Jenny Slate

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Jenny Slate
Slate na premire de Obvious Child em 2014
Nome completo Jenny Sarah Slate
Nascimento 25 de março de 1982 (39 anos)
Milton, Massachusetts,
 Estados Unidos
Nacionalidade Americana
Ocupação Comediante, escritora e atriz
Atividade 2009presente
Cônjuge Dean Fleischer-Camp (2012-2016)

Ben Shattuck (2019-presente)

Outros prêmios
Critics' Choice Awards - Melhor Atriz em Filme de Comédia (Obvious Child)

Jenny Sarah Slate (Milton, Massachusetts, 25 de março)[1] é uma comediante, atriz e autora americana, mais conhecida por interpretar Donna Stern na comédia dramática da A24 Obvious Child, pela qual venceu o Critics Choice Award de melhor atriz num filme de comédia[2], Dora Skirth na adaptação de Venom (2018) para o cinema, e Mona-Lisa Saperstein, na série de comédia da NBC Parks and Recreation.

Ela também é conhecida por sua extensa carreira em programas de TV, que inclui Saturday Night Live (2009-2010) e por seus trabalhos de dublagem em Bob's Burgers, A Vida Secreta dos Pets, Zootopia e pela série de curtas Marcel The Shell With Shoes On, que também co-escreveu.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Slate nasceu em Milton, Massachusetts, filha de Ron, um poeta e empresário, e Nancy Slate, uma ceramista. Ela é filha do meio e tem duas irmãs chamadas Abigail e Stacey. Jenny foi criada em uma família judia. Sua avó nasceu em Cuba e foi criada na França.[3]

Depois de se formar na Milton Academy como oradora da turma, frequentou a Universidade Columbia e se formou em Literatura, onde ajudou a formar o grupo de improviso Fruit Paunch, estrelou o Varsity Show[4] e conheceu Gabe Liedman, seu parceiro de comédia.[5] Slate formou-se em Columbia no ano de 2004.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Slate apresentando-se com Gabe Liedman em 2007

Comédia stand-up e primeiros trabalhos na televisão[editar | editar código-fonte]

Slate e Gabe Liedman, seu parceiro frequente de comédia, se conheceram em 2000, enquanto estudavam na Universidade Columbia. Ao lado de Liedman, Slate fez parte do grupo de comédia Gabe & Jenny. Big Terrific, seu espetáculo de comédia com Liedman e Max Silvestri, foi eleito o melhor show de variedades em 2008 pela Time Out New York. Big Terrific continuou em cartaz semanalmente até 2015, quando o grupo anunciou o fim devido às rotinas ocupadas dos integrantes.[6]

Nos anos de 2008 e 2009, Slate se apresentou no Upright Citizens Brigade Theater (UCBT) em Nova Iorque, e fez diversas participações como comentarista de programas do VH1.

No início de 2009, ela fez várias aparições no Late Night with Jimmy Fallon. Também teve um papel recorrente em Bored to Death[7], da HBO, ao lado de Zach Galifianakis e Jason Schwartzman.

Em setembro de 2012, foi anunciado que Jenny havia sido contratada para escrever o roteiro de um reboot da franquia Looney Tunes para a Warner Bros. O filme foi descrito sendo um filme "live-action / CGI."[8] Em 2012, estrelou a comédia dramática Obvious Child, de Gillian Robespierre, produzida pela A24,[9] pela qual venceu o Critics Choice Award de melhor atriz num filme de comédia.[2]

Sua primeira aparição em Parks and Recreation foi em 2013, no episódio "Bailout," no qual ela interpretou Mona-Lisa Saperstein. Em 23 de julho de 2013, apareceu em Drunk History, recontando a história da Coca-Cola. Slate fez aparições em diversos programas de televisão, como Bob's Burgers, Girls, The Whitest Kids U' Know, Important Things with Demetri Martin, Raising Hope e Kroll Show, no papel recorrente de Liz B, do quadro PubLIZity.

Passagem pelo 'Saturday Night Live'[editar | editar código-fonte]

Slate fez parte do elenco fixo do Saturday Night Live durante uma temporada, entre 2009 e 2010.[10] Em seu primeiro episódio, ela acidentalmente falou um palavrão, que foi ouvido na transmissão ao vivo, mas removido das reprises.[11] Durante seu breve tempo na série, fez imitações de celebridades (como Hoda Kotb, Lady Gaga, e Kristen Stewart) e tornou-se conhecida por Tina-Tina Chaneuse, uma "garota propaganda" de infomerciais.[12]

O contrato de Slate não foi renovado para a temporada seguinte e, assim, ela deixou o programa.[13] Ao contrário do que é veiculado, Slate não foi demitida por ter proferido um palavrão em rede nacional. Em suas próprias palavras, a comediante afirma que "não fez um bom trabalho".[14]

Trabalho como autora[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2010, ela co-escreveu e dublou Marcel the Shell With Shoes On, que se tornou um sucesso viral.[15][16] Os curtas de Marcel inspiraram dois livros infantis escritos por Slate e Dean Fleischer-Camp:Things About Me, lançado em 1 de novembro de 2011,[17] e The Most Surprised I've Ever Been, de outubro de 2014.[18] Em dezembro de 2016, Slate e seu pai escreveram juntos o livro About the House, sobre sua casa em Milton, Massachusetts.[19] Seu quarto livro, Little Weirds, foi lançado pela Little, Brown and Company no final de 2019, e é um conjunto de crônicas autobiográficas sobre comédia, feminismo e histórias de sua infância.[20] O livro entrou na lista de best-sellers do The New York Times.[21] Algumas das crônicas de Little Weirds foram publicadas na revista The New Yorker.[22][23]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2012, Slate casou-se com o cineasta Dean Fleischer-Camp,[24] com quem colaborou nos livros e curtas-metragens de Marcel the Shell With Shoes On. Ela vivia em Cobble Hill, Brooklyn, antes de se mudar com Fleischer-Camp para Los Angeles no início de 2010[25] Os dois se divorciaram em 2016. Meses depois, namorou o ator Chris Evans, que conheceu durante as gravações do filme “Gifted”. Os dois se separaram em março de 2018.[26]

Em 2019, anunciou o noivado com o escritor e curador de arte Ben Shattuck.[26] Em dezembro de 2020, anunciou a gravidez de seu primeiro filho. Slate e Shattuck vivem em Massachusetts.[27]


Referências

  1. «Jenny Sarah Slate». FamilySearch.org. Consultado em 11 de junho de 2016 
  2. a b Cappadona, Bryanna (16 de janeiro de 2015). «Jenny Slate Is the Lead Actress in a Comedy Winner at the Critics' Choice Awards». Boston Magazine. Consultado em 8 de janeiro de 2021 
  3. «Jenny Slate On Her Career-Making Film 'Obvious Child'». web.archive.org. 23 de outubro de 2015. Consultado em 8 de janeiro de 2021 
  4. Fitzner, Ana. «Varsity Show Reach Exceeds Its Grasp». Consultado em 11 de junho de 2016 
  5. «Jenny Slate». Consultado em 2 de julho de 2014 
  6. «Jenny Slate, Gabe Liedman, and Max Silvestri on the End of Their Weekly Comedy Show, Big Terrific». Vulture (em inglês). Consultado em 8 de janeiro de 2021 
  7. Barrett, Annie (9 de novembro de 2009). «'Bored to Death:' Jenny Slate, please come back». PopWatch. Entertainment Weekly. Consultado em 18 de agosto de 2010 
  8. «Former 'SNL' Star to Write 'Looney Tunes' Reboot Film (Exclusive)». hollywoodreporter.com. 19 de setembro de 2012. Consultado em 11 de junho de 2016 
  9. Johnson, Kjerstin. «New short film is cute, quirky, and candid. And it's about abortion.». Bitch Magazine. Consultado em 18 de agosto de 2010 
  10. «Jenny Slate». Saturday Night Live. Consultado em 28 de setembro de 2009 
  11. «'Saturday Night Live' starts season with F-bomb». Associated Press. 28 de setembro de 2009. Consultado em 11 de junho de 2016. Cópia arquivada em 24 de agosto de 2010 
  12. Itzkoff, Dave (7 de setembro de 2010). «'Saturday Night Live' Cast Adds Four and Loses One More - NYTimes.com». The New York Times. Consultado em 11 de junho de 2016 
  13. Anne, Sarah (8 de setembro de 2010). «Celebritology 2.0 – Jenny Slate leaves 'Saturday Night Live', and we ask, what went wrong?». The Washington Post 
  14. «The Radical Vulnerability of Jenny Slate». InStyle (em inglês). Consultado em 8 de janeiro de 2021 
  15. Lyons, Margaret (17 de agosto de 2010). «Jenny Slates's 'Marcel the Shell with Shoes On' is fantastic». PopWatch. Entertainment Weekly. Consultado em 11 de junho de 2016 
  16. Matheson, Whitney (29 de agosto de 2010). «Exclusive: 'SNL' star Jenny Slate chats about 'Marcel the Shell'». Pop Candy. USA Today. Consultado em 11 de junho de 2016 
  17. Swerdloff, Alexis (3 de novembro de 2010). «Jenny Slate Emerges From Her Shell ... As A Shell». Papermag.com. Consultado em 11 de junho de 2016. Arquivado do original em 6 de novembro de 2010 
  18. «Marcel the Shell: The Most Surprised I've Ever Been by Jenny Slate, Dean Fleischer-Camp: 9780698198999 | PenguinRandomHouse.com: Books». PenguinRandomhouse.com (em inglês). Consultado em 8 de janeiro de 2021 
  19. Bilis, Madeline (11 de março de 2016). «Jenny Slate and Her Father Wrote a Book About Their House in Milton». Boston Magazine. Consultado em 8 de janeiro de 2021 
  20. Epstein, Rachel (1 de janeiro de 2020). «Jenny Slate's 'Little Weirds' Will Make You Feel Things». Marie Claire (em inglês). Consultado em 8 de janeiro de 2021 
  21. Little Weirds (em inglês). [S.l.: s.n.] 5 de março de 2019 
  22. Slate, Jenny. «A Letter from the Committee for Evening Experiences». The New Yorker (em inglês). Consultado em 8 de janeiro de 2021 
  23. Slate, Jenny. «Going to the Restaurant». The New Yorker (em inglês). Consultado em 8 de janeiro de 2021 
  24. Killoran, Ellen (25 de maio de 2011). «The Rise and Fall and Rise of Jenny Slate». L Magazine. Consultado em 11 de junho de 2016 
  25. Battan, Carrie (2 de junho de 2014). «How Jenny Slate Went from an 'SNL' Blunder to 'Obvious Child' Success». Rolling Stone. Consultado em 4 de junho de 2014. Cópia arquivada em 6 de maio de 2016. Slate decamped for Los Angeles a couple of years ago with her now-husband, director Dean Fleischer-Camp. 
  26. a b CNN, Marianne Garvey. «Jenny Slate is engaged to art curator boyfriend Ben Shattuck». CNN. Consultado em 8 de janeiro de 2021 
  27. Wright, Megh (11 de dezembro de 2020). «Jenny Slate Is Now a Pregnant Lady Who Likes to Visit Dead Pets». Vulture (em inglês). Consultado em 8 de janeiro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Jenny Slate