LPM Comunicação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
LPM Comunicação
Logo of LPM
Tipo Sociedade Anónima
Indústria Relações Públicas
Fundação 1986
Fundador(es) Luís Paixão Martins
Sede Lisboa, Portugal
Produtos Consultoria de Comunicação, Assessoria Mediática, Relações Públicas
Website oficial www.lpmcom.pt

A LPM Comunicação é uma empresa portuguesa de conselho em comunicação e relações públicas.[1] Foi fundada em 1986 por Luís Paixão Martins, que introduziu o conceito de consultadoria de comunicação em Portugal.[2] A empresa tem mantido, ao longo dos anos, a liderança no sector.[3]

Atividade[editar | editar código-fonte]

Sob a gestão da LPM Comunicação estão cerca de 100 projetos de comunicação e mais de 80 clientes.[4] Alguns dos clientes da LPM são Banco Espírito Santo, NOS (anteriormente denominada ZON Optimus), Unicer, Futebol Clube do Porto, Turismo de Lisboa, Coca-Cola Company, McDonald's, Nike Inc, Unitel, Auchan, ERA, Abbott Laboratories, Pfizer Consumer Healthcare.

É uma consultora independente, de capital português e com sede em Lisboa mas que, através da deslocalização de equipas ou de parcerias com outras consultoras de Relações Públicas[5] [6], atua também a nível internacional, nomeadamente em Espanha, França, Itália, Reino Unido, Alemanha, Suíça, Bélgica, Brasil, Angola, Moçambique e Cabo Verde.

A empresa tem como fundador e Administrador Luís Paixão Martins e como Diretora-Geral Catarina Vasconcelos.[7] No total trabalham na LPM 75 consultores, gestores, técnicos, assessores, designers, produtores e analistas de Comunicação. É o maior empregador nacional do sector.[8]

Pertence ao grupo Flat Marketing[9], o grupo português do sector com maior faturação – dez milhões de euros, seis milhões de euros em fee income - e que detém 25 por cento da quota de mercado nacional.[10]

Em 2013 o Holmes Report, uma publicação global do mercado de relações públicas, selecionou a LPM Comunicação para o grupo das melhores consultoras ibéricas.[11] [12]

Referências