Leonardo DiCaprio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Leonardo DiCaprio
Leonardo na première de The Wolf of Wall Street em 2014.
Nome completo Leonardo Wilhelm DiCaprio
Outros nomes Leo, DiCaprio
Nascimento 11 de novembro de 1974 (41 anos)
Hollywood, Los Angeles, Califórnia
Nacionalidade Povo dos Estados Unidos norte-americano
Ocupação Ator, produtor
Atividade 1990 — atualmente
Oscares da Academia
Melhor Ator
2016 – The Revenant
Globos de Ouro
Melhor Ator em Cinema – Drama
2005 – The Aviator
2016 – The Revenant
Melhor Ator em Cinema – Comédia ou Musical
2014 – The Wolf of Wall Street
Prémios Screen Actors Guild
Melhor Ator em Papel Principal em Cinema
2016 – The Revenant
Prémios BAFTA
Melhor Ator Principal em cinema
2016 – The Revenant
Prémios National Board of Review
Melhor Ator Coadjuvante
1994 – What's Eating Gilbert Grape
2013 – Django Unchained
Outros prêmios
Urso de Prata de Melhor Ator
1997 – Romeo + Juliet
Satellite Awards - Melhor Ator Coadjuvante
2006 – The Departed
Página oficial
IMDb: (inglês)

Leonardo Wilhelm DiCaprio (Los Angeles, 11 de novembro de 1974) é um ator, produtor e filantropo norte-americano ganhador do Oscar de melhor ator por The Revenant.[1] Começou sua carreira aparecendo em comerciais de televisão. É conhecido pela sua participação em filmes como Inception, Titanic, Blood Diamond, The Aviator, Catch Me If You Can, Gangs of New York, The Departed, Django Unchained, The Wolf of Wall Street, The Great Gatsby e The Revenant, entre outros.

Além da representação, DiCaprio tem a sua própria companhia de produção, a Appian Way Productions e é um reconhecido ativista da defesa do meio ambiente.

Biografia[editar | editar código-fonte]

DiCaprio em 2000.

Leonardo DiCaprio nasceu em Hollywood, na Califórnia[2] e é filho único de Irmelin (nome de solteira: Indenbirken), uma secretária nascida na Alemanha, e de George DiCaprio, um artista, produtor e distribuidor de banda desenhada.[3] Ambos os pais de Leonardo são filhos de estrangeiros: o seu avô paterno era italiano[4] e a sua avó paterna era alemã;[5] do lado da mãe, o seu avô era alemão[6] e a sua avó era uma alemã nascida na Rússia.[7] O próprio ator passou uma parte da infância na Alemanha e fala alemão fluentemente.[8]

Os pais de Leonardo conheceram-se na universidade e mudaram-se mais tarde para Los Angeles.[5] Leonardo recebeu o seu nome em honra do artista Leonardo da Vinci uma vez que, segundo a sua mãe, ele deu o seu primeiro pontapé quando ela observava um quadro do artista na Itália quando ela ainda estava grávida.[9]

Os pais de Leonardo divorciaram-se quando ele tinha um ano de idade e ele passou a viver maioritariamente com a mãe.[5] Os dois viveram em vários bairros de Los Angeles e a mãe de Leonardo teve vários empregos para os sustentar.[5]

Leonardo frequentou a Seeds Elementary School e o John Marshall High School depois de frequentar o Los Angeles Center for Enriched Studies durante quatro anos.[10] Porém, o ator desistiu do liceu no seu terceiro ano. Ele nunca foi muito bom aluno, principalmente em matemática, pois tinha bastante dificuldade de atenção, no entanto, mais tarde acabou por conseguir tirar o GED (o diploma de equivalência do 12.º ano).[11]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Leonardo DiCaprio iniciou a carreira quando ainda era criança em anúncios de televisão e filmes educacionais. Em 1990 teve o seu primeiro papel de maior destaque na série Parenthood, e no ano seguinte conseguiu o seu primeiro trabalho num filme com Critters 3, um filme de terror lançado diretamente em vídeo. Ainda em 1991 estreou a série Growing Pains na qual desempenhou o papel recorrente de Luke Brower, um rapaz sem-abrigo que é acolhido pela família Seaver. Em 1993, Leonardo estreou-se no cinema com o filme This Boy's Life, protagonizado por Robert DeNiro. Foi o próprio DeNiro que escolheu Leonardo entre 400 jovens atores para interpretar o papel de seu enteado.[12]

No mesmo ano interpretou o papel de Arnie Grape, o irmão com uma deficiência da personagem de Johnny Depp em What's Eating Gilbert Grape. Com este filme conseguiu sua primeira indicação ao Óscar na categoria de melhor ator coadjuvante/secundário. Nos anos seguintes, o ator destacou-se em filmes como The Basketball Diaries, um biopic sobre o autor e músico Jim Carroll e Romeo + Juliet, uma adaptação moderna da famosa peça de William Shakespeare dirigida por Baz Luhrman e onde interpreta o papel de Romeu.

Porém, foi em 1997 que ganhou a fama internacional com Titanic, vencedor de 11 Óscares da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos[13] e um dos filmes mais rentáveis de sempre.[14] Apesar de não ter conseguido uma indicação para os Óscares, Leonardo conseguiu a sua segunda indicação para os Globos de Ouro.[13]

No ano seguinte, Leonardo protagonizou o filme O Homem da Máscara de Ferro, onde interpretou duas personagens: o rei Luís XIV e o seu irmão gémeo, Philippe. Baseado no romance homónimo de Alexandre Dumas, o filme foi um sucesso de bilheteira, mas recebeu críticas bastante negativas.[15] Leonardo recebeu até um Razzie na categoria de Pior Casal pelos seus papéis.[16] O ator voltou a receber uma indicação para estes prémios na categoria de Pior Ator pelo filme The Beach, estreado em 2000.[16]

Com a entrada nos anos 2000, Leonardo DiCaprio voltou a conquistar credibilidade junto da crítica com filmes como Gangs of New York (2002), dirigido por Martin Scorsese (com quem viria a colaborar em mais quatro projetos)[17] e Catch Me If You Can, dirigido por Steven Spielberg (este último valeu-lhe a sua terceira indicação para os Globos de Ouro).

Em 2004, o ator protagonizou The Aviator (também dirigido por Martin Scorsese), um biopic sobre o excêntrico diretor Howard Hughes. O filme foi um sucesso entre a crítica e venceu cinco Óscares em 2005. O próprio Leonardo recebeu a sua segunda indicação para estes prémios dez anos depois de What's Eating Gilbert Grape, mas não venceu. Porém, venceu o seu primeiro Globo de Ouro na categoria de Melhor Ator em Filme Dramático.

Leonardo DiCaprio com o diretor Martin Scorcese, com quem já trabalhou em cinco filmes.

Em 2006 voltou a trabalhar com Martin Scorsese no filme The Departed, onde interpreta o papel de Billy Costigan, um polícia que se infiltra na máfia irlandesa de Boston. No mesmo ano protagonizou Blood Diamond, onde interpreta Danny Archer, um traficante de diamantes da Rodésia que se envolve na Guerra Civil da Serra Leoa. Ambos os filmes e os desempenhos de Leonardo foram bastante elogiados pela crítica e o ator recebeu indicações duplas para os Globos de Ouro e para os Screen Actors Guild Awards. Recebeu ainda a sua terceira indicação para os Óscares pelo seu desempenho em Blood Diamond.

Em 2008 protagonizou, com Russell Crowe, o filme Body of Lies, dirigido por Ridley Scott. O filme teve críticas mistas e um sucesso moderado nas bilheteiras. No mesmo ano reuniu-se com a sua colega de Titanic, Kate Winslet, no filme Revolutionary Road. O filme, baseado no romance homónimo de Richard Yates, passa-se em 1955 e conta a história de um casal que aparenta ter uma vida perfeita, mas que na verdade está a entrar em desespero com a monotonia. Este filme valeu a DiCaprio a sua sétima nomeação para os Globos de Ouro.

Em 2010, Leonardo DiCaprio protagonizou dois dos filmes da maior sucesso da sua carreira: Shutter Island e Inception. O primeiro é um thriller psicológico dirigido por Martin Scorcese onde interpreta o papel de Teddy Daniels, um agente que investiga um asilo numa ilha e começa a duvidar da sua própria sanidade. O filme rendeu 294 milhões de dólares. No segundo, interpreta o papel de Dom Cobb, um "extrator" que entra nos sonhos das pessoas para obter informações a que não teria acesso de outra forma. Dom é persuadido a plantar uma ideia na mente do herdeiro de uma grande fortuna em troca da sua vida antiga. O filme, dirigido por Christopher Nolan rendeu 825 milhões de dólares e foi indicado para o Óscar de Melhor Filme no ano seguinte.

Leonardo recebeu a sua oitava indicação para os Globos de Ouro em 2012 pelo seu papel de J. Edgar Hoover, um dos fundadores do FBI, no biopic J. Edgar.

Leonardo DiCaprio na estreia francesa de The Revenant.

Ainda nesse ano estreou Django Unchained de Quentin Tarantino. No filme, DiCaprio interpreta o papel do vilão Calvin Candie, um sulista proprietário de escravos. Tanto o filme como DiCaprio foram bastante elogiados e o ator recebeu mais uma nomeação (a nona) para os Globos de Ouro.

Nesta altura, o ator tornou-se num "meme" popular na internet pelo facto de, apesar de ser considerado um dos melhores atores da sua geração e das suas múltiplas indicações aos Óscares, ainda não ter conseguido vencer o prémio.[18] Em 2016 o estúdio The Line Animation desenvolveu mesmo um jogo online chamado Leo's Red Carpet Rampage que tem como objetivo fazer com que o ator ultrapasse vários obstáculos enquanto persegue um Óscar que nunca consegue alcançar.[19]

Em 2013 estrearam mais dois filmes protagonizados por DiCaprio. O primeiro, The Great Gatsby, reuniu-o com o diretor Baz Luhrmann e recebeu críticas mistas, apesar de o desempenho do ator ter sido elogiado. O segundo, The Wolf of Wall Street foi a quinta colaboração do ator com Martin Scorcese e baseia-se na vida do corretor de bolsa Jordan Belfort, que foi preso no final dos anos 1990 por fraude e lavagem de dinheiro. O ator conseguiu a sua décima indicação para os Globos de Ouro e a quarta para os Óscares por este papel.

Em 2015 estreou The Revenant do diretor mexicano Alejandro G. Iñàrritu. O filme, protagonizado por DiCaprio segue a história de um homem que é deixado para morrer pelos seus companheiros depois de ser atacado por um urso durante uma expedição por territórios adversos. O ator venceu os principais prémios da indústria cinematográfica por este papel, incluindo o Globo de Ouro, o BAFTA, o Screen Actors Guild Award e o Óscar.[1]

DiCaprio e Marion Cotillard apareceram na 9ª posição da lista da Forbes sobre os Casais Mais Rentáveis de Hollywood em 2012, graças ao sucesso do filme que eles estrelaram juntos: A Origem. Eles são o único casal da lista que não fizeram parte de uma franquia.[20]

Filantropia e defesa do meio ambiente[editar | editar código-fonte]

Leonardo DiCaprio é um defensor dedicado do meio ambiente e já foi elogiado por vários grupos ambientalistas e instituições pelo seu trabalho,[21] incluindo a ONU que o nomeou seu representante das alterações climáticas em 2014.[22]

Leonardo DiCaprio e John Kerry em 2014.

O ator criou a sua própria fundação de defesa do meio ambiente, a Leonardo DiCaprio Foundation, em 1998. A fundação dedica-se a "preservar os últimos locais selvagens do planeta, a implementar soluções que restaurem o balanço de ecossistemas ameaçados e a procurar soluções a longo prazo para a saúde e bem-estar dos habitantes do planeta Terra".[23] Para além da sua própria fundação, o ator faz parte da direção dos grupos ambientalistas Natural Resources Defense Council (NRDC), Global Green USA e International Fund for Animal Welfare (IFAW). Em 2007, produziu o documentário The 11th Hour, no qual trabalhou durante quatro anos.[24] O documentário conta com a participação de várias personalidades conhecidas da área da defesa do meio ambiente, assim como cientistas e líderes mundiais que discutem o estado do meio ambiente e soluções inovadoras e práticas para a recuperação de ecossistemas.[25] Leonardo encontra-se ainda regularmente com líderes mundiais para discutir questões ambientais.[26] Em 2016, discursou no Fórum Económico Mundial de Davos, condenando a cobiça das empresas exploradoras de petróleo.[27]

Para além do meio ambiente, Leonardo DiCaprio apoia causas como a defesa dos direitos dos homossexuais, mais especificamente a organização GLAAD a quem doou 61 000 dólares em 2013[28] e o fim da exploração de diamantes através do investimento na Diamond Foundry, uma empresa que produz diamantes sintéticos.[29]

Leonardo também já doou dinheiro na sequência de tragédias como o terremoto de 2010 no Haiti[30] e trabalhou com a SOS Children's Villages International em Maputo, onde interagiu com 24 crianças orfãs.[31]

Apoiou ainda as campanhas presidenciais de John Kerry em 2004 e de Barack Obama em 2008 e 2012.[32]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Namorou durante seis anos a modelo brasileira Gisele Bündchen.[33] Também namorou a modelo israelense Bar Refaeli.[34] Em agosto de 2011, foi relatado que ele teve um relacionamento com a atriz Blake Lively desde meados de maio.[35][36] Eles terminaram o relacionamento em outubro de 2011.[37] Entre maio de 2013 e dezembro de 2014, namorou com a modelo alemã Toni Garrn[38] e em 10 de dezembro de 2014 a imprensa internacional divulgou que o ator estava namorando com a top model brasileira Eliza Joenck.[39][40][41][42][43]

Em 2015 namorou com a modelo norte-americana Kelly Rohrbach durante alguns meses, mas o romance terminou antes do final do ano.[44]

Leonardo tem uma casa em Los Angeles e um apartamento em Manhattan, Nova Iorque.[45] Em 2009 comprou uma ilha perto do Belize e planeja construir um resort amigo do ambiente lá.[46] Em 2005, o ator sofreu ferimentos graves no rosto ao ser atingido com uma garrafa partida lançada pela modelo Aretha Wilson numa festa em Hollywood. Depois de assumir a culpa pelo incidente em 2010, a modelo foi condenada a dois anos de prisão.[47]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

DiCaprio em 2002.
DiCaprio no Festival de Berlim em 2010.
Ano Título original Título no Brasil Título em Portugal Papel
1991 Critters 3 Criaturas 3 Critters 3 - O Regresso Josh
1992 Poison Ivy Relação Indecente Malícia Fatal Guy
1993 This Boy's Life O Despertar de um Homem A Vida Deste Rapaz Tobias "Toby" Wolff
What's Eating Gilbert Grape Gilbert Grape - Aprendiz de Sonhador Gilbert Grape Arnie Grape
1995 The Quick and the Dead Rápida e Mortal Rápida e Mortal Fee Herod "The Kid"
The Basketball Diaries O Diário de um Adolescente Grito de Revolta Jim Carroll
Total Eclipse Eclipse de Uma Paixão Eclipse Total Arthur Rimbaud
1996 Romeo + Juliet Romeu + Julieta Romeu + Julieta Romeo Montague
Marvin's Room As Filhas de Marvin Duas Irmãs Hank
1997 Titanic Titanic Titanic Jack Dawson
1998 The Man in the Iron Mask O Homem da Máscara de Ferro O Homem da Máscara de Ferro Rei Luís XIV de França/Filipe
Celebrity Celebridades Celebridades Brandon Darrow
2000 The Beach A Praia A Praia Richard
2001 Don's Plum Conversa de Bar Derek
2002 Catch Me If You Can Prenda-me se For Capaz Apanha-me se Puderes Frank William Abagnale Jr.
Gangs of New York Gangues de Nova York Gangs de Nova Iorque Amsterdam Vallon
2004 The Aviator O Aviador O Aviador Howard Hughes
2006 Blood Diamond Diamante de Sangue Diamante de Sangue Danny Archer
The Departed Os Infiltrados The Departed - Entre Inimigos William "Billy" Costigan Jr.
2007 The 11th Hour A Última Hora A 11ª Hora Narrador
2008 Revolutionary Road Foi Apenas um Sonho Revolutionary Road Frank Wheeler
Body of Lies Rede de Mentiras O Corpo da Mentira Roger Ferris
2010 Shutter Island Ilha do Medo Shutter Island Edward "Teddy" Daniels/Andrew Leeds
Hubble 3D Narrador
Inception A Origem A Origem Dom Cobb
2011 J. Edgar J. Edgar J. Edgar J. Edgar Hoover
2012 Django Unchained Django Livre Django Libertado Calvin Candie
2013 The Great Gatsby O Grande Gatsby O Grande Gatsby Jay Gatsby
The Wolf of Wall Street O Lobo de Wall Street O Lobo de Wall Street Jordan Belfort
2015 The Revenant O Regresso The Revenant: O Renascido Hugh Glass
2017 The Clowded Room The Clowded Room The Clowded Room Billy Milligan
Conquest Conquest Conquest

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Filme Resultado
1994 Melhor ator (coadjuvante/secundário) What's Eating Gilbert Grape Indicado
2005 Melhor ator The Aviator Indicado
2007 Melhor ator Blood Diamond Indicado
2014 Melhor filme The Wolf of Wall Street Indicado
2014 Melhor ator The Wolf of Wall Street Indicado
2016 Melhor ator The Revenant Venceu

Globo de Ouro Golden Globe icon.svg[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Filme Resultado
1994 Melhor ator (coadjuvante/secundário) What's Eating Gilbert Grape Indicado
1998 Melhor ator (drama) Titanic Indicado
2003 Melhor ator (drama) Catch Me If You Can Indicado
2005 Melhor ator (drama) The Aviator Venceu
2007 Melhor ator (drama) Blood Diamond Indicado
2007 Melhor ator (drama) The Departed Indicado
2009 Melhor ator (drama) Revolutionary Road Indicado
2012 Melhor ator (drama) J. Edgar Indicado
2013 Melhor ator (coadjuvante/secundário) Django Unchained Indicado
2014 Melhor filme (comédia/musical) The Wolf of Wall Street Indicado
2014 Melhor ator (comédia/musical) The Wolf of Wall Street Venceu
2016 Melhor ator (drama) The Revenant Venceu

BAFTA[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Filme Resultado
2005 Melhor ator The Aviator Indicado
2007 Melhor ator The Departed Indicado
2014 Melhor ator The Wolf of Wall Street Indicado
2016 Melhor ator The Revenant Venceu

Screen Actors Guild Awards[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Filme Resultado
1997 Melhor elenco Marvin's Room Indicado
1998 Melhor elenco Titanic Indicado
2005 Melhor elenco The Aviator Indicado
2005 Melhor ator The Aviator Indicado
2007 Melhor elenco The Departed Indicado
2007 Melhor ator Blood Diamond Indicado
2007 Melhor ator (coadjuvante/secundário) The Departed Indicado
2012 Melhor ator J. Edgar Indicado
2016 Melhor ator The Revenant Venceu

Festival de Berlim[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Filme Resultado
1998 Melhor ator Romeo + Juliet Venceu

People's Choice Awards[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Filme Resultado
2014 Ator Favorito - Cinema Conjunto da obra em 2013 Indicado
2014 Ator Favorito de Drama - Cinema The Great Gatsby Venceu

AACTA Awards[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Filme Resultado
2014 Melhor ator The Great Gatsby Venceu

Referências

  1. a b «Leonardo DiCaprio is the 2016 Oscar Winner for Best Actor». The Oscars. 29 de fevereiro de 2016. Consultado em 29 de fevereiro de 2016. 
  2. «Leonardo DiCaprio». People (em inglês). People.com. Consultado em 13 de dezembro de 2015. 
  3. Letran, Vivian. (19 de agosto de 2000). "DiCaprio Boosts Artist's Show" (em inglês). Los Angeles Times. ISSN 0458-3035.
  4. «LEONARDO DICAPRIO; Scumsville Superstar; HIS PARENTS WERE HIPPIES AND HE GREW UP IN THE POOREST PART OF TOWN – The People (London, England)». HighBeam Research (em inglês). Highbeam.com. 19/04/1998. Consultado em 13 de dezembro de 2015. 
  5. a b c d Catalano, Grace (1997). Leonardo DiCaprio: Modern-Day Romeo [S.l.: s.n.] ISBN ISBN 0-440-22701-1 Verifique |isbn= (Ajuda). 
  6. Slavicek, Louise Chipley (2012). Leonardo DiCaprio [S.l.: s.n.] ISBN ISBN 978-1-4381-4133-6. Verifique |isbn= (Ajuda). 
  7. «Leonardo DiCaprio's Grandmother Dies». Revista People (em inglês). People.com. Consultado em 13 de dezembro de 2015. 
  8. Encyclopedia of American Cinema for Smartphones and Mobile Devices [S.l.: s.n.] 
  9. «Leonardo DiCaprio – Profile, Latest News and Related Articles» (em inglês). Internet Archive. 28 de março de 2009. Consultado em 13 de dezembro de 2015. 
  10. «General Info – Class of 2012 – Los Angeles Center for Enriched Studies» (em inglês). Lacesmagnetschool.org. Consultado em 13 de dezembro de 2015. 
  11. «Leonardo DiCaprio from High School Dropouts». E! Online (em inglês). Eonline.com. Consultado em 13 de dezembro de 2015. 
  12. «Riding the Wave». People. 26 de janeiro de 1998. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. 
  13. a b «Did you know that The movie “Titanic” won 11 Oscars, but none for…». Things You Didn't Know. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. 
  14. «Titanic (1997) – Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. 
  15. «The Man in the Iron Mask». www.rottentomatoes.com. 1998-03-13. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. 
  16. a b «The Best Actors Who Won Razzies». Ranker. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. 
  17. «Leonardo DiCaprio, Martin Scorsese Reunite for 'Devil in the White City'» (em inglês). Variety. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. 
  18. «Os 20 melhores memes do Leonardo DiCaprio em busca do Oscar». Filmow. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. 
  19. «Neste game, é você quem ajuda DiCaprio a (finalmente) ganhar um Oscar». HuffPost Brasil. Consultado em 17 de fevereiro de 2016. 
  20. «Hollywood's Top Earning On-Screen Couples». Forbes (em inglês). Forbes.com. 
  21. Satow, Julie. (03/04/2015). "Leonardo DiCaprio Builds an Eco-Resort". The New York Times. ISSN 0362-4331.
  22. «Leonardo DiCaprio appointed UN climate change representative – BBC News» (em inglês). BBC News. Consultado em 17 de fevereiro de 2016. 
  23. «About the Leonardo DiCaprio Foundation: Leonardo DiCaprio Foundation». leonardodicaprio.org. Consultado em 17 de fevereiro de 2016. 
  24. «Leonardo DiCaprio | Leaders | WWF». World Wildlife Fund. Consultado em 17 de fevereiro de 2016. 
  25. «The 11th Hour». DocumentaryHeaven. Consultado em 17 de fevereiro de 2016. 
  26. Carucci, John. (07/01/2016). "Leonardo DiCaprio happy world leaders are taking climate change seriously — The actor has been very outspoken about the debate over climate change". The Toronto Star. ISSN 0319-0781.
  27. Wearden, Graeme. (20/01/2016). "Leonardo DiCaprio savages corporate greed of big oil: 'Enough is enough'" (em en-GB). The Guardian. ISSN 0261-3077.
  28. «Leo DiCaprio Donates $61,000 to Support Gay Rights» (em inglês). E! Online. Consultado em 17 de fevereiro de 2016. 
  29. «10 billionaires and Leonardo DiCaprio invested in a startup that claims it can grow diamonds in 2 weeks». Business Insider Australia. Consultado em 17 de fevereiro de 2016. 
  30. «Leonardo DiCaprio Donates $1 Million For Haiti Relief». MTV News. Consultado em 17 de fevereiro de 2016. 
  31. «Leonardo DiCaprio». 06/01/2009. Consultado em 17 de fevereiro de 2016. 
  32. «Julianne Moore, Leonardo DiCaprio and 20+ Other Stars Make Campaign Appeals to Voters (Video)». The Hollywood Reporter. Consultado em 17 de fevereiro de 2016. 
  33. «Gisele Bündchen e DiCaprio podem estar juntos, diz jornal». O Estado de S. Paulo. 15/08/2006. Consultado em 22 de outubro de 2009. 
  34. «Leonardo DiCaprio e Bar Refaeli terminam namoro, diz 'People'». Universo Online. Folha Online. 9 de junho de 2009. Consultado em 9 de junho de 2009. 
  35. «Blake Lively joins new love Leonardo DiCaprio for a ride through New York». Daily Mail (em inglês). Dailymail.co.uk. 3 de agosto de 2011. Consultado em agosto de 2011. 
  36. Talarico, Brittany (7 de junho de 2011). «Tika Sumpter on Blake Lively Dating Leonardo DiCaprio: “He Got Himself a Big Catch”». OK Magazine (em inglês). Okmagazine.com. Consultado em 25 de agosto de 2011. 
  37. «Blake Lively splits with Leonardo DiCaprio». Sydney Morning Herald (em inglês). Smh.com.au. 5 de outubro de 2011. Consultado em 8 de outubro de 2011. 
  38. «Leonardo DiCaprio and model girlfriend Toni Garrn 'officially split'». Mail Online. Consultado em 17 de fevereiro de 2016. 
  39. «Modelo brasileira Eliza Joenck fisga Leonardo DiCaprio». EGO. 10 de dezembro de 2014. Consultado em 15 de dezembro de 2014. 
  40. «Modelo Eliza Joenck sobre affair com Leonardo DiCaprio: 'Estamos Felizes'». EGO. 11 de dezembro de 2014. Consultado em 15 de dezembro de 2014. 
  41. «A catarinense Eliza Joenck está namorando Leonardo DiCaprio». IstoÉ. 12 de dezembro de 2014. Consultado em 15 de dezembro de 2014. 
  42. «Ex de Dado Dolabella, top brasileira está namorando Leonardo DiCaprio». Universo Online. Site da Folha de S. Paulo. 11 de dezembro de 2014. Consultado em 15 de dezembro de 2014. 
  43. «Modelo brasileira confirma que é a nova namorada de Leonardo DiCaprio». Revista Lux. Lux Portugal. 15 de dezembro de 2014. Consultado em 15 de dezembro de 2014. 
  44. «VIDEO: Leonardo DiCaprio and Girlfriend Kelly Rohrbach Have Split». PEOPLE.com. Consultado em 17 de fevereiro de 2016. 
  45. «Leonardo DiCaprio – In Photos: Celebrity 100 Homes». Forbes. Consultado em 17 de fevereiro de 2016. 
  46. «Leonardo DiCaprio buys Dinah Shore's onetime desert home [Photos]». latimes.com. Consultado em 17 de fevereiro de 2016. 
  47. «Model who attacked DiCaprio's face and left huge gashes jailed for two years». Mail Online. Consultado em 17 de fevereiro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons