Trilogia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Trilogia é o conjunto de três trabalhos artísticos, geralmente em literatura ou cinema, que estão conectados, mas que podem ser vistos tanto como trabalho único quanto como três obras individuais. O termo também pode ser empregado em produções científicas.[1]

Muitas trilogias são obras de ficção que envolvem os mesmos personagens e/ou cenários, como ocorre nas trilogias de filmes The Godfather, de Francis Ford Coppola; Back to the Future, de Robert Zemeckis; Jurassic Park, de Steven Spielberg; Matrix, dos irmãos Wachowski; The Lord of the Rings, de J. R. R. Tolkien; Pirates of the Caribbean, de Gore Verbinski e Star Wars, de George Lucas, sendo, neste caso, duas trilogias.

No cinema, a trilogia que mais ganhou prêmios foi a de O Senhor dos Anéis, dirigida por Peter Jackson com 17 Oscars.

Há também trilogias de livros como The Lord of the Rings, de J.R.R. Tolkien, Jogos Vorazes, de Suzanne Collins, The Kane Chronicles, de Rick Riordan, Saga Crepúsculo, de Stephenie Meyer Outras trilogias são conectadas apenas pelo tema, como ocorre na trilogia de livros indianistas de José de Alencar, formada pelos romances Iracema, O guarani e Ubirajara.

Trilogia difere de tríptico, que designa três pinturas relacionadas ou conectadas entre si, e que são criadas de uma só vez para serem admiradas como uma obra única.

Significado histórico[editar | editar código-fonte]

Na antiga Grécia, a trilogia era um poema dramático composto de três tragédias que deviam ser representadas conjuntamente.[2]

Referências

  1. Significado de trilogia. Página visitada em 01/05/2012.
  2. Instituto Antônio Houaiss. Houaiss Eletrônico. [S.l.]: Editora Objetiva S.A., 2009.

Ver também[editar | editar código-fonte]