Daniel Brühl

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Daniel Brühl
Daniel Brühl em 2009
Daniel Brühl em Berlin em agosto de 2009
Nome completo Daniel César Martín Brühl González Domingo
Nascimento 08 de outubro de 1978 (35 anos)
Espanha Barcelona, Espanha
Ocupação Ator
Cônjuge Nenhum
IMDb: (inglês) (português)

Daniel César Martín Brühl González Domingo diz Daniel Brühl (Barcelona, 16 de junho de 1978) é um ator alemão de origem espanhola.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Aos oito anos, Daniel Brühl ganhou um concurso de leitura que lhe deu a chance de aparecer na rádio WDR na Alemanha. Do trabalho vocal e de dublagem, ele seguiu o caminho para a carreira de ator, e o primeiro papel importante foi no filme para a televisão “Svens Geheimnis”.

O ator conquistou renome internacional pela atuação no filme de 2003Adeus, Lênin!” (Good Bye, Lenin!), que lhe rendeu sete prêmios. No mesmo ano, atuou, ao lado de August Diehl, em “Pra que serve o amor só em pensamentos?”. Em 2004, estrelou “Farland” e “The Edukators”, muito bem recebido no Festival de Cannes. Também em 2004, fez o papel de um violinista misterioso, ao lado de Judi Dench, em “O violinista que veio do mar”, antes de estrelar na co-produção internacional “Joyeux Noël”, em 2005. Em 2007, fez uma pequena participação no filme “O Ultimato Bourne”.

Brühl interpretou o piloto de Fórmula 1 Niki Lauda no filme "Rush" de 2013. Para entender melhor o funcionamento dos carros de corrida, ele pilotou um monoposto da F3 em Montmeló, antes da filmagens começarem.[1]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Erro de citação: existem marcas <ref>, mas falta adicionar a predefinição {{referências}} no final da página