Vin Diesel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vin Diesel
Nome completo Mark Sinclair
Nascimento 18 de julho de 1967 (52 anos)
Condado de Alameda, Califórnia, Estados Unidos
Ocupação Ator, produtor, diretor e roteirista
Cônjuge Paloma Jimenez (2007-presente)
Assinatura Vin Diesal's signature.svg
Página oficial

Mark Sinclair Vincent, mais conhecido como Vin Diesel (Condado de Alameda, 18 de julho de 1967) é um ator, roteirista e produtor de cinema norte-americano. Depois de aparecer no filme de guerra Saving Private Ryan (1998), ele ganhou fama internacional com seu papel como Dominic Toretto na franquia The Fast and the Furious.

Diesel iniciou sua carreira em 1990, mas inicialmente lutou para ganhar papéis até escrever e produzir o curta-metragem Multi-Facial (1995), que atraiu a atenção do diretor Steven Spielberg, que estava desenvolvendo o filme Saving Private Ryan. Spielberg reescreveu elementos do filme para permitir que Diesel aparecesse, o que ajudou a iniciar sua carreira. Posteriormente, ele dublou o personagem-título em The Iron Giant (1999), e ganhou uma reputação como estrela de ação depois de estrelar em The Fast and the Furious, The Chronicles of Riddick e na série XXX.

Mais tarde em sua carreira, Diesel também ganhou notoriedade por emprestar sua voz ao personagem Groot em Guardiões da Galáxia, bem como no Universo Cinematográfico Marvel, e no filme de animação Ralph Breaks the Internet (2018). Ele também fundou a produtora One Race Films, que produziu várias de suas principais películas. Fora dos filmes de ação, Diesel obteve sucesso comercial em vários outros gêneros, como no filme de comédia The Pacifier (2005), enquanto sua atuação em Find Me Guilty (2006) foi elogiada.

Ele está representado para interpretar o personagem de quadrinhos Bloodshot em sua adaptação cinematográfica, e está programado para aparecer nas sequências de Avatar.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Diesel nasceu no condado de Alameda, Califórnia, com seu irmão gêmeo fraterno, Paul.[1][2] Sua mãe, Delora Sherleen (Sinclair) Vincent, é astróloga.[3][4] Diesel afirmou que ele é "de etnia ambígua".[5] Sua mãe tem ascendência inglesa, alemã e escocesa.[6] Ele nunca conheceu seu pai biológico e afirmou que "tudo o que sei de minha mãe é que tenho conexões com muitas culturas diferentes".[7] Diesel se identificou como "definitivamente uma pessoa de cor",[8] e declarou que o relacionamento de seus pais teria sido ilegal em partes dos Estados Unidos devido a leis anti-miscigenação.[9] Ele foi criado em Nova Iorque por sua mãe caucasiana e padrasto afro-americano, Irving H. Vincent, um instrutor de teatro e gerente de teatro.[2][8][10]

Diesel estreou no palco aos sete anos de idade quando apareceu na peça infantil Dinosaur Door, escrita por Barbara Garson. A peça foi produzida no Theatre for the New City, em Greenwich Village, em Nova Iorque. Seu envolvimento na peça ocorreu quando ele, seu irmão e alguns amigos invadiram o espaço Theatre for the New City, na Jane Street, com a intenção de vandalizá-la. Eles foram confrontados pelo diretor artístico do teatro, Crystal Field, que lhes ofereceu papéis no próximo show, em vez de chamar a polícia.[11][12] Diesel permaneceu envolvido com o teatro durante a adolescência, frequentando o Hunter College de Nova York, onde estudos em escrita criativa o levaram a começar a escrever roteiros. Ele se identificou como um ator "multifacetado".[13]

Carreira[editar | editar código-fonte]

1990–1999: Primeiros trabalhos e reconhecimento[editar | editar código-fonte]

Aos 17 anos, Diesel trabalhou como segurança em alguns clubes de Nova Iorque, adotando então o nome de Vin Diesel.[14][15] No ano seguinte, ele matriculou-se na Hunter College para estudar inglês, onde aperfeiçoou suas habilidades de roteirista, saindo três anos depois, para ir para Hollywood, decidindo continuar a carreira de ator.[14][16]

O primeiro papel de Diesel no cinema foi uma breve aparição não creditada no filme de drama Awakenings (1990). Sua mãe deu-lhe um livro "Filmes ao Preço de Carros Usados", de Rick Schmidt. O livro demonstrou a Vin que ele poderia controlar a sua carreira, fazendo os seus próprios filmes. Conseguiu três mil dólares, escreveu uma história baseada nas suas próprias experiências e filmou em menos de três dias, a curta-metragem Multi-Facial (1995). O filme de 20 minutos foi escrito, produzido, dirigido e estreado por Diesel e mostra a vida de um aspirante a ator que — para conseguir um papel — finge ter uma nacionalidade diferente a cada teste que comparece, mas acabava sempre dando-se mal. O filme acabou por ser exibido no Festival de Cannes e ganhou alguns fãs de peso, entre eles Steven Spielberg, que anotou o nome do ator para, quem sabe, usá-lo num futuro próximo. Feliz com o curta, voltou para Los Angeles e, através de uma campanha de telemarketing, conseguiu quase 50 mil dólares para financiar a sua primeira longa-metragem, "Strays"(1997) e, seis meses após o fim das filmagens, ele foi aceito para o Festival de Cinema de Sundance.[14] Chamou mais uma vez a atenção de Steven Spielberg, que, ainda impressionado com a atuação de Diesel em "Multi-Facial", queria conhecê-lo. Foi convidado para ser um dos soldados comandados por Tom Hanks no premiado O Resgate do Soldado Ryan (1998), filme que ainda contava com Matt Damon, Edward Burns, Giovanni Ribisi e outros. Em 1999, ele forneceu a voz para o personagem-título no filme de animação The Iron Giant.[17]

2000–2009: Velozes e Furiosos e chegada ao estrelato[editar | editar código-fonte]

Diesel na estréia de Fast & Furious em 2009

Em 2000, Diesel teve um papel coadjuvante no thriller de drama Boiler Room, onde apareceu ao lado de Giovanni Ribisi e Ben Affleck. Ainda no mesmo ano, ele conseguiu seu papel de protagonista como o anti-herói Riddick no filme de ficção científica Pitch Black.

Vendo o bom trabalho de Diesel, os produtores do filme Velozes e Furiosos (2001) resolveram dar a Vin Diesel um personagem de destaque na sua nova produção. Diesel Interpretaria Dominic Toretto, o antagonista do personagem interpretado pelo ator Paul Walker.[18] Com o nome em alta, Diesel atuou na comédia de ação Knockaround Guys (2001), ao lado de Barry Pepper, Seth Green e John Malkovich. Diesel também alcançou o estrelato de herói de ação no filme XXx (2002), como o agente secreto Xander Cage, também estrelado por Samuel L. Jackson e Asia Argento. Ele recusou a chance de repetir seus papéis nas sequências: 2 Fast 2 Furious (2003) e XXx: State of the Union (2005).[19] Em vez disso, ele escolheu reprisar seu papel como Riddick em The Chronicles of Riddick, que foi um fracasso nas bilheterias considerando o grande orçamento.[20] Ele também dublou o personagem em dois jogos de videogame e no filme de anime The Chronicles of Riddick: Dark Fury (2004). Interpretou o Tenente Shane Wolfe em The Pacifier (2005), o qual foi um sucesso de bilheteria.[21]

Em 2006, ele escolheu um papel dramático interpretando o mafioso Jack DiNorscio no filme baseado em fatos reais Find Me Guilty, dirigido por Sidney Lumet. Embora tenha recebido elogios da crítica por sua atuação,[22] o filme teve um péssimo desempenho nas bilheterias, arrecadando apenas US$ 2 milhões contra um orçamento de US$ 13 milhões.[23] Mais tarde naquele ano, o ator fez uma aparição em The Fast and the Furious: Tokyo Drift.

Em 2007, Diesel deveria produzir e estrelar o Agente 47 na adaptação cinematográfica do jogo Hitman, mas acabou se afastando e atuando como produtor executivo do filme. Em 2008, ele estrelou o thriller de ação de ficção científica Babylon A.D., que foi um fracasso crítico e nas bilheterias. Diesel retornou à série The Fast and the Furious, juntamente com a maioria do elenco principal do filme original de 2001, em Fast & Furious, lançado em abril de 2009.

2010–presente[editar | editar código-fonte]

O eleco de Fast Five com Natalie Morales para a NBC Today em abril de 2011. Da esquerda para a direita: Dwayne Johnson, Chris Bridges, Jordana Brewster, Diesel e Paul Walker

Vin reprisou seu papel como Dominic Toretto nos próximos quatro filmes da franquia The Fast and the Furious, Fast Five (2011), Fast & Furious 6 (2013), Furious 7 (2015) e The Fate of the Furious (2017).[24][25] Ele novamente deu vida ao personagem Riddick no terceiro filme da série The Chronicles of Riddick, simplesmente intitulado Riddick (2013). Em agosto de 2013, o ator recebeu uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood.[26] Ele dublou Groot no filme Guardians of the Galaxy de 2014, do Universo Cinematográfico Marvel.[27] Ele estrelou o filme de ação e fantasia The Last Witch Hunter (2015).[28] Em 2016, Diesel apareceu no drama de guerra Billy Lynn's Long Halftime Walk, de Ang Lee.

Em 2017, Diesel também reprisou seus papéis como Xander Cage em XXx: Return of Xander Cage,[28] e Groot em Guardians of the Galaxy Vol. 2.[29] Ao longo de vários anos, Diesel discutiu o papel de dois papéis distintos no Universo Cinematográfico Marvel.[30][31][32][33] Quando perguntado ao ator, em entrevista a IGN, ele disse: "Quando Kevin Feige começou a falar comigo sobre ... quem iria pensar? Uma voz para uma coisa e presença para outra seria bastante genial – seria muito genial. Sempre que meu pai me envia um e-mail, no final ele diz 'fique humano' – e é legal e bonito, mas o que ele está realmente tentando dizer. Ele está tentando dizer que fui afetado pela Terrigen Mist? Ele quer me casar de novo?".[33] Em novembro de 2016, o diretor de Guardiões da Galáxia, James Gunn, confirmou que Diesel estava conversando para interpretar Raio Negro (Black Bolt) no filme planejado dos Inumanos, mas foi transformado em uma série de televisão sem a participação de Diesel.

Diesel reprisou seu papel de Groot mais uma vez nos filmes crossover Avengers: Infinity War (2018) e Avengers: Endgame (2019), que combinaram as equipes de super-heróis de Guardiões da Galáxia e Os Vingadores. Ele disse: "[Eu] acho que haverá um momento pelo qual todos esperamos, e se você sabe disso ou não, você está esperando para ver [Groot] e [o Hulk] ter algumas palavras".[34]

Diesel está definido para interpretar o personagem Bloodshot da Valiant Comics no filme de mesmo nome, que será lançado em 2020.[35] Ele também está se juntando ao elenco de Avatar: The Way of Water de James Cameron, com o lançamento agendado em 2021.[36]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

O carro principal de Diesel, um Dodge Charger, de Fast & Furious

Diesel e sua atual parceira, a modelo mexicana Paloma Jimenez, têm três filhos: Hania Riley[37] (nascida em abril de 2008),[38] Vincent Sinclair (nascido em 2010)[39] e Pauline, cuja chegada ele anunciou em março de 2015.[40] O nome Pauline foi uma homenagem de Vin Diesel a seu amigo Paul Walker, que morreu em novembro de 2013.[41] Alguns dias depois, Vin explicou por que escolheu nomear sua filha em homenagem ao falecido ator, em entrevista ao Today da NBC: "Não estou pensando em outra pessoa enquanto corto esse cordão umbilical. Eu sabia que ele estava lá e parecia, você sabe, uma maneira de manter a memória dele parte da minha memória, parte do meu mundo."[42]

Diesel disse em 2006 que prefere manter sua privacidade em relação à sua vida pessoal, afirmando: "Eu não vou colocá-la na capa de uma revista como outros atores. [...] Eu venho do código de silêncio de Harrison Ford, Marlon Brando, Robert De Niro e Al Pacino."[43] Ele expressou seu amor pela República Dominicana e como ele se relaciona com suas facetas multiculturais.[44] Ele conhece seu ex-presidente, Leonel Fernández, e apareceu em um dos anúncios de campanha anteriores de Fernández. Los Bandoleros — um curta-metragem dirigido por Diesel — foi filmado na República Dominicana.[45]

Durante as filmagens de xXx: The Return of Xander Cage em 2016, Diesel realizou um grande sonho de cantar em um coral gospel.[46] O ator — em um intervalo da produção — decidiu se juntar a Sharon Riley & Faith Chorale, o coral de 13 membros que está sendo apresentado no filme, cantando "Oh Happy Day".[46] Em um vídeo no Facebook, postado por um dos membros do coral, Vin explica: "Eu só queria dizer que um sonho meu sempre foi ter confiança para cantar em um coral. Embora minha avó me levasse ao coral todo fim de semana, eu nunca tive tanta confiança para subir lá e cantar".[47][48]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Cinema
Ano Filme Papel Notas
1990 Tempo de Despertar Atendente do Hospital Não creditado
1994 Multi-Facial Mike Curta metragem
Também escritor, diretor e produtor
1997 Instinto Assassino Rick Também escritor, diretor e produtor
1998 O Resgate do Soldado Ryan Soldado Adrian Caparzo
1999 O Gigante de Ferro O Gigante de Ferro Voz
2000 O Primeiro Milhão Chris Varick
Eclipse Mortal Richard B. Riddick
2001 Velozes e Furiosos Dominic "Dom" Toretto
Filhos da Máfia Taylor Reese
2002 Triplo X Xander Cage Produtor executivo
2003 O Vingador Sean Vetter Produtor
2004 A Batalha de Riddick Richard B. Riddick
As Crônicas de Riddick: Fúria Negra Voz
Operação Babá Tenente Shane Wolfe
2006 Sob Suspeita Giacomo "Jackie Dee" DiNorscio
Velozes e Furiosos: Desáfio em Tóquio Dominic "Dom" Toretto Não creditado
2008 Missão Babilônia Hugo Cornelius Toorop
2009 Velozes e Furiosos 4 Dominic "Dom" Toretto Produtor
Los Bandoleros Curta metragem
Também escritor, diretor e produtor
2011 Velozes e Furiosos 5: Operação Rio Produtor
2013 Riddick 3 Richard B. Riddick Produtor
Soldado do Futuro Máquina
Velozes e Furiosos 6 Dominic "Dom" Toretto Produtor
2014 Guardiões da Galáxia Groot Voz
2015 Velozes e Furiosos 7 Dominic "Dom" Toretto Produtor
O Último Caçador de Bruxas Kaulder
2017 Triplo X: Reativado Xander Cage Produtor
Velozes e Furiosos 8 Dominic "Dom" Toretto
Guardiões da Galáxia Vol. 2 Groot Voz
2018 Avengers: Infinity War
Ralph Breaks the Internet
2019 Avengers: Endgame

Principais prêmios e indicações CINA[editar | editar código-fonte]

Ano Resultado Premiação Indicação
2001 Indicado MTV Movie Awards Melhor Ator / Por: Velozes e Furiosos
2004 Framboesa de Ouro A Batalha de Riddick
2018 Vencedor Carburador de Prata Melhor soco de moto
Indicado Melhor Careca Bombado

Referências

  1. «The birth of Paul Sinclair». californiabirthindex.org. Consultado em 1 de setembro de 2019 
  2. a b «Vin Diesel Biography (1967–)». Filmreference.com. Consultado em 1 de setembro de 2019 
  3. «Vin Diesel: From nightclub bouncer to action hero». CNN. 12 de agosto de 2002 
  4. «Vincent, Irving H». encyclopedia.com. Consultado em 1 de setembro de 2019 
  5. Vincent, Mal (22 de junho de 2001). «'The Fast and the Furious' Vin Diesel Opens the Throttle in New Speed Movie and Joins an Elite 'Action-Star' Fraternity». Norfolk, Virginia. The Virginian-Pilot. Consultado em 1 de setembro de 2019 
  6. «VinDiesel explains why Glasgow was perfect to shoot Fast 6». 15 de maio de 2013. Consultado em 1 de setembro de 2019 
  7. Carter, Gregory T. (2008). «From blaxploitation to mixploitation: Male leads and changing mixed race identities». In: Mary Beltrán; Camilla Fojas. Mixed Race Hollywood. New York: New York University Press. p. 210. ISBN 0814799892 
  8. a b «Diesel is running hot». Jam.canoe.ca. 17 de fevereiro de 2000. Consultado em 1 de setembro de 2019. Arquivado do original em 15 de julho de 2012 
  9. Chu, Hanna (26 de agosto de 2013). «Vin Diesel receives star on Hollywood Walk of Fame». KABC-TV. Consultado em 1 de setembro de 2019 
  10. Pearlman, Cindy (9 de agosto de 2002). «Fame game stumps Diesel». Chicago Sun-Times. Consultado em 1 de setembro de 2002 
  11. Vincent, Mal (9 de agosto de 2002). «xXx». Norfolk, Virginia. The Virginian-Pilot. Consultado em 1 de setembro de 2019 
  12. Wloszcyna, Susan (4 de junho de 2004). «Vin Diesel, driving on a tankful of cool». USA Today. Consultado em 1 de setembro de 2019 
  13. «Vin Diesel Shifts Acting Career into High Gear In 'The Fast and the Furious'». Findarticles.com. 9 de julho de 2001. Consultado em 1 de setembro de 2019. Arquivado do original em 4 de maio de 2010 
  14. a b c «Biografia Vin Diesel». Fnac.pt. Consultado em 1 de setembro de 2019 
  15. «Vin Diesel». Britannica.com. Consultado em 1 de setembro de 2019 
  16. «Vin Diesel - Biography». Hellomagazine.com (em inglês). Consultado em 1 de setembro de 2019 
  17. «The Iron Giant (1999)». IMDb. Consultado em 1 de setembro de 2019 
  18. Portal Cinema (15 de Novembro de 2014). «Universal Pictures Planeia Fazer Mais Filmes da Saga Fast & Furious». Portal Cinema. Consultado em 17 de Novembro de 2014 
  19. Joel Stice (18 de julho de 2014). «Why Vin Diesel Turned Down '2 Fast 2 Furious' And Six Other Popular Roles» (em inglês). Uproxx. Consultado em 2 de setembro de 2019 
  20. «The Chronicles of Riddick (2004) - Box Office Mojo». Boxofficemojo.com. Consultado em 2 de setembro de 2019 
  21. «The Pacifier (2005) - Box Office Mojo». Boxofficemojo.com. Consultado em 2 de setembro de 2019 
  22. «Find Me Guilty – Moviehole». moviehole.net. Consultado em 2 de setembro de 2019 
  23. «Find Me Guilty (2006) - Box Office Mojo». Boxofficemojo.com. Consultado em 2 de setembro de 2019 
  24. Ford, Rebecca (23 de abril de 2015). (Prometheus Global Media), ed. «'Furious 8' Gets 2017 Release Date». The Hollywood Reporter. Consultado em 3 de setembro de 2019 
  25. Lang, Brent (23 de abril de 2015). (Penske Media Corporation), ed. «'Furious 8′ to Debut April 14, 2017». Variety. Consultado em 3 de setembro de 2019 
  26. Moult, Julie (27 de agosto de 2013). Daily Mail and General Trust, ed. «Vin Diesel's girlfriend and two children cheer on the actor as he receives his Hollywood Walk of Fame accolade». Daily Mail. Consultado em 3 de setembro de 2019 
  27. Truitt, Brian (21 de dezembro de 2013). «He is Groot: Diesel to star in 'Guardians of the Galaxy'». USA Today. Consultado em 3 de setembro de 2019 
  28. a b Han, Angie (22 de julho de 2014). «'xXx 3′ Is Definitely Happening, Will Shoot in Asia, Says Vin Diesel». /film. Consultado em 3 de setembro de 2019 
  29. Marvel.com, ed. (17 de fevereiro de 2016). «Marvel Studios Begins Production on Marvel's 'Guardians of the Galaxy Vol. 2'». Consultado em 3 de setembro de 2019. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2016 
  30. Gary Collinson. «Vin Diesel hints at second Marvel role, teasing Black Bolt of the Inhumans?». Flickering Myth. Consultado em 3 de setembro de 2019 
  31. Daniel Krupa (16 de outubro de 2015). «Vin Diesel Gives IGN His Best Black Bolt Audition». IGN. Consultado em 3 de setembro de 2019 
  32. «Vin Diesel Teases 'Inhumans' Involvement Again». Screen Rant (em inglês). 29 de dezembro de 2014. Consultado em 3 de setembro de 2019 
  33. a b «Vin Diesel Teases 'Genius' Plan For Black Bolt & Inhumans». Screen Rant (em inglês). 16 de outubro de 2015. Consultado em 3 de setembro de 2019 
  34. Welch, Alex (20 de janeiro de 2016). Screen Rant, ed. «Vin Diesel: Groot & Hulk Must 'Get Down' in Avengers: Infinity War». Consultado em 3 de setembro de 2019. Cópia arquivada em 21 de janeiro de 2017 
  35. Rosie Knight (8 de março de 2018). «Vin Diesel Will Be VALIANT'S BLOODSHOT In Upcoming Sony Adaptation». Nerdist. Consultado em 3 de setembro de 2019 
  36. Jacob Stolworthy (5 de abril de 2019). «Avatar 2 and 3: Vin Diesel joins cast of James Cameron's long awaited sequels» (em inglês). Independent. Consultado em 3 de setembro de 2019 
  37. Marquina, Sierra (16 de março de 2015). «Vin Diesel, Girlfriend Paloma Jimenez Welcome Third Child -- See the Sweet Photo». Us Weekly. Consultado em 3 de setembro de 2019 
  38. Jordan, Julie (5 de junho de 2008). People, ed. «Vin Diesel Becomes a Father». Consultado em 3 de setembro de 2019 
  39. Jordan, Julie (16 de março de 2015). «Vin Diesel Welcomes Third Child». People. Consultado em 3 de setembro de 2019 
  40. Vulpo, Mike (16 de março de 2015). E! News, ed. «Vin Diesel Welcomes His Third Child With Girlfriend Paloma Jiménez—See the First Baby Photo!». Consultado em 3 de setembro de 2019 
  41. Hines, Ree (23 de março de 2015). «Vin Diesel reveals his new baby's very special name, a tribute to Paul Walker». Today. Consultado em 3 de setembro de 2019 
  42. «Vin Diesel shares photo of baby Pauline, named after late friend Paul Walker». hellomagazine.com (em inglês). 1 de junho de 2015. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  43. «Vin Diesel Slams Gay Rumors». hollywood.com (em inglês). 29 de março de 2006. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  44. «Vin Diesel to film in DR». dr1.com. 9 de agosto de 2005. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  45. DominicanToday.com, ed. (30 de julho de 2009). «Vin Diesel "adores" Dominicans, presents 'Los Bandoleros'». Consultado em 4 de setembro de 2019. Arquivado do original em 7 de dezembro de 2014 
  46. a b Christina Simonetti. «Here Is a Video of Vin Diesel Belting Out "Oh Happy Day" With a Gospel Choir» (em inglês). Men's Journal. Consultado em 6 de setembro de 2019 
  47. Madeline Roth (11 de abril de 2016). «Watch Vin Diesel Fulfill His Lifelong Dream Of Singing With A Gospel Choir» (em inglês). MTV News. Consultado em 6 de setembro de 2019 
  48. Rebecca Macatee (11 de abril de 2016). «Vin Diesel Sings "Oh, Happy Day" With a Gospel Choir in Church» (em inglês). Enews. Consultado em 6 de setembro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Vin Diesel