Jenny Slate

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation to english arrow.svg
A tradução deste artigo está abaixo da qualidade média aceitável. É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, tente encontrar a página original e melhore este verbete conforme o guia de tradução.
Jenny Slate
Slate na premire de 'Obvious Child em 2014
Nome completo Jenny Sarah Slate
Nascimento 25 de março de 1982 (35 anos)
Milton, Massachusetts,
 Estados Unidos
Nacionalidade Americana
Ocupação Atriz e Comediante
Atividade 2005presente
Cônjuge Dean Fleischer-Camp ( 2012 - 2016)
IMDb: (inglês)

Jenny Sarah Slate (Milton, Massachusetts, 25 de março)[1] é uma atriz, comediante, dubladora e autora americana mais conhecida por seu papel como Donna Stern em Obvious Child. Ela também é conhecida por fazer parte do elenco de Saturday Night Live (2009-2010) e por suas aparições em séries como House of Lies , Married , Parks and Recreation , Bob's Burgers , Hello Ladies e Kroll Show .

Biografia[editar | editar código-fonte]

Slate nasceu em Milton, Massachusetts, filha de Ron Slate (nascido em 1950), um poeta e autor, e Nancy, uma ceramista. Ela é a filha do meio de três, com duas irmãs chamadas Abigail e Stacey. Ela foi criada em uma família judia. Uma de suas avós, cuja família era proveniente da Rússia e da Turquia, nasceu em Cuba e foi criada na França.

Depois de se formar na Milton Academy como a oradora oficial, frequentou a Universidade Columbia como uma mestre em literatura, onde ela ajudou a formar o grupo de Improvisação Teatral Fruit Paunch, estrelou o Varsity Show[2] e encontrou Gabe Liedman.[3] Slate formou-se na Universidade Columbia em 2004.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ao lado de Gabe Liedman, Slate fazia parte do grupo de comédia Gabe & Jenny. Seus stand-ups ao vivo com Max Silvestri intitulado Big Terrific foram eleitos o melhor show de variedades novas de 2008 por Time Out New York .

Slate pela primeira vez encontrou Liedman em 2000 enquanto frequentava a Universidade Columbia . Eles descrevem sua relação como "o romance não-sexual" e Slate diz: "Eu gosto de pensar em nós como Elaine Benes e George Costanza , mas gostamos um do outro . " ao longo de 2008 e 2009, Slate realizada regularmente seu show de uma mulher intitulada Jenny Slate: Milionária Morta no Upright Citizens Brigade Theater (UCBT) em Nova Iorque.

Slate era mais conhecida como comentadora regular em muitos programas de comentários de VH1 . No início de 2009, ela fez várias aparições no Late Night with Jimmy Fallon . Ela também teve um papel recorrente em Bored to Death[4] e estrelou Obvious Child.[5] Slate fez aparições em programas de televisão, como Bob's Burgers , Girls , The Whitest Kids U' Know, Important Things with Demetri Martin e Raising Hope.

Slate apresentando-se com Gabe Liedman em 2007

Slate juntou-se ao elenco de Saturday Night Live para uma temporada de 2009 a 2010.[6] Em seu primeiro episódio, ela acidentalmente disse "porra" durante seu quadro de estreia "Biker Chick Chat", que foi ouvido na transmissão ao vivo , mas removido de reprises.[7] durante seu breve tempo na série, ela representou celebridades (como Hoda Kotb , Lady Gaga e Kristen Stewart ) e tornou-se conhecida por Tina-Tina Chaneuse, uma "garota propaganda" infomercial que anuncia campainhas personalizadas, buzinas, e despertadores.[8] o contrato de Slate não foi renovado por mais uma temporada e, assim, ela deixou a série.[9]

Em Agosto de 2010, ela co-escreveu e dublou Marcel the Shell With Shoes On, que recebeu um sucesso viral. Isso levou a Marcel the Shell with Shoes on, Dois.[10][11] Slate também escreveu um livro infantil com tema "Marcel", que foi lançado em 1 de novembro de 2011.[12] Seu primeiro grande papel no cinema foi como Zoe em Alvin e os Esquilos 3 ; mais filmes seguidos em 2012, incluindo a voz da mãe de Ted em The Lorax.

Slate apareceu como Liz B. nos quadros recorrentes "PubLIZity" em Kroll Show , assim como muitos outros personagens recorrentes e únicos, se apresentando com capacidade em quase todos os episódios, assim como Jon Daly .

Em setembro de 2012, foi anunciado que Jenny havia sido contratada para escrever o roteiro de um reboot da franquia Looney Tunes para a Warner Bros. . O filme foi descrito sendo um filme "Live-action /CGI"[13] Sua primeira aparição em Parks and Recreation foi em 2013, no episódio "Bailout", no qual ela interpretou Mona-Lisa Saperstein. Em 23 de julho de 2013, ela apareceu em Drunk History recontando a história da Coca-Cola .

Slate co-estrelou com Judy Greer e Nat Faxon na primeira temporada da série Married, da FX[14] Ela deixou a série na segunda temporada, mas ainda apareceu em alguns episódios. Sarah Burns, tomou seu lugar na série.

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2012, Slate casou-se com o cineasta Dean Fleischer-Camp,[15] com quem colaborou nos livros e curtas-metragens de Marcel the Shell With Shoes On. Em 2016 os dois se divorciaram.

Ela vivia em Cobble Hill, Brooklyn , antes de se mudar com o marido para Los Angeles no início de 2010[16]

Em entrevista à MTV News em junho de 2014, quando perguntado se ela é uma feminista , Slate declarou: "Eu sou uma feminista? Foda-se, sim, eu sou uma feminista! Eu acho que, infelizmente, as pessoas que são ameaçadas pelo feminismo pensam que trata-se de pôr o seu sutiã em chamas e ser agressivo, e eu acho que é realmente errado e muito perigoso. "[17]


Referências

  1. «Jenny Sarah Slate». FamilySearch.org. Consultado em 11 de junho de 2016 
  2. Fitzner, Ana. «Varsity Show Reach Exceeds Its Grasp». Consultado em 11 de junho de 2016 
  3. «Jenny Slate». Consultado em 2 de julho de 2014 
  4. Barrett, Annie (9 de novembro de 2009). «'Bored to Death:' Jenny Slate, please come back». PopWatch. Entertainment Weekly. Consultado em 18 de agosto de 2010 
  5. Johnson, Kjerstin. «New short film is cute, quirky, and candid. And it's about abortion.». Bitch Magazine. Consultado em 18 de agosto de 2010 
  6. «Jenny Slate». Saturday Night Live. Consultado em 28 de setembro de 2009 
  7. «'Saturday Night Live' starts season with F-bomb». Associated Press. 28 de setembro de 2009. Consultado em 11 de junho de 2016 
  8. Itzkoff, Dave (7 de setembro de 2010). «'Saturday Night Live' Cast Adds Four and Loses One More - NYTimes.com». The New York Times. Consultado em 11 de junho de 2016 
  9. Anne, Sarah (8 de setembro de 2010). «Celebritology 2.0 – Jenny Slate leaves 'Saturday Night Live', and we ask, what went wrong?». The Washington Post 
  10. Lyons, Margaret (17 de agosto de 2010). «Jenny Slates's 'Marcel the Shell with Shoes On' is fantastic». PopWatch. Entertainment Weekly. Consultado em 11 de junho de 2016 
  11. Matheson, Whitney (29 de agosto de 2010). «Exclusive: 'SNL' star Jenny Slate chats about 'Marcel the Shell'». Pop Candy. USA Today. Consultado em 11 de junho de 2016 
  12. Swerdloff, Alexis (3 de novembro de 2010). «Jenny Slate Emerges From Her Shell ... As A Shell». Papermag.com. Consultado em 11 de junho de 2016 
  13. «Former 'SNL' Star to Write 'Looney Tunes' Reboot Film (Exclusive)». hollywoodreporter.com. 19 de setembro de 2012. Consultado em 11 de junho de 2016 
  14. «FX Orders Series Starring Nat Faxon, Judy Greer, Brett Gelman, and Jenny Slate; Coming in July». Splitsider. 24 de janeiro de 2014 
  15. Killoran, Ellen (25 de maio de 2011). «The Rise and Fall and Rise of Jenny Slate». L Magazine. Consultado em 11 de junho de 2016 
  16. Battan, Carrie (2 de junho de 2014). «How Jenny Slate Went from an 'SNL' Blunder to 'Obvious Child' Success». Rolling Stone. Consultado em 4 de junho de 2014. Cópia arquivada em 6 de maio de 2016. Slate decamped for Los Angeles a couple of years ago with her now-husband, director Dean Fleischer-Camp. 
  17. «Jenny Slate Has The Perfect Answer To The Feminism Question». MTV News. Consultado em 11 de junho de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Jenny Slate