londres, onde concluiu um curso profissional de Teatro, Fotografia e Escultura na Fine Arts College. Depois de terminar os estudos, juntou-se ao National Youth Theatre, onde passou duas temporadas, e conseguiu uma bolsa de estudos para estudar teatro na British American Drama Academy.

Bloom começou a representar profissionalmente em 1997 com papéis nas séries britânicas Casualty e Midsomer Murders e no filme Wilde, antes de ingressar na Guildhall School of Music and Drama, onde estudou representação durante três anos.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Dois dias depois de terminar os estudos na Guildhall School of Music and Drama, Orlando foi escolhido para o papel de Legolas na trilogia O Senhor dos Anéis. Durante as filmagens, o ator partiu uma costela depois de cair de um cavalo, mas recuperou e conseguiu terminar o seu trabalho nos filmes. A trilogia teve um enorme sucesso assim que estreou e catapultou Orlando Bloom para o estrelato. Em 2002, entrou na lista "25 Hottest Stars Under 25" (as 25 estrelas com menos de 25 anos mais atraentes) e, dois anos depois, foi considerado o solteirão mais atraente pela revista People.

Logo após o término das gravações de O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel, fez uma aparição em Black Hawk Down (2001), dirigido por Ridley Scott, como Todd Blackburn. Seu papel seguinte foi como Joe Byrne em Ned Kelly, fazendo parte de um grupo de homens fora da lei, interpretados por Heath Ledger, Joel Edgerton e Laurence Kinlan.

Em 2003, foi um dos protagonistas do blockbuster Pirates of the Caribbean: The Curse of the Black Pearl como Will Turner. O filme foi o grande sucesso desse verão, o que levou Disney a encomendar duas sequelas: Dead Man's Chest (2006) e At World's End (2007), que foram rodadas ao mesmo tempo. Ao todo, a trilogia rendeu mais de 2 mil milhões de dólares e é um dos franchises mais lucrativos de sempre do cinema.[5] O seu papel de William Turner cimentou a sua popularidade, principalmente junto do público adolescente, tornando-se numa das estrelas mais requisitadas da época.

Orlando Bloom na apresentação do filme Elizabethtown no Festival Internacional de Cinema de Toronto em 2005.

Em 2004, interpretou o papel de Páris em Troy, um épico baseado na Ilíada de Homero e dirigido por Wolfgang Petersen, estrelando junto de Brad Pitt e Eric Bana. Também em 2004, estrelou em The Calcium Kid, uma comédia britânica, deixando de lado roupas de época. Co-produziu o filme Haven em 2004, que somente foi exibido no cinema em 2006 (em alguns países).

O grande papel veio em Kingdom of Heaven, como Balian de Ibelin em 2005, onde voltou a trabalhar com Ridley Scott. Apesar de ter sido bastante publicitado e de Orlando Bloom estar no auge da sua carreira na altura da estreia do filme, este recebeu críticas negativas e teve resultados considerados desapontantes nas bilheteiras. No mesmo ano estrelou em Elizabethtown com Kirsten Dunst, um drama-comédia moderno escrito e dirigido por Cameron Crowe. O filme recebeu críticas bastante negativas (atualmente tem uma pontuação de 28% no site Rotten Tomatoes)[6] e rendeu pouco mais do que o seu orçamento nas bilheteiras.[7]

Depois de concluir o seu trabalho no franchise Pirates of the Caribbean em 2007, Orlando Bloom decidiu tirar uma pausa do cinema e seguir aquele que era o seu objetivo inicial quando terminasse os estudos: trabalhar no teatro. No verão desse ano, participou na peça In Celebration de David Storey no Duke's Theatre em Londres.[8]

Em 2009, regressou ao cinema com uma pequena participação no filme New York, I Love You. Nos anos seguintes, protagonizou os filmes Sympathy for Delicious e Main Street, ambos recebidos com críticas negativas e resultados de bilheteira abismais. Em 2011, interpretou o seu primeiro vilão, o Duque de Buckingham em The Three Musketeers. Apesar de ter conseguido um sucesso moderado nas bilheteiras, a crítica foi bastante dura com o filme que tem uma pontuação de apenas 24% no site Rotten Tomatoes.

Em 2012, protagonizou e co-produziu o filme The Good Doctor, um thriller sobre um jovem médico que toma medidas pouco éticas para que uma paciente se mantenha sob o seu cuidado. O filme teve críticas mistas. No ano seguinte, protagonizou Zulu, filme sul-africano. Em 2013 e 2014, regressou ao papel de Legolas em dois dos filmes da trilogia The Hobbit: The Desolation of Smaug e The Battle of the Five Armies.

Em 2013, regressou ao teatro, desta vez na Broadway em Nova Iorque, com a peça Romeo and Juliet. A peça foi lançada em DVD no ano seguinte.

Em 2015, teve um papel secundário na comédia dramática Digging for Fire, onde contracenou com Jake Johnson, Rosemarie DeWitt e Brie Larson. No ano seguinte, regressou ao pequeno ecrã com uma participação num episódio da websérie Easy, transmitida pelo serviço de streaming Netflix.

Em 2017, protagonizou o filme de ação britânico, Unlocked. O filme conta ainda com Noomi Rapace, Toni Collette e Michael Douglas no elenco. Ainda nesse ano,regressou ao papel de Will Turner para o último filme do franchise Pirates of the Caribbean: Dead Men Tell No Tales.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Em 2007, Bloom começou a namorar a modelo australiana Miranda Kerr.[9] O casal anunciou que estavam noivos em 21 de Junho de 2010.[10] Kerr anunciou que eles se casaram no dia 22 de Julho em uma "cerimônia intíma".[11] Em 6 de janeiro de 2011 nasce Flynn 1° filho do casal. Em outubro de 2013, foi anunciado o fim de seu casamento de três anos com Miranda.


Em 2009 foi nomeado embaixador da UNICEF.[12]

Em 2011, Bloom apareceu no clipe dos Beastie Boys, Make Some Noise. Em 2014 ganhou uma estrela na Calçada da Fama em Hollywood. [13]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Papel Título em português e obs.
1997 Wilde Rentboy br/pt: Wilde
2001 Lord of the Rings: The Fellowship of the Ring, TheThe Lord of the Rings: The Fellowship of the Ring Legolas br: O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel

pt: O Senhor dos Anéis: A Irmandade do Anel

2001 Black Hawk Down PFC Todd Blackburn br: Falcão Negro em Perigo

pt: Cercados

2002 Lord of the Rings: The Two Towers, TheThe Lord of the Rings: The Two Towers Legolas br/pt: O Senhor dos Anéis: As Duas Torres
2003 Ned Kelly Joseph Byrne br/pt: Ned Kelly
2003 Pirates of the Caribbean: The Curse of the Black Pearl Will Turner br: Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra

pt: Piratas das Caraíbas - A Maldição do Pérola Negra

2003 Lord of the Rings: The Return of the King, TheThe Lord of the Rings: The Return of the King Legolas br: O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei

pt: O Senhor dos Anéis: O Regresso do Rei

2004 Calcium Kid, TheThe Calcium Kid Jimmy "The Calcium Kid" Connelly br: Menino Cálcio - Um lutador duro na queda
2004 Troy Paris br: Troia

pt: Tróia

2004 Haven Shy pt: Ligações Ilegais

Também co-produziu

2005 Kingdom of Heaven Balian de Ibelin br: Cruzada

pt: Reino dos Céus

2005 Elizabethtown Drew Baylor br: Tudo Acontece em Elizabethtown

pt: Elizabethtown

2006 Pirates of the Caribbean: Dead Man's Chest Will Turner br: Piratas do Caribe: O Baú da Morte

pt: Piratas das Caraíbas - O Cofre do Homem Morto

2006 Love and Other Disasters Hollywood Paolo br/pt: Amor e Outros Desastres

Cameo

2006 The Armenian Genocide Auguste Berneau Documentário
2007 Pirates of the Caribbean: At World's End Will Turner br: Piratas do Caribe: No Fim do Mundo

pt: Piratas das Caraíbas - Nos Confins do Mundo

2007 Everest: A Climb for Peace Narrator Documentário
2009 New York, I Love You David Cooler br: Nova York, Eu Te Amo

pt: New York, I Love You

Segmento: "Shunji Iwai"

2010 Sympathy for Delicious The Stain br: O Enviado

pt: Um Toque de Fé

2010 Main Street Harris Parker br: Bom Demais Pra Ser Verdade
2011 The Good Doctor Dr. Martin E. Blake br: Paixão Obsessiva

pt: Perto de Mim

Também foi produtor executivo

2011 Fight for Your Right Revisited Johnny Ryall Curta-metragem
2011 The Three Musketeers George Villiers, 1st Duke of Buckingham br/pt: Os Três Mosqueteiros
2013 Zulu Brian Epkeen br/pt: Zulu
2013 Bling Ring, TheThe Bling Ring Ele próprio br: Bling Ring: A Gangue de Hollywood

pt: Bling Ring: O Gangue de Hollywood

Imagens de arquivo

2013 The Hobbit: The Desolation of Smaug Legolas br/pt: O Hobbit: A Desolação de Smaug
2014 The Hobbit: The Battle of the Five Armies Legolas br/pt: O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos
2015 Digging for Fire Ben br: Quem Procura Acha
2017 Unlocked Jack Alcott pt: Conspiração Terrorista
2017 Pirates of the Caribbean: Dead Men Tell No Tales Will Turner br: Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar

pt: Piratas das Caraíbas: Homens Mortos Não Contam Histórias

2017 Romans Malky
2017 S.M.A.R.T. Chase

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
1994–96 Casualty Noel Harrison 3 episódios (Care in the Community, Another Day in Paradise, Made in Britain)
2000 Midsomer Murders Peter Drinkwater 1 episódio (Judgement Day)
2006 Extras Ele próprio 1 episódio (Orlando Bloom)
2011 LA Phil Live Romeo 1 episódio (Dudamel Conducts Tchaikovsky)
2016 Easy Tom 1 episódio (Utopia)

Produtor/Produtor Executivo[editar | editar código-fonte]

  • Haven (2004)
  • The Good Doctor (2011)
  • The Greasy Hands Preachers (2014)

Referências

  1. «Orlando Bloom's big sister on stage at Canterbury». Kent Live (em inglês). 22 de janeiro de 2009 
  2. «Orlando's sister denies feud». NewsComAu (em inglês) 
  3. «Daily Telegraph». Daily Telegraph (em inglês). Consultado em 17 de maio de 2017 
  4. «www.independentfilmquarterly.com». www.independentfilmquarterly.com. Consultado em 17 de maio de 2017 
  5. «Pirates of the Caribbean Franchise Box Office History - The Numbers». www.the-numbers.com. Consultado em 17 de maio de 2017 
  6. Elizabethtown (em inglês), consultado em 17 de maio de 2017 
  7. «Elizabethtown (2005) - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com (em inglês). Consultado em 17 de maio de 2017 
  8. Wiegand, Chris (17 de julho de 2007). «Reviews roundup: In Celebration». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  9. «Orlando Bloom Meets Miranda Kerr's Parents». People. 18 de Abril de 2010. Consultado em 22 de julho de 2010 
  10. Oh, Eunice. «Orlando Bloom and Miranda Kerr Are Engaged!». People. Consultado em 22 de julho de 2010  Texto "date=21 de Junho de 2010 " ignorado (ajuda)
  11. «Orlando Bloom and Miranda Kerr Secretly Marry!». People. 22 de Julho de 2010. Consultado em 22 de julho de 2010 
  12. Ator britânico Orlando Bloom se torna embaixador da UNICEF
  13. http://ego.globo.com/famosos/noticia/2014/04/orlando-bloom-ganha-estrela-na-calcada-da-fama-de-hollywood.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Orlando Bloom
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Orlando Bloom