Michael Fassbender

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Michael Fassbender
Fassbender em 2015.
Nascimento 2 de abril de 1977 (39 anos)
Heidelberg,  Alemanha
Nacionalidade Alemanha alemão
Irlanda irlandês
Ocupação ator
Atividade (1994 - presente)
Prémios Screen Actors Guild
Melhor Elenco no Cinema
2010 - Inglourious Basterds
Festival de Veneza
Coppa Volpi de Melhor Ator
2011 - Shame
Página oficial
IMDb: (inglês)

Michael Fassbender (Heidelberg, 2 de abril de 1977) é um ator e produtor teuto-irlandês[1] conhecido pela sua participação em filmes como X-Men: First Class e as suas sequências no papel de Magneto, Inglourious Basterds e Prometheus. Foi indicado por duas vezes aos Óscares: em 2014 por 12 Years a Slave[2] e em 2016 por Steve Jobs.[3]

Michael é o fundador e um dos donos da empresa de produção cinematográfica DMC Films.[4]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Michael nasceu em Heidelberg, na Alemanha, filho de pai alemão e de mãe irlandesa.[5] Segundo uma história familiar, a mãe de Michael é sobrinha-neta do líder irlandês da Guerra da Independência da Irlanda, Michael Collins.[6] A família mudou-se para a Irlanda quando Michael tinha dois anos e abriu um restaurante, o West End House, em Killarney onde o pai de Michael trabalhou como chefe de cozinha.[7]

Michael é católico e foi acólito na igreja que a família frequentava durante a infância.[8] Ele tem uma irmã mais velha, Catherine, que é neuropsicóloga na Universidade da Califórnia.[9]

A família de Michael passava as férias de verão na Alemanha, pelo que ele fala alemão fluentemente.[10] Ele frequentou as escolas Fossa National School[11] e a St. Brendan's School, ambas em Killarney.[12] Michael decidiu que queria ser ator quando foi escolhido para uma peça de Donal Courtney aos 17 anos.[13]

Atualmente, vive em Londres, para onde se mudou aos 19 anos para estudar no Drama Centre London, uma escola prestigiosa que ensina atuação, direção e roteiro, fundada em 1963. Porém, não chegou a terminar o curso de representação uma vez que conseguiu um trabalho com a companhia de teatro Oxford Stage Company com quem fez uma digressão com a peça Three Sisters.[14]

O ator Tom Hardy, que foi colega de Michael na Drama Centre London, disse numa entrevista que este era "um ator metódico à séria" (ao ponto de se recusar a deixar uma cadeira de rodas, mesmo durante a pausa para o almoço) e era considerado um dos melhores alunos da escola.[15][16]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos, conseguiu o primeiro papel na televisão em 2001, na minissérie Band of Brothers, produzida por Steven Spielberg e Tom Hanks. Mas nunca pensou em morar fora da Europa. "Não tenho a menor intenção de me mudar para os Estados Unidos. Vou para lá a trabalho e só. Gosto de Londres e, quando passo muito tempo longe, sinto falta. Sou muito europeu."

De volta a Europa depois da participação na série americana, fez séries e filmes para TV britânica e canadense, tais como Hex, A Bear Named Winnie e Sherlock Holmes and the Case of the Silk Stocking. Em 2006 estreou-se no cinema com o papel de Stelios no filme 300 de Zack Snyder.

Michael Fassbender no Festival de Cannes em 2009.

Porém, foi só em 2008 que viu seu nome ganhar certa projeção ao participar do filme de estreia do diretor Steve McQueen, Hunger. O filme, que teve estréia no Festival de Cinema de Cannes, baseia-se na história de real de Bobby Sands, um militante do Exército Republicano Irlandês Provisório que liderou uma greve de fome na Maze Prison. Entre outros, Hunger venceu o prémio Caméra d'Ór do Festival de Cannes, atribuido ao melhor filme de estreia em exibição no festival e um BAFTA de cineasta mais promissor, recebendo ainda uma indicação para Melhor Filme Britânico. Michael venceu os prêmios de Melhor Ator nos British Independent Film Awards e nos Irish Film and Television Awards, por este papel.[17]

A partir de 2009, Michael Fassbender começou a participar regularmente em projetos de grande relevância. Nesse ano interpretou o papel de Conor, o namorado da mãe da personagem principal, uma adolescente de 15 anos socialmente isolada e que acaba por ter um relacionamento com ela no filme britânico, Fish Tank. O filme foi bastante elogiado pela crítica e, entre outros, venceu o Prêmio do Júri no Festival de Cannes e o BAFTA de Melhor Filme Britânico.

Ainda nesse ano, Michael participou do filme de Quentin Tarantino, Inglourious Basterds no papel de um crítico de cinema britânico com um gosto particular por filmes alemães e que se faz passar por um oficial alemão por saber falar fluentemente a língua. Teve ainda um papel secundário no filme de terror protagonizado por Henry Cavill e dirigido por Joel Schumacher, Town Creek. Neste ano foi nomeado para um EE Rising Star Award na cerimónia dos BAFTA, mas perdeu para Noel Clarke.[18]

Michael Fassbender e James McAvoy numa entrevista para o filme X-Men: First Class em 2011.

Depois de um ano de 2010 mais ameno com participações no fraco Jonah Hex e no mediano Centurião, Michael regressou com destaque em 2011 ao protagonizar cinco filmes de grande sucesso. O primeiro a estrear foi Jane Eyre, baseado no romance homónimo de Charlotte Brontë e onde interpreta o papel icónico de Edward Rochester, enquanto Mia Wasikowska interpreta o papel de Jane Eyre. No verão protagonizou o blockbuster X-Men: First Class, um reboot do famoso franchise da Marvel. No filme interpreta o papel de Magneto jovem, papel que foi do ator Ian McKellen na versão mais velha.

Ainda antes do final do ano, Michael protagonizou o filme A Dangerous Method do diretor David Cronenberg com Viggo Mortensen e Keira Knightley. Michael interpreta o papel do psiquiatra e psicólogo suíço Carl Jung. Porém, o filme que lhe valeu mais elogios da crítica foi Shame, onde interpreta o papel de Brandon, um homem viciado em sexo. O filme reuniu-o com o diretor Steve McQueen e valeu-lhe indicações para vários prémios, incluindo os Globos de Ouro e para os BAFTA. Vários jornalistas ficaram surpreendidos por o ator não ter recebido uma indicação para o Oscar nesse ano e alguns afirmaram que o fato de ele ter aparecido completamente nu no filme o prejudicou.[19][20]

Em 2012, Michael teve um papel de destaque no thriller de ação Haywire do diretor Steven Soderbergh e protagonizou o filme de ficção científica Prometheus de Ridley Scott no papel do andróide David. Michael voltou a colaborar com Ridley Scott no ano seguinte no filme The Counselor. Apesar de ter um elenco forte, com Javier Bardem, Penelope Cruz, Cameron Diaz e Brad Pitt, o projeto recebeu críticas ruins e foi um desastre de bilheteira. Ainda em 2013, Michael trabalhou no seu terceiro projeto com Steve McQueen. Em 12 Years a Slave, Michael interpreta o papel do escravagista cruel Edwin Epps. Este papel valeu a primeira indicação de Michael ao Oscar e indicações para os principais prêmios da indústria do cinema, incluindo os Globos de Ouro, BAFTA e Screen Actors Guild Awards na categoria de Melhor Ator Coadjuvante.

Michael Fassbender no Festival de Cannes de 2015.

Em 2014, Michael protagonizou o filme independente cômico irlandês Frank. O filme baseia-se em parte na personagem de Frank Sidebottom criada pelo comediante britânico Chris Sievery, o vocalista de uma banda de rock que se esconde atrás de uma máscara de papel marchê. Voltou a viver, nesse mesmo ano, a versão jovem do vilão Magneto em X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido, onde dividiu o personagem com Ian McKellen.

Recentemente, atuou em Macbeth[21], dividindo cena com Marion Cotillard, no filme sobre o criador da Apple, Steve Jobs[22]. Este último valeu-lhe, mais uma vez, indicações para os principais prémios do cinema, incluindo a sua segunda indicação para o Oscar, dessa vez na categoria de Melhor Ator.

Para estrear em 2016 estão os filmes X-Men: Apocalipse, o terceiro filme sobre os mutantes jovens em que vive o vilão Magneto, The Light Between Oceans[23], ao lado de Alicia Vikander e Rachel Weisz, o filme Assassin's Creed, da série de videogames e Trespass Against Us[24], em que ele interpreta um personagem que tenta escapar de suas origens.

Fassbender tem filmes previstos para estrear até 2017: Allien: Covenant[25], a continuação de Prometheus onde retoma o papel do andróide David; The Snowman[26], como um homem que investiga o sumiço de mulher durante uma nevasca e Weightless[27] do famoso diretor Terrence Malick, que esta guardado desde 2014.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Devido ao seu trabalho, Michael divide o seu tempo entre Nova York e Los Angeles onde costuma gravar seus trabalhos americanos e Londres. Em Londres vive no mesmo apartamento desde a sua juventude no bairro de Hackney.[28]

Quanto a relacionamentos, o ator namorou com a cantora australiana Maiko Spencer entre 2006 e 2008 e os dois chegaram a viver juntos em Londres.[29][30] Entre 2008 e 2009, namorou com a modelo norte-americana Leasi Andrews.[31] Em 2011 teve uma relação curta com a atriz Zoë Kravitz que conheceu nas filmagens de X-Men: First Class.[32] Em 2012 confirmou que namorou com a atriz Nicole Beharie com quem contracenou em Shame, mas no ano seguinte o casal terminou a relação.[33][34] Em maio de 2013, teve uma relação curta com a atleta olímpica britânica Louise Hazel.[35] Em setembro de 2013, Michael começou a namorar com a atriz e modelo Mădălina Diana Ghenea, mas o romance terminou no início de 2014.[36]

Desde o final de 2014, Michael namora com a atriz sueca Alicia Vikander que conheceu nas filmagens do filme The Light Between Oceans.[37] Os dois apareceram em público pela primeira vez na cerimônia do Globo de Ouro de 2016, estando os dois nomeados por projetos diferentes.[38]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
2017 Alien: Covenant David
Weightless
The Snowman Harry Hole
Assassin's Creed Callum Lynch/Aguilar [39]
2016 The Light Between Oceans Tom Sherbourne
X-Men: Apocalypse Erik Lehnsherr / Magneto
Trespass Against Us Chad Cutler
2015 Macbeth Macbeth
Steve Jobs Steve Jobs
Slow West Silas
2014 Frank Frank
X-Men: Days of Future Past Erik Lehnsherr / Magneto
2013 1 Narrador
The Counselor O Conselheiro
12 Years a Slave Master Epps
2012 Prometheus David
Haywire Paul
2011 A Dangerous Method Carl Jung
Shame Brandon
X-Men: First Class Erik Lehnsherr / Magneto
Jane Eyre Edward Rochester
2010 Centurion Quintus Dias
Jonah Hex Burke
2009 Fish Tank Connor
Inglourious Basterds Archie Hicox
Blood Creek Richard Wirth
2008 Eden Lake Steve
Hunger Bobby Sands
2007 300 Stelios
Angel Esmé Howe-Nevinson

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
2001 Band of Brothers Burton 'Pat' Christenson Minissérie - 7 episódios
Hearts and Bones Hermann 3 episódios
2002 NCS: Manhunt Jack Silver
Holby City Christian Connolly Episódio: "Ghosts"
2003 Carla Rob Telefilme
2004 A Bear Named Winnie Lt. Harry Colebourn
Gunpowder, Treason & Plot Guy Fawkes
Julian Fellowes Investigates: A Most Mysterious Murder Charles Bravo
Sherlock Holmes and the Case of the Silk Stocking Charles Allen
2004–2005 Hex Azazeal 11 episódios
2005 Murphy's Law Caz Miller 5 episódios
Our Hidden Lives German POW Telefilme
William and Mary Lukasz Episódio #3.3
2006 Agatha Christie's Poirot George Abernethie Episódio: "After the Funeral"
Trial & Retribution Douglas Nesbitt 2 episódios
2007 Wedding Belles Barney Telefilme
2008 The Devil's Whore Thomas Rainsborough 4 episódios


Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Wonderland Magazine Interview». Michaelfassbender.org. Consultado em 27 de junho de 2011. 
  2. (2013-10-16) "Michael Fassbender: 'too busy' for 12 Years a Slave's Oscar campaign" (em en-GB). The Guardian. ISSN 0261-3077.
  3. «Michael Fassbender 'baffled' by Aaron Sorkin Oscar snub for 'Steve Jobs'». Entertainment Weekly's EW.com. Consultado em 2016-02-22. 
  4. «Michael Fassbender, Conor McCaughan's DMC Recruits Daniel Emmerson» (em inglês). Variety. Consultado em 2016-02-22. 
  5. «Blood, sweat, tears» (em inglês). The Irish Times. Consultado em 2016-02-22. 
  6. «Interview: Michael Fassbender - Lean and mean». living.scotsman.com. Consultado em 2016-02-22. 
  7. «Michael Fassbender on playing Bobby Sands in Hunger». Telegraph.co.uk. Consultado em 2016-02-22. 
  8. «Michael Fassbender Was a Badass Even as an Altar Boy». GQ. Consultado em 2016-02-22. 
  9. «Fassbender on Fire». The Hollywood Reporter. Consultado em 2016-02-22. 
  10. Day, Elizabeth. (2012-05-19). "Michael Fassbender: the man to take on Brando's mantle" (em en-GB). The Guardian. ISSN 0261-3077.
  11. «Fossa National School, Fossa, Killarney, Co. Kerry, Ireland.». www.fossanationalschool.com. Consultado em 2016-02-22. 
  12. «Michael Fassbender Opens Up About ‘12 Years A Slave,’ Religion, and Assassin’s Creed». The Daily Beast. 2013-10-16. Consultado em 2016-02-22. 
  13. «Interview of the Month - Donal Courtney - Gaiety School Of Acting» (em inglês). Gaiety School Of Acting. Consultado em 2016-02-22. 
  14. «Fassbender on Fire». The Hollywood Reporter. Consultado em 2016-02-22. 
  15. «Tom Hardy Talks Michael Fassbender To Details Magazine». syllirium.tumblr.com. Consultado em 2016-02-22. 
  16. «Tom Hardy: Even Celebrities Have a Right to Privacy». The Daily Beast. 2015-09-17. Consultado em 2016-02-22. 
  17. «Michael Fassbender Awards and Nominations». www.aceshowbiz.com. Consultado em 2016-02-22. 
  18. «Bafta's rising stars: where are they now?». RadioTimes. Consultado em 2016-02-22. 
  19. «Oscars 2012: Did Michael Fassbender's big part cost him a nom?» (em inglês). LA Times Blogs - Ministry of Gossip. 2012-01-25. Consultado em 2016-02-22. 
  20. «Michael Fassbender's Oscar Snub Because Of Anatomy?». The Huffington Post. Consultado em 2016-02-22. 
  21. «Macbeth». www.rottentomatoes.com. 2015-12-04. Consultado em 2016-02-16. 
  22. Hornaday, Ann. (2015-10-15). "‘Steve Jobs’ review: An impressionistic inner portrait of the Apple co-founder" (em en-US). The Washington Post. ISSN 0190-8286.
  23. http://www.imdb.com/title/tt2547584/?ref_=tt_rec_tt 
  24. http://www.imdb.com/title/tt3305308/?ref_=tt_rec_tt 
  25. http://www.imdb.com/title/tt2316204/?ref_=nm_flmg_act_2 
  26. http://www.imdb.com/title/tt1758810/?ref_=nm_flmg_act_1 
  27. http://www.imdb.com/name/nm1055413/?ref_=tt_cl_t1 
  28. Day, Elizabeth. (2012-05-19). "Michael Fassbender: the man to take on Brando's mantle" (em en-GB). The Guardian. ISSN 0261-3077.
  29. «A hunger to shock: The men behind the film depiction of Bobby Sands' hunger strike explain themselves». Mail Online. Consultado em 2016-02-22. 
  30. Maloney, Jim (2012-09-03). Michael Fassbender - The Biography John Blake Publishing [S.l.] ISBN 9781782190752. 
  31. «Michael Fassbender and Leasi Andrews - Dating, Gossip, News, Photos». Who's Dated Who?. Consultado em 2016-02-22. 
  32. «X-Men Costars Zoe Kravitz, Michael Fassbender Take Relationship Public - Us Weekly». Us Weekly. Consultado em 2016-02-22. 
  33. «Michael Fassbender Talks Dating Costar Nicole Beharie». PEOPLE.com. Consultado em 2016-02-22. 
  34. «Michael Fassbender 'splits from lover'». Metro. Consultado em 2016-02-22. 
  35. «Michael Fassbender Dating Louise Hazel, Olympic Heptathlete - Us Weekly». Us Weekly. Consultado em 2016-02-22. 
  36. «Michael Fassbender has PDA with Madalina Ghenea in Milan». Mail Online. Consultado em 2016-02-22. 
  37. «Find Out Who Michael Fassbender Is Casually Dating & See Pics!» (em inglês). E! Online. Consultado em 2016-02-10. 
  38. «Michael Fassbender and Alicia Vikander show some PDA». Mail Online. Consultado em 2016-02-22. 
  39. Steven Zeitchik (9 de julho de 2012). «"Assassin's Creed": Can Michael Fassbender break video-game curse?». Los Angeles Times (em inglês). Los Angeles Times. Consultado em 9 de julho de 2012. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]