Laurinda Alves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Laurinda Alves
Nome completo Laurinda Maria Alves Nunes Fernandes
Nascimento 1 de dezembro de 1961 (57 anos)
Lisboa, Portugal Portugal
Residência Lisboa
Cônjuge Miguel Sousa Tavares (divorciada, 1 filho)
Roque da Cunha Ferreira (2016 - presente)
Ocupação Jornalista, escritora, tradutora e professora universitária
Prémios Grau de Comendador da Ordem de Mérito (2000)
Género literário Auto-ajuda, crónica

Laurinda Maria Alves Nunes Fernandes da Cunha Ferreira ComM (Lisboa, 1 de dezembro de 1961) é uma jornalista, escritora, tradutora e professora universitária de Comunicação, Liderança, e Ética na Nova School of Business and Economics.

Biografia[editar | editar código-fonte]

É filha de José Nunes Fernandes e de sua mulher Helena Maria Alves, e irmã de Germano Alves Nunes Fernandes, Paulo Alves Nunes Fernandes (casado com Dulce Louro e pai de Teresa Louro Fernandes e Luísa Louro Fernandes) e de Catarina Alves Nunes Fernandes.

Licenciou-se em Comunicação Social na Universidade Nova de Lisboa e começou a fazer jornalismo quando tinha 20 anos, primeiro como estagiária no departamento de Eurovisão da RTP, depois como coordenadora do Servicio Iberoamericano de Notícias na TVE, em Madrid, e, durante os 12 anos seguintes como repórter da RTP, onde foi distinguida com o Prémio Gazeta do Clube de Jornalistas pelo seu trabalho de investigação sobre o assassinato do general Humberto Delgado.

Colaborou na TSF, na Rádio Renascença e no semanário O Independente. Após ter saído da RTP, fez diversos programas para a SIC, além de colaborar com o diário Público com crónicas semanais e como coordenadora do suplemento Xis. Dirigiu a revista Pais & Filhos e actualmente é jornalista free-lancer. Várias das suas crónicas estão reunidas em diversos livros publicados pela editora Oficina do Livro: Xis Ideias Para Pensar, Um Dia Atrás do Outro, Ideias Xis[1]. Posteriormente os seus livros passaram a ser editados pela editora Clube do Autor.

Em 2000, foi distinguida pelo Presidente Jorge Sampaio, com o grau de Comendador da Ordem de Mérito pela sua contribuição para o debate e defesa das questões educativas.[2].

Em 2009, encabeçou a lista de candidatos ao Parlamento Europeu do recém-criado Movimento Esperança Portugal[3].

Foi casada com o também jornalista Miguel Sousa Tavares, de quem tem um filho, Martim Alves Andresen de Sousa Tavares (Lisboa, 1991). Casou segunda vez a 30 de dezembro de 2016, na Igreja de São Roque em Lisboa, com Roque Maria Cabral da Cunha Ferreira (Lisboa, 30 de outubro de 1954). Afirma-se católica[4].

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Xis ideias para pensar (2000)
  • Um dia atrás do outro : crónicas da vida real (2001)
  • Ideias Xis (2003)
  • Alegria de viver (2005)
  • Atitude Xis: um olhar positivo sobre a vida (2007)
  • Coisas da vida (2009)
  • Ouvir, falar, amar (2011)
  • Quero acreditar (2016)
  • Eu, tu e os outros (2018)

Referências

  1. «Livros de Laurinda Alves na Oficina do Livro». Consultado em 21 de agosto de 2010. Arquivado do original em 29 de abril de 2010 
  2. http://www.wook.pt/authors/detail/id/27546
  3. «Lista de candidatos do MEP ao PE». Consultado em 21 de agosto de 2010. Arquivado do original em 17 de agosto de 2010 
  4. "Há feedback que destrói uma vida inteira"

Ligações externas[editar | editar código-fonte]