Joe Alwyn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Joe Alwyn
Nome completo Joseph Matthew Alwyn
Pseudônimo(s) William Bowery (em Folklore_(álbum) e evermore (album))
Nascimento 21 de fevereiro de 1991 (30 anos)
North London;  Reino Unido
Nacionalidade britânico
Alma mater
Ocupação Ator
Período de atividade 2015–presente

Joseph Matthew Alwyn (21 de fevereiro de 1991), é um ator e compositor britânico. Ele estrelou em filmes como Billy Lynn's Long Halftime Walk (2016), A Favorita (2018) e Harriet (2019).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Joseph Matthew Alwyn, mais conhecido como Joe Alwyn, nasceu no norte de Londres em 21 de fevereiro de 1991. Joe é o filho do meio da psicoterapeuta Elizabeth Alwyn e documentarista Richard Alwyn, e irmão de Thomas e Patrick Alwyn.

Joe foi educado na City of London School. Tornou-se membro do National Youth Theatre quando adolescente, enquanto estudava literatura inglesa e teatro na Universidade de Bristol. Depois de se formar em 2012, ele completou sua formação acadêmica na Royal Central School of Speech & Drama.[1]

Ele é bisneto do famoso compositor e Ordem do Império Britânico, chamado William Alwyn.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Joe Alwyn começou a sua carreira como ator interpretando Will no documentário A Higher Education no ano de 2011, ele e mais quatro amigos falaram sobre as suas experiências, desafios, medos e interesses.[1] Durante sua pós-graduação na Royal Central School of Speech & Drama atuou em peças de teatro como Angels in America.

No início de 2015, Alwyn foi escalado como protagonista no drama de guerra Billy Lynn’s Long Halftime Walk (dirigido por Ang Lee), uma adaptação do romance de Ben Fountain com o mesmo nome e que contou com um elenco de estrelas como Kristen Stewart, Vin Diesel, Garrett Hedlund e Steve Martin. O filme teve a sua estréia mundial no 54º Festival de Cinema de Nova York e teve altos custos de produção associados por ser o primeiro longa-metragem a usar uma taxa de quadros extra alta de 120 quadros por segundo, aprimorada ainda mais pelo formato 3D e pela resolução 4K HD. Embora o filme tenha recebido críticas mistas, ele colocou Alwyn em uma trajetória para se tornar um dos novos atores mais procurados do cinema britânico e de Hollywood.[3]

Em 2017, estrelou como Adrian Finn em "The Sense of an Ending", um drama britânico-americano dirigido por Ritesh Batra, escrito por Nick Payne, e baseado no romance de mesmo nome de Julian Barnes.[4]

Em 2018, o ator Joe Alwyn apareceu em quatro filmes, sendo eles: Operation Finale, Boy Erased, Mary Queen of Scots e The Favourite.[5]

Em 2019, ele apareceu no filme "Harriet", biográfico de drama sobre a ativista Harriet Tubman, dirigido por Kasi Lemmons.[6] Ele também participou da mini-série britânica "A Christmas Carol (minissérie)", baseada no livro de mesmo nome de Charles Dickens, e originalmente exibida pela FX nos Estados Unidos no início do mês de dezembro de 2019, e posteriormente exibida pela BBC One no Reino Unido na metade de dezembro de 2019.[7]

Em 2020, apareceu de forma especial em Miss Americana, o documentário sobre a cantora cantora e compositora Taylor Swift, lançado pela Netflix.[8]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Desde 2016, Alwyn está namorando a cantora e compositora Taylor Swift dos Estados Unidos.[9]

Em 2020, usando inicialmente o pseudônimo de William Bowery foi responsável por co-escrever as letras de duas canções: a "Exile" e a "Betty", presentes no oitavo álbum de estúdio de Swift, lançado em 24 de julho de 2020. Em novembro de 2020, depois de alguns meses de especulação do público, a teoria foi confirmada por Swift.[10][7][11][6][12][13][14] O nome falso escolhido faria menção ao nome do bisavô de Joe: o compositor William Alwyn, enquanto que o "sobrenome falso" escolhido faria menção supostamente ao "The New York City's Bowery Hotel", um hotel cinco estrelas localizado na cidade de Nova Iorque nos Estados Unidos, local esse onde o casal fez uma das suas primeiras saídas públicas como um casal de namorados.[15][16]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Filmes[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Diretor Notas
2016 Billy Lynn's Long Halftime Walk Billy Lynn Ang Lee
2017 The Sense of an Ending Adrian Finn Ritesh Batra
2018 Operation Finale Klaus Eichmann Chris Weitz
A Favorita Samuel Masham Yorgos Lanthimos Critics' Choice Movie Award for Best Acting EnsembleSatellite Award for Best Cast – Motion Picture
Boy Erased Henry Wallace Joel Edgerton
Mary Queen of Scots Robert Dudley Josie Rourke
2019 Harriet Gideon Brodess Kasi Lemmons
2020 Miss Americana Ele mesmo Lana Wilson Documentário da Netflix;
TBA The Souvenir Part II Joanna Hogg
The Last Letter from Your Lover Laurence Stirling Augustine Frizze ll

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
2019 A Christmas Carol Bob Cratchit Minisséries

Referências

  1. a b «Joe Alwyn: the Crouch End boy taking Hollywood by storm». Evening Standard (em inglês). 9 de fevereiro de 2017. Consultado em 4 de fevereiro de 2019 
  2. OFuxico. «Taylor Swift teve a colaboração do namorado em novo disco». www.ofuxico.com.br. Consultado em 24 de fevereiro de 2021 
  3. Flynn, Paul (4 de novembro de 2016). «joe alwyn was destined to be a star». I-D (em inglês). Consultado em 4 de fevereiro de 2019 
  4. The Sense of an Ending, consultado em 4 de fevereiro de 2019 
  5. Hattersley, Giles. «Joe Alwyn On Fame, Romance, And His Blockbuster-Filled Year». British Vogue. Consultado em 4 de fevereiro de 2019 
  6. a b Blogger, Guest (30 de outubro de 2019). «Interview with 'Harriet' actors Jennifer Nettles and Joe Alwyn». Black Girl Nerds (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2021 
  7. a b «Joe Alwyn on FX's "Dark" and "Uncomfortable" A Christmas Carol». Collider (em inglês). 18 de dezembro de 2019. Consultado em 24 de fevereiro de 2021 
  8. Larocca, Courteney. «The moment Taylor Swift hugs boyfriend Joe Alwyn after a 'Reputation' concert in 'Miss Americana' will warm your whole heart». Insider. Consultado em 24 de fevereiro de 2021 
  9. «Taylor Swift and Boyfriend Joe Alwyn Hold Hands as They Stroll the Streets of Paris» (em inglês). People. Consultado em 25 de março de 2020 
  10. «Taylor Swift revela quem é o co-autor misterioso de "Exile" e surtamos». Capricho. Consultado em 24 de fevereiro de 2021 
  11. Média, Bell. «Taylor Swift Confirms Beau Joe Alwyn Is 'William Bowery'». www.iheartradio.ca (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2021 
  12. «Taylor Swift Reveals Origin Behind Boyfriend Joe Alwyn's "William Bowery" Pseudonym». E! Online. Tue Dec 15 08:03:00 GMT+0 2020. Consultado em 24 de fevereiro de 2021  Verifique data em: |data= (ajuda)
  13. «Taylor Swift revela que namorado é co-autor de duas músicas do álbum "Folklore"». Revista Marie Claire. Consultado em 24 de fevereiro de 2021 
  14. Walsh, Savannah (25 de novembro de 2020). «Taylor Swift Confirms Her Boyfriend Joe Alwyn Co-Wrote Two 'Folklore' Songs». ELLE (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2021 
  15. «Taylor Swift revela que namorado é co-autor de duas músicas do álbum "Folklore"». Revista Marie Claire. Consultado em 24 de fevereiro de 2021 
  16. Walsh, Savannah (25 de novembro de 2020). «Taylor Swift Confirms Her Boyfriend Joe Alwyn Co-Wrote Two 'Folklore' Songs». ELLE (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2021