Johnny Depp

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Johnny Depp
Johnny em 2013
Nome completo John Christopher Depp II
Nascimento 9 de junho de 1963 (53 anos)
Owensboro,  Kentucky
 Estados Unidos
Nacionalidade Povo dos Estados Unidos norte-americano
Ocupação Ator, músico, produtor e cineasta
Atividade 1984-presente
Cônjuge Amber Heard (2015-2016)
Vanessa Paradis (1998-2012)
Lori Anne Allison (1983-1985)
Globos de Ouro
Melhor Ator - Comédia ou Musical
2007 - Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street
Prémios Screen Actors Guild
Melhor Ator (Principal) em Cinema
2003 - Pirates of the Caribbean: The Curse of the Black Pearl
César
César Honorário
1999 - Prêmio Honorário
IMDb: (inglês)

John "Johnny" Christopher Depp II (Owensboro, 9 de junho de 1963) é um ator, músico, produtor de cinema e diretor americano.

Ficou conhecido ao estrelar o filme Edward Scissorhands (Edward Mãos de Tesoura), além de interpretar outros personagens excêntricos, como o Capitão Jack Sparrow na franquia Pirates of the Caribbean (Piratas do Caribe), Willy Wonka em Charlie and the Chocolate Factory (A Fantástica Fábrica de Chocolate) e o Chapeleiro Maluco nos filmes Alice in Wonderland e Alice Through the Looking Glass (Alice no país das maravilhas, Alice através do espelho)

Seus filmes de maior bilheteria foram a série Piratas do Caribe com um total de 3.727 bilhões de dólares, seguido por Alice no País das Maravilhas com 1.24 bilhões em receita global, A Fantástica Fábrica de Chocolate com 474 milhões, Alice através do Espelho com 300 milhões, e O Turista com 278 milhões de dólares mundialmente.[1]

A sua parceria com o diretor Tim Burton rendeu nove filmes, eles são: Edward Scissorhands (Edward Mãos de Tesoura), Ed Wood, Sleepy Hollow (A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça), a refilmagem de Charlie and the Chocolate Factory (A Fantástica Fábrica de Chocolate), a animação Corpse Bride (A Noiva-Cadáver), o musical Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street (Sweeney Todd o Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet), Alice in Wonderland (Alice no País das Maravilhas), e Dark Shadows (Sombras da Noite).

Além de ser um dos maiores e mais bem sucedidos atores da atualidade, Johnny Depp também é um grande musico. Durante a adolescência teve uma banda chamada Six Gun Method, que abriu shows para Iggy Pop, Duran Duran e The B-52s. Em 1986, junto a Bobby Durango, Andy Panik, Jackie D. Jukes, Doug Banks e Mark Barnes, montou a banda Rock City Angels. No ano de 1993 formou uma banda com Gibby Haynes, Sal Jenco e Bill Carter, chamada P, na qual era baixista. E atualmente é guitarrista da banda Hollywood Vampires, também integrada por Alice Cooper e Joe Perry, que se apresentou no Rock in Rio em 2015.

Em 2004, Depp fundou sua produtora de filmes, a Infinitum Nihil, cujo sua irmã, Christi Dembrowski, é presidente. A empresa foi criada para desenvolver projetos nos quais atuará como ator e/ou produtor. A primeira produção da companhia foi The Rum Diary, adaptado do romance de mesmo nome escrito por Hunter S. Thompson. O filme foi roteirizado e dirigido por Bruce Robinson. Ainda em 2011, a produtora lançou o filme Hugo, dirigido por Martin Scorsese. A película foi vencedora de cinco Oscars, em um total de 11 indicações. No ano de 2012, a Infiinitum Nihil produziu o filme Dark Shadows, dirigido por Tim Burton. Em 2013, Johnny foi o produtor do filme The Lone Ranger, dirigido por Gore Verbinski. E em 2015, ele estrelou e produziu Mortdecai, um filme de David Koepp.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Johnny Depp no Festival de Cannes, em 1992.
Pegadas e assinatura de Johnny Depp na Calçada da Fama do Grauman's Chinese Theatre.
Estrela de Johnny Depp na Calçada da Fama em Hollywood.

John Christopher Depp II é filho de John Christopher Depp, um engenheiro, e de Betty Sue Palmer. Com apenas 13 anos mudou-se com a família para a Flórida, após a separação dos seus pais, o que viria a afetar a sua vida daí por diante. Um ano antes os pais haviam-lhe oferecido a sua primeira guitarra.

Desde a adolescência Johnny Depp decidiu que queria ser guitarrista, em vez de passar os seus dias na escola. Aos 16 formou o primeiro grupo, os The Flames, que depois mudou para The Kids e finalmente para Six Gun Method.

Pouco depois de chegar a Los Angeles, em 1983, conheceu Lori Anne Allison, de quem se casou. Foi Lori quem o apresentou a Nicolas Cage, que por sua vez lhe conseguiu a ida ao casting para o seu primeiro filme, A Nightmare on Elm Street (A Hora do Pesadelo). Cage viria a ser um grande amigo do jovem estreante ator. Na lista dos amigos de Depp também estão Marilyn Manson, Leonardo DiCaprio, Tim Burton, Helena Bonham Carter, Marlon Brando, Winona Ryder, Christina Ricci, Al Pacino e Sean Penn.

A vida amorosa de Depp sempre foi bastante movimentada. Ele se casou em 1983, aos 20 anos de idade com a maquiadora Lori Anne Alison e o casamento durou apenas dois anos. Depois vieram os romances com as atrizes Sherilyn Fenn, com quem teve um namoro de cerca de três anos e chegou a ficar noivo, e Jennifer Grey, com quem namorou por um ano. Depois teve um relacionamento com a atriz Winona Ryder, com quem morou junto por alguns anos. O casal ficou noivo após apenas um ano de namoro, mas o noivado acabou em 1993. Depois veio a top-model inglesa Kate Moss, que ele conheceu em Nova Iorque em Janeiro de 1994 e com quem namorou por quatro anos e meio. Em seguida, conheceu a cantora e atriz francesa Vanessa Paradis num hotel em Paris enquanto filmava O Ultimo Portal. Três meses depois ela ficou grávida da primeira filha, Lily-Rose Melody Depp, nascida em 27 de maio de 1999. Ele teve um relacionamento de cerca de 14 anos com Vanessa, que também é mãe de John "Jack" Christopher Depp III nascido em 9 de abril de 2002. Em 2009, no período de pré-produção de seu filme The Rum Diary, Depp conheceu a atriz e modelo texana Amber Heard (sua co-estrela no filme) com quem se casou em 3 de fevereiro de 2015 após alguns anos de relacionamento e um ano de noivado. Em 21 de maio de 2016 anunciaram o divórcio.

Carreira[editar | editar código-fonte]

1984-1990[editar | editar código-fonte]

Johnny Depp conquistou seu primeiro papel em 1984, no clássico do terror A Hora do Pesadelo. Neste filme, Depp deu vida ao personagem Glen Lantz, namorado da protagonista Nancy Thompson, vivida pela atriz Heather Langenkamp. Em uma entrevista, Johnny relatou que conseguiu este trabalho porque a filha do diretor o achou bonito, mas ele provou que era muito mais que isso, pois logo em seguida protagonizou os filmes Férias do Barulho, Queimando-se Lentamente, Cry-Baby, e até teve uma participação especial no filme vencedor do Oscar de 1987, Platoon.

Entre 1987 e 1990, Depp fez parte do elenco principal do seriado 21 Jump Street. Assim que foi convidado para fazer o papel do policial Tom Hanson ele recusou, pois não queria trabalhar com seriados. Outro ator então deu vida ao personagem, mas os produtores da Fox não ficaram satisfeitos com a sua atuação, pois o acharam velho demais para o papel. Johnny foi convidado novamente, e quando finalmente aceitou o papel, as cenas foram re-filmadas. Este trabalho, além de ter dado bastante notoriedade a Johnny Depp, também o tornou um ídolo juvenil e um símbolo sexual.

Foi no ano de 1990, que John protagonizou o filme Edward Mãos de Tesoura. Além de ter sido considerado pelos críticos o melhor filme da década de 90 e ter dado a Depp muito reconhecimento e prestigio, foi este filme que marcou o início de uma das parcerias mais importantes do cinema, parceria esta entre o diretor Tim Burton e Johnny Depp. O orçamento do filme foi de 20 milhões de dólares, e o lucro foi cinco vezes maior que o valor gasto, um faturamento considerado alto para a época. Até hoje, Burton considera Edward Mãos de Tesoura o seu melhor filme, e foi este excêntrico personagem que rendeu a Depp a sua primeira indicação ao Globo de Ouro.

1991-2000[editar | editar código-fonte]

Em 1991, Johnny reviveu o primeiro personagem de sua carreira, Glen Lantz, no filme Pesadelo Final: A Morte de Freddy. No ano de 1993, Depp protagonizou o filme Gilbert Grape - Aprendiz de Sonhador. Este filme marcou o início da carreira do ator Leonardo DiCaprio, que deu vida ao personagem autista, Arnie Grape, papel este que lhe rendeu a sua primeira indicação ao Oscar, na categoria de Melhor Ator Coadjuvante. Logo na sequência, no ano de 1993, John atuou no filme Benny & Joon - Corações em Conflito, no qual o personagem Sam lhe rendeu a sua segunda nomeação ao Globo de Ouro, na categoria de Melhor Ator de Comédia/Musical, além de muitas críticas positivas a sua performance.

Em 1994 foi lançado o filme Ed Wood, dirigido por Tim Burton e estrelado por Johnny Depp. A película foi feita em homenagem ao considerado pior diretor de cinema de todos os tempos. Ela retrata as produções dos filmes de Edward Davis Wood Jr., inclusive Plan 9 From Outer Space (Plano 9 do Espaço Sideral), que foi considerado o pior filme de todos os tempos. Protagonizado por Depp, o ator deu a este personagem uma das melhores atuações de sua carreira, sendo indicado consecutivamente ao Globo de Ouro e elevando ainda mais o seu status em Hollywood. Burton relatou que fez esta homenagem a Ed Wood porque o diretor foi uma de suas principais influencias na criação de suas obras, incluindo Edward Mãos de Tesoura. O filme foi aclamado pela crítica, recebendo 92% de aprovação do renomado site Rotten Tomatoes.

O Bravo, lançado em 1997, foi dirigido e roteirizado por Johnny Depp. O roteiro foi escrito junto com seu irmão D. P. Depp e Paul McCudden, e onde além de atuar ao lado de Marlon Brando, John faz um índio cherokee, tribo da qual ele descende. Este filme rendeu a Depp uma indicação ao Palma de Ouro no Festival de Cannes, em 1997. No ano seguinte, Johnny foi o protagonista do filme Medo e Delírio, papel este que lhe rendeu diversos elogios vindos dos críticos, além de muitos considerarem o filme um dos melhores de sua carreira.

No ano de 1999 foi retomada a parceria entre Depp e Burton, no filme A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça, onde Johnny da vida ao personagem Ichabod Crane. O filme além de ter sido muito bem recebido pela crítica e recebido o Oscar de Melhor Direção de Arte, também faturou mais de 200 milhões de dólares em bilheteria, e o papel ainda redeu a John uma indicação ao Prêmio Saturno, na categoria de Melhor Ator. E no dia 19 de novembro de 1999, Johnny Depp foi homenageado com uma estrela na Calçada da Fama. E no ano 2000, além de ter estrelado Chocolate, ele compôs junto à Rachel Portman duas músicas para o filme.

2001-2010[editar | editar código-fonte]

Em 2001, Depp atuou no filme Profissão de Risco, que conta a história de George Jung, um ex-narcotraficante americano. Foi em 2003 que Johnny deu vida pela primeira vez a um de seus personagens mais lendários, o Capitão Jack Sparrow, em Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra. O filme foi um sucesso comercial faturando quase 700 milhões de dólares em bilheteria, além de ter sido aclamado pela crítica, e levado Depp a sua primeira nomeação ao Oscar, na categoria de Melhor Ator, em 2004.

No ano seguinte ele foi novamente indicado ao Oscar, desta vez por sua atuação no filme Em Busca da Terra do Nunca, dando vida a James Matthew Barrie. O Rotten Tomatoes deu 83% de aprovação ao filme, e publicou um consenso dizendo: "Não vai passar precisamente para quem procura precisão histórica, mas Finding Neverland é um drama quente, sincero com um charme próprio - e Johnny Depp dá um desempenho gracioso como Peter Pan criador JM Barrie". E em avaliações favoráveis, do Premiere, Glenn Kenny disse: “Eu acho que não há outro ator vivo que pode transmitir a mistura de doçura e paixão com tanta precisão quanto Depp".

Em 2005 foi lançada a refilmagem de A Fantástica Fábrica de Chocolate, no qual o diretor Tim Burton não usou a película de 1971 como inspiração, pois o seu filme foi unicamente baseado no livro infantil Charlie and the Chocolate Factory de Roald Dahl, publicado em 1964. No filme Johnny Depp viveu o excêntrico chocolateiro Willy Wonka, cujo 21 atores foram cotados e queriam o papel, todos eles grandes nomes como Jim Carrey, Adam Sandler, Nicolas Cage, Robin Williams, Will Smith, Brad Pitt, Bill Murray e até o roqueiro Marilyn Manson, mas o escolhido foi Depp, que recebeu até uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Ator de Comédia/Musical pelo personagem, cujo ele teve total liberdade para definir a caracterização. Ainda em 2005, Johnny e Tim fecharam outra parceria, desta vez em um filme de animação em stop motion, A Noiva Cadáver, que teve as vozes de John como Vitor Van Dort e de Helena Bonham Carter como a Noiva Cadáver.

No ano de 2006 foi lançado o segundo filme da franquia Pirates of the Caribbean, que recebeu no Brasil o título de Piratas do Caribe: O Baú da Morte. O filme foi ainda mais promissor que primeiro da série, quebrando dois recordes na América do Norte, maior arrecadação no dia de estreia, com 55,8 milhões de dólares, e maior arrecadação no fim de semana de estreia com 135,6 milhões de dólares. O filme encerrou sua exibição arrecadando 423 315 812 dólares nos Estados Unidos e Canadá e 642 863 913 dólares internacionalmente, para um total de 1.066 179 725 dólares mundialmente, se tornando o oitavo filme de maior arrecadação nos Estados Unidos e Canadá e a quinta maior bilheteria do cinema mundial. E a revista Empire o colocou na lista dos 500 Melhores Filmes da História.  O terceiro filme da série foi lançado pouco tempo depois, em 2007, pois foi gravado junto ao segundo, este filme foi chamado no Brasil de Piratas do Caribe: No Fim do Mundo. A película dirigida por Gore Verbinski, é o filme mais caro já produzido, com um orçamento de 300 milhões de dólares. Atualmente é 22ª maior bilheteria da história do cinema, com um arrecadamento de 960 milhões de dólares.

Ainda em 2007, foi para as telas do cinema o musical Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet. Estima-se que Tim Burton e a produção trabalharam encima deste filme por 25 anos, com o objetivo de não ocorrer falha alguma no enredo ou elenco. Depp assumiu o personagem principal, Sweeney Todd, que além de ter recebido inúmeras críticas positivas, fez com que o ator recebesse a sua terceira indicação ao Oscar, e ainda ganhasse o seu primeiro Globo de Ouro. Em base de 39 avaliações profissionais, o filme alcançou metascore de 83% no Metacritic.

Em 2010 foram lançados dois dos maiores sucessos de bilheteria da carreira de Johnny Depp, Alice no País das Maravilhas e O Turista. Em sua oitava parceria com Tim Burton, Depp deu vida ao Chapeleiro Maluco, neste filme tanto a direção de arte como a atuação de Johnny foram consideradas deslumbrantes pela crítica profissional, e também pelo público, que fez com que o filme faturasse mais de 1,24 bilhões de dólares em bilheteria. Em O Turista, John atuou ao lado de Angelina Jolie, o par fez com que o filme faturasse 278.346.189 dólares nas bilheterias ao redor do mundo, além do site brasileiro "Críticas de Filme" ter destacado a atuação impecável de Depp junto a Jolie. E em 2011, Johnny foi indicado ao Globo de Ouro, na categoria de Melhor Ator de Comédia/Musical por estes dois filmes. Por todos estes sucesso críticos e comerciais Johnny Depp foi eleito o Ator da Década.

2011-presente[editar | editar código-fonte]

No ano de 2011, Depp dublou a animação Rango, que além de ter recebido o Oscar de Melhor Filme de Animação, também rendeu ao ator vários prêmios e indicações por sua dublagem. Neste mesmo ano ainda foi lançado o quarto filme da série Pirates of the Caribbean, o Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas. Este filme, assim como o segundo da franquia, faturou mais de 1 bilhão de dólares, se tornando a 13ª maior bilheteria da história. John recebeu 63 milhões de dólares para reviver o Capitão Jack Sparrow no filme, o que o tornou o ator mais bem pago de 2012, e neste ano ele também recebeu o prêmio MTV Generation pelo fato de ter atravessado gerações.

Em 2012, Johnny Depp retomou sua parceria com Tim Burton, em Sombras da Noite, que além de estrelado, também foi produzido pelo ator. O filme teve um faturamento de mais de 233 milhões de dólares. No mesmo ano foi lançado o filme Anjos da Lei, onde Johnny fez uma participação especial como Tom Hanson, personagem do seriado 21 Jump Street que o ator protagonizou no passado. No ano de 2013 o filme O Cavaleiro Solitário foi lançado, a película arrecadou 260 milhões de dólares nas bilheterias, e foi Depp que criou o visual e todos os trejeitos de seu personagem.

Em 2014 foi lançado o filme de ficção cientifica e mistério dirigido pelo diretor de fotografia Wally Pfister, Transcendence (br: Transcendence: A Revolução). O filme estrelado por Johnny tem uma pontuação de 42/100 com base em comentários de 45 críticos especializados. No ano de 2015 o filme Aliança do Crime, estrelado por Johnny Depp, foi lançado. E o ator, além de ter recebido elogios por sua atuação, também venceu o People's Choice Award de Melhor Ator de Drama em 2016 pelo filme. Em 2016, Depp deu vida novamente ao Chapeleiro Maluco, em Alice Através Do Espelho. O filme faturou 300 milhões de dólares em bilheteria, e segundo os críticos ele é tão bom visualmente quanto Alice no País das Maravilhas. Johnny recebeu 61 milhões de dólares para reviver o Chapeleiro.

Em novembro de 2016 foi anunciada uma pequena aparição de Johnny Depp no primeiro filme da franquia Animais Fantásticos e Onde Habitam na pele do personagem Gerardo Grindelwald. Filme este que um spin-off da franquia Harry Potter, baseado no livro de mesmo nome escrito por J. K. Rowling, que também trabalhou no roteiro da película. O diretor, David Yates, confirmou a presença de Depp no elenco principal dos próximos quatro filmes da série.

O lançamento do quinto filme da franquia Pirates of the Caribbean está previsto para o dia 26 de maio de 2017, cujo título no Brasil é Piratas do Caribe: Os Mortos não Contam Histórias. Estima-se que Johnny Depp recebeu 95 milhões de dólares para retomar a série.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Cinema
Ano Título Papel Notas
1984 A Hora do Pesadelo Glen Lantz
1985 Férias do Barulho Jack Marshall
1986 Platoon Gator Lerner
Queimando-se Lentamente Donnie Fleischer Telefilme
1990 Edward Mãos de Tesouras Edward Primeira parceria com Tim Burton
Cry-Baby Wade "Cry-Baby" Walker
1991 Pesadelo Final: A Morte de Freddy Glen na TV
1993 Gilbert Grape - Aprendiz de Sonhador Gilbert Grape
Benny & Joon - Corações em Conflito Sam
Um Sonho Americano Axel Blackmar
1994 Ed Wood Ed Wood Parceria com Tim Burton
1995 Tempo Esgotado Gene Watson
Dead Man William Blake
Don Juan DeMarco Don Juan
1996 Cannes Man Ele mesmo
1997 O Bravo Raphael Dirigido e roteirizado por Depp.
Donnie Brasco Joe Pistone / Donnie Brasco
1998 Absolutamente Los Angelis Ele mesmo / William Blake
Medo e Delírio Raoul Duke
1999 A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça Ichabod Crane Parceria com Tim Burton
Enigma do Espaço Spencer Armacost
A Fonte Jack Kerouac Documentário
O Último Portal Dean Corso
2000 Chocolate Roux
Antes do Anoitecer Bon Bon / Tenente Victor
Porque Choram os Homens Cesar
2001 Profissão de Risco George Jung
Do Inferno Inspetor Frederick Abberline Baseado na graphic novel de Alan Moore e Eddie Campbell
2002 Perdido em Lá Mancha Ele mesmo Documentário
2003 Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra Capitão Jack Sparrow
Era uma vez no México Sheldon Jeffrey Sands
2004 O Libertino John Wilmot
Viveram Felizes para Sempre L'inconnu
Janela Secreta Mort Rainey Adaptado do livro Secret Window, Secret Garden, de Stephen King
Em Busca da Terra do Nunca Sir James Matthew Barrie
2005 A Noiva Cadáver Victor Van Dort (Voz) Parceria com Tim Burton
A Fantástica Fábrica de Chocolate Willy Wonka Parceria com Tim Burton
2006 Piratas do Caribe: O Baú da Morte Capitão Jack Sparrow
A Alma Cigana Ele mesmo Documentário
2007 Piratas do Caribe: No Fim do Mundo Capitão Jack Sparrow
Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet Sweeney Todd Parceria com Tim Burton
2008 Gonzo: Um Delírio Americano Narrador Documentário
2009 When You're Strange Narrador
Inimigos Públicos John Dillinger
O Imaginário do Dr. Parnassus Anthony "Tony" Shepherd (Imaginário 1) Participação especial
Fundo do Mar 3D Narrador Documentário
Bob Esponja Calça Quadrada Voz
2010 Alice no País das Maravilhas Chapeleiro Maluco Parceria com Tim Burton
O Turista Frank Tupelo
2011 Rango Rango Voz
Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas Capitão Jack Sparrow
O Diário de um Jornalista Bêbado Paul Kemp
Cada um tem a Gêmea que Merece Ele mesmo Participação especial
2012 Sombras da Noite Barnabas Collins Parceria com Tim Burton
Anjos da Lei Tom Hanson Participação especial
2013 O Cavaleiro Solitário Tonto
Lucky Them Matthew Smith Participação especial
2014 Transcendence[2] Dr. Will Caster
Tusk Guy Lapointe
Caminhos da Floresta Lobo
2015 Mortdecai - A Arte da Trapaça Charles Mortdecai
Aliança do Crime Whitey Bulger
Yoga Hosers Guy Lapointe
2016 Alice Através Do Espelho Chapeleiro Maluco
Animais Fantásticos e Onde Habitam Gerardo Grindelwald
2017 Piratas do Caribe: Os Mortos não Contam Histórias Capitão Jack Sparrow
Televisão
Ano Título Papel Notas
1987 21 Jump Street Tom Hanson Seriado

Discografia[editar | editar código-fonte]

Trilhas sonoras
Ano Álbum Música
2001 Chocolat - Original Motion Picture Soundtrack "Minor Swing" feat. Rachel Portman
"Caravan (Instrumental)" feat. Rachel Portman
2002 Arizona Dream (Original Motion Picture Soundtrack) "American Dreamers Old Home Movie" feat. Goran Bregović
2003 Once Upon a Time in Mexico (Original Motion Picture Soundtrack) "Sands Theme" como Tonto's Giant Nuts
2007 Sweeney Todd, The Demon Barber Of Fleet Street: The Motion Picture Soundtrack "No Place Like London" feat. Jamie Campbell Bower
"Poor Thing" feat. Helena Bonham Carter
"My Friends" feat. Helena Bonham Carter
"Pirelli's Miracle Elixir" feat. Edwards Sanders & Helena Bonham Carter
"The Contest" feat. Sacha Baron Cohen & Tomothy Spall
"Wait" feat. Helena Bonham Carter
"Pretty Women" feat. Alan Rickman
"Epiphany" feat. Helena Bonham Carter & Jamie Campbell Bower
"A Little Priest" feat. Helena Bonham Carter
"Johanna" feat. Jamie Campbell Bower & Laura Michelle Kelly
"By The Sea" feat. Helena Bonham Carter
"Final Scene" feat. Helena Bonham Carter, Jamie Campbell Bower, Jayne Wisener, Laura Michelle Kelly & Alan Rickman
2008 The Rum Diary (Original Motion Picture Soundtrack) "The Mermaid Song (Instrumental)"
"Kemp In the Village" feat. JJ Holiday
2012 Dark Shadows: Original Motion Picture Soundtrack "The Joker"
2013 West of Memphis: Voices For Justice (Soundtrack) "Little Lion Man" como Tonto's Giant Nuts (feat. Bruce Witkin), (Cover de Mumford & Sons)
"Damien Echols Death Row Letter, Year 16 1/2" feat. Nick Cave & Warren Ellis Score
Participação
Ano Álbum Artista Música Nota
1995 The Snake Shane MacGowan And The Popes diversas Guitarra, Intérprete [barulhos estranhos de guitarra]
P P diversas Guitarra e Baixo
1997 Be Here Now Oasis "Fade In-Out" Slide guitar
1998 Don't Go Away (single) "Fade Away (Warchild Version)" feat. Lisa Moorish Guitarra
2010 I Put A Spell On You (single) Shane MacGowan & Friends "I Put A Spell On You"
Ex-Maniac Babybird "Unloveable" feat. Adam Marcello
2012 Born Villain Marilyn Manson "You're So Vain" feat. Bruce Witkin & Jason Sutter, (Cover de Carly Simon) Guitarra, Bateria e Produção
Banga Patti Smith "Banga" Guitarra e Bateria
Compilações
Ano Álbum Música
1995 Help "Fade Away" feat. Oasis & Friends Inc.
1997 Kerouac - Kicks Joy Darkness "Madroad Driving..." feat. Come
2011 Hollywood Goes Wild! "Hollywood Affair" feat. Iggy Pop
2012 Son Of Rogues Gallery: Pirate Ballads, Sea Songs & Chanteys "Leaving of Liverpool" feat. Shane MacGowan & Gore Verbinski
"The Mermaid" feat. Patti Smith

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar (EUA)
  • Indicado na categoria de Melhor Ator, por Piratas do Caribe: The Curse of the Black Pearl, em 2003
  • Indicado na categoria de Melhor Ator, por Finding Neverland, em 2004
  • Indicado na categoria de Melhor Ator, por Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street, em 2008
Globo de Ouro (EUA)
  • Indicado na categoria de Melhor Ator de Comédia/Musical, por Alice in Wonderland, em 2011
  • Indicado na categoria de Melhor Ator Comédia/Musical, por The Tourist, em 2011
  • Venceu na categoria de Melhor Ator de Comédia/Musical, por Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street, em 2008
  • Indicado na categoria de Melhor ator de Comédia/Musical, por Pirates of the Caribbean: Dead Man's Chest, em 2007
  • Indicado na categoria de Melhor ator de Comédia/Musical, por A Fantástica Fábrica de Chocolate, em 2006
  • Indicado na categoria de Melhor Ator de Drama, por Finding Neverland, em 2005
  • Indicado na categoria de Melhor Ator de Comédia/Musical, por Pirates of the Caribbean: The Curse of the Black Pearl, em 2004
  • Indicado na categoria de Melhor Ator de Comédia/Musical, por Ed Wood, em 1995
  • Indicado na categoria de Melhor Ator de Comédia/Musical, por Benny & Joon, em 1994
  • Indicado na categoria de Melhor Ator de Comédia/Musical, por Edward Scissorhands, em 1991
BAFTA (Reino Unido)
  • Indicado na categoria de Melhor Ator, por Finding Neverland, em 2005
  • Indicado na categoria de Melhor Ator, por Pirates of the Caribbean: The Curse of the Black Pearl, 2004
Screen Actors Guild Awards (EUA)
  • Indicado na categoria de Melhor Ator, por Black Mass, em 2016
  • Indicado na categoria de Melhor Ator, por Finding Neverland, em 2005
  • Venceu na categoria de Melhor Ator, por Pirates of the Caribbean: The Curse of the Black Pearl, em 2004
  • Indicado na categoria de Melhor Elenco, por Chocolate, em 2001
MTV Movie Awards (EUA)
  • Venceu na categoria de Melhor Vilão, por Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street, em 2008
  • Venceu na categoria de melhor Performance Cômica, por Pirates of the Caribbean: At World's End, em 2008
  • Venceu na categoria de Melhor Performance, por Pirates of the Caribbean: Dead Man's Chest, em 2007
  • Venceu na categoria de Melhor Ator, por Pirates of the Caribbean: The Curse of the Black Pearl, 2004
  • Indicado na categoria de Melhor Comediante, por Pirates of the Caribbean: The Curse of the Black Pearl, em 2004
  • Venceu na categoria de Melhor Comediante, por Benny & Joon, em 1994
  • Indicado na categoria de Melhor Dupla, por Benny & Joon, em 1994
  • Recebeu o prêmio MTV Generation 2012 [3]
Festival de Cannes (França)
Prêmio César (França)
People's Choice Award (EUA)
  • Venceu na categoria de Melhor Ator de Cinema, em 2005
  • Indicado na categoria de Melhor Química na Tela (Kate Winslet), por Finding Neverland, em 2005
  • Venceu na categoria de Melhor Ator de Cinema, em 2006
  • Venceu na categoria de Melhor Ator de Cinema, por Pirates of the Caribbean: Dead Man's Chest, em 2007
  • Venceu na categoria de Melhor Química na Tela (Keira Knightley), por Pirates of the Caribbean: Dead Man's Chest, em 2007
  • Venceu na Categoria de Melhor Ator de Cinema, por Pirates of the Caribbean: At World's End, em 2008
  • Venceu na categoria de Melhor Ator, por Public Enemies, em 2009
  • Venceu na categoria de Melhor Ator da Década, em 2010
  • Venceu na categoria de Melhor Ator de Cinema, em 2010
  • Venceu na categoria de Melhor Ator de Cinema, por Alice in Wonderland, em 2011
  • Venceu na categoria de Melhor Ator por Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides, em 2012
  • Venceu na categoria de Melhor Voz de Animação, por Rango, em 2012
  • Indicado na categoria de Melhor Ator de Cinema, por Dark Shadows, em 2013
  • Venceu na categoria de Melhor Ator de Cinema, em 2014
  • Indicado na categoria de Melhor Ator de Cinema, em 2016
  • Venceu na categoria de Melhor Ator de Drama, por Black Mass, em 2016 [4]
Kids' Choice Awards (EUA)
  • Venceu na categoria de Ator de Cinema Favorito, por Dark Shadows, em 2013
  • Indicado na categoria de Ator de Cinema Favorito, por Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides, em 2012
  • Indicado na categoria de Voz de Animação Favorita, por Rango, em 2012
  • Venceu na categoria de Ator de Cinema Favorito, por Alice in Wonderland, em 2011
  • Venceu na categoria de Ator de Cinema Favorito, por Pirates of the Caribbean: At World's End, em 2008
  • Indicado na categoria de Ator de Cinema Favorito, por Pirates of the Caribbean: Dead Man's Chest, em 2007
  • Indicado na categoria de Ator de Cinema Favorito, por Charlie and the Chocolate Factory, em 2006
  • Indicado na categoria de Voz de Animação Favorita, por Corpse Bride, em 2006
Satellite Awards (EUA)
  • Indicado na categoria de Melhor Ator, por Black Mass, em 2015
  • Venceu na categoria de Melhor Elenco, por Into the Woods, em 2014
  • Indicado na categoria de Melhor Ator de Drama, por Public Enemies, em 2009
  • Indicado na categoria de Melhor Ator de Drama, por Finding Neverland, em 2005
  • Indicado na categoria de Melhor Ator de Comédia/Musical, por Pirates of the Caribbean: The Curse of the Black Pearl, em 2004
  • Indicado na categoria de Melhor Ator de Comédia/Musical, por Once Upon a Time in Mexico, em 2004
  • Indicado na categoria de Melhor Ator de Comédia/Musical, por Sleepy Hollow, em 2000

Broadcast Film Critics Association Awards (EUA)

  • Indicado na categoria de Melhor Ator, por Black Mass, em 2016
  • Indicado na categoria de Melhor Ator, por Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street, em 2008
  • Indicado na categoria de Melhor Elenco, por Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street, em 2008
  • Indicado na categoria de Melhor Ator, por Finding Neverland, em 2005
  • Indicado na categoria de Melhor Ator, por Pirates of the Caribbean: The Curse of the Black Pearl, em 2004
Teen Choice Awards (EUA)
  • Indicado na categoria de Melhor Química, por The Lone Ranger, em 2013
  • Venceu na categoria de Melhor Ator de Ação, por The Tourist, em 2011
  • Venceu na categoria de Melhor Voz de Animação, por Rango, em 2011
  • Indicado na categoria de Melhor Ator de Fantasia, por Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides, em 2011
  • Indicado na categoria de Melhor Ator de Fantasia, por Alice in Wonderland, em 2010
  • Indicado na categoria de Melhor Estrela de Cinema do Verão, por Public Enemies, em 2009
  • Venceu na categoria de Melhor Vilão, por Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street, em 2008
  • Venceu na categoria de Melhor Ator de Aventura, por Pirates of the Caribbean: At World's End, em 2007
  • Venceu na categoria de Melhor Ator de Drama/Ação/Aventura, por Pirates of the Caribbean: Dead Man's Chest, em 2006
  • Venceu na categoria de Melhor Ator de Comédia, por Charlie and the Chocolate Factory, em 2006
  • Indicado na categoria de Melhor Ator de Drama, por Finding Neverland, em 2005
  • Venceu na categoria de Melhor Filme Mentiroso, por Piratas do Caribe: The Curse of the Black Pearl, em 2004
  • Venceu na categoria de Melhor Filme de Ação, por Piratas do Caribe: The Curse of the Black Pearl, em 2004
Jupiter Awards (Alemanha)
  • Indicado na categoria de Melhor Ator Internacional, por Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides, em 2012
  • Venceu na categoria de Melhor Ator Internacional, por Pirates of the Caribbean: At World's End, em 2008
  • Venceu na categoria de Melhor Ator Internacional, por Pirates of the Caribbean: Dead Man's Chest, em 2007
  • Indicado na categoria de Melhor Ator Internacional, por Charlie and the Chocolate Factory, em 2006
  • Indicado na categoria de Melhor Ator Internacional, por Finding Neverland, em 2005
  • Venceu na categoria de Melhor Ator Internacional, por Pirates of the Caribbean: The Curse of the Black Pearl, em 2003
  • Venceu na categoria de Melhor Ator Internacional, por Don Juan DeMarco, em 1995

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

O que chama atenção em Depp também é a sua vida pessoal. Os romances com as atrizes Sherilyn Fenn e Jennifer Grey vieram depois do divórcio da primeira mulher em 1986 e pouco duraram. Com Winona Ryder, com quem noivou, a coisa foi mais concreta, chegando a tatuar "Winona Forever" no seu braço. Depois do fim do namoro, Depp mudou a tatuagem para "Wino Forever" (bêbado para sempre). Depois veio Kate Moss, com quem teve várias idas e voltas. Ele viveu de 1998 a 2012 com Vanessa Paradis, que é mãe dos seus dois filhos: Lily-Rose Melody, nascida em maio de 1999 e Jack, nascido em abril de 2002, cujos nomes são em homenagem aos dois personagens principais do filme de Ridley Scott, Legend, de 1985, com Tom Cruise e Mia Sara nos papéis de Jack e Lily. Depp conheceu Vanessa quando filmava O Último Portal. Ele a viu num bar e pediu que um amigo a convidasse para se juntar a eles. Mesmo não sendo casados no papel, Depp e Paradis se consideravam marido e mulher desde o dia em que começaram a morar juntos, porém se separam em junho de 2012[5].

Em Dezembro de 2013 ficou noivo de Amber Heard que conheceu durante as gravações do filme The Rum Diary, em 2011,[6] casou-se em fevereiro de 2015. Em maio de 2016 separaram-se.[7] Um tribunal de Los Angeles proibiu o ator de se aproximar de Heard que o acusara de violência doméstica.[8] Apesar de tais acusações, duas das ex-companheiras de Depp saíram em sua defesa, assim como sua filha Lily-Rose Depp. Sua ex-esposa Vanessa Paradis considerou as acusações "ultrajantes".[9][10]

Referências

  1. «Most Successful Movies of... Johnny Depp». www.listal.com. Consultado em 2015-11-23. 
  2. Bruno Carmelo (3 de março de 2013). «Novo filme de Johnny Depp ganha data de lançamento e reforço no elenco». AdoroCinema. Consultado em 3 de março de 2013. 
  3. «Johnny Depp é premiado com MTV Generation e homenagem do Black Keys no Movie Awards - Notícias - UOL Cinema». cinema.uol.com.br. Consultado em 2015-11-23. 
  4. http://www.adorocinema.com/noticias/filmes/noticia-118451/
  5. «Flash!Vidas». www.flashvidas.pt. Consultado em 2015-11-23. 
  6. «Johnny Depp vai casar na próxima semana nas Bahamas». diariodigital.sapo.pt. Consultado em 2015-11-23. 
  7. «Casamento de Amber Heard e Johnny Depp chega ao fim». 
  8. «Amber Heard pediu divórcio após ser agredida por Johnny Depp, diz site». Cinema. 2016-05-27. Consultado em 2016-05-27. 
  9. «Filha e ex-mulher de Johnny Depp partem em sua defesa na internet». G1.globo.com. 29/05/2016. Consultado em 31/05/2016. 
  10. «Amigos e familiares defendem Johnny Depp de acusação de violência». O Dia.ig.com.br. 30/05/2016. Consultado em 31/05/2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Johnny Depp
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Johnny Depp