Luísa Sobral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luísa Sobral
Informação geral
Nome completo Luísa Maria Vilar Braamcamp Sobral
Nascimento 18 de setembro de 1987 (29 anos)
Origem Lisboa
Nacionalidade Portugal portuguesa
Género(s) soul, pop, jazz
Instrumento(s) voz
Período em atividade 2008 - presente
Editora(s) Universal[1]

Luísa Sobral (Luísa Maria Vilar Braamcamp Sobral, Lisboa, 18 de Setembro de 1987) é uma cantora e compositora portuguesa. Compôs a música Amar pelos dois, interpretada pelo seu irmão Salvador Sobral, que ganhou o Festival Eurovisão da Canção 2017.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Saiu do anonimato em 2003, com apenas 16 anos, como concorrente no programa Ídolos, da SIC onde ficou em 3.º lugar. Pouco tempo depois rumou para os Estados Unidos para estudar na Berklee College of Music, onde terminou a licenciatura em 2009.[2]

Edita o seu álbum de estreia, The Cherry On My Cake, a 14 de março de 2011,[3] que atinge, na primeira semana, a terceira posição das tabelas em Portugal.[4]

Em 2012, torna-se na terceira artista portuguesa a actuar no programa Jools Holland, apresentando canções suas e dividindo o palco com Melody Gardot. Sobral fez também algumas das aberturas da digressão da cantora norte-americana.[5]

Ainda em 2012 grava com Alejandro Sanz (Bailo Con Vos) e David Fonseca "It Shall Pass".

Em 2016 editou Luísa apresentado ao vivo pelo país. O disco foi gravado em Los Angeles, no mítico United Recording Studios, por onde passaram nomes históricos como Frank Sinatra, Ray Charles, Ella Fitzgerald, Jay-Z, Radiohead ou U2. Ao leme da produção esteve Joe Henry, vencedor de três Grammy Awards, que para além de uma sólida carreira em nome próprio assina trabalhos de músicos como Elvis Costello, Solomon Burke, Beck ou Madonna. Para além de produtor, Joe Henry tem também uma sólida carreira artística com 13 discos editados, colaborações com artistas como Brad Mehldau e Bill Frisell e um notável percurso como compositor, com destaque para o seu trabalho com Madonna de quem é um dos principais fornecedores de canções.

Reconhecimento[editar | editar código-fonte]

Durante a estadia nos Estados Unidos, foi nomeada nas categorias Best Jazz Song, no Malibu Music Awards em 2008; Best Jazz Artist no Hollywood Music Awards; International Songwirting Competition em 2007 e The John Lennon Songwriting Competition também em 2008.[1]

Influências[editar | editar código-fonte]

Entre as suas influências, destacam-se nomes como Billie Holiday, Ella Fitzgerald, Chet Baker, Björk, Regina Spektor, Rui Veloso, Jorge Palma, Bernardo Sassetti, Sara Tavares,Maria João e Mário Laginha.[1][6]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio
Singles
  • "Not There Yet" (2011)
  • "Xico" (2011)
  • Mom Says (2013)
  • "My Man" (2016)
  • "Alone" (2016)
Colaborações

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Filha de Salvador Luís Cabral Braamcamp Sobral (Lisboa, Santos-o-Velho, 21 de Maio de 1955), neto paterno do 4.º Conde de Sobral, e de sua mulher e prima-sobrinha em 2.º grau e prima em 3.º grau (5 de Maio de 1984) Luísa Maria Cabral Posser Vilar (Setúbal, Nossa Senhora da Anunciada, 25 de Agosto de 1960), irmã de Bernardo Vilar.[7] Tem um irmão mais novo, Salvador Sobral (28 de Dezembro de 1989), que como ela participou nos Ídolos e que se estreou discograficamente em 2016.

Em janeiro de 2016 anunciou estar grávida de um companheiro que não revelou.[8]

Referências

  1. a b c «Artista - LUÍSA SOBRAL». Universalmusic.pt. Consultado em 29 de Março de 2011 
  2. de maio de 2010 «Bairro Alto - Luísa Sobral» Verifique valor |url= (ajuda). Consultado em 29 de Março de 2011 
  3. «Luísa Sobral Lança Single "Not There Yet"». A-trompa.net. Consultado em 29 de Março de 2011 
  4. «TOP 30 ARTISTAS - SEMANA 12 DE 2011». Afp.org.pt. 14 de Fevereiro de 2011. Consultado em 29 de Março de 2011 
  5. «Luísa Sobral no programa de Jools Holland». Cotonete. Consultado em 2 de Novembro de 2012 
  6. «Entrevista a Luísa Sobral». Rádio e Televisão de Portugal. Consultado em 29 de Março de 2011 
  7. Sobrinha-trineta do 1.º Conde de Alvelos, tetraneta do 2.º Visconde da Azenha e 1.º Conde da Azenha, sobrinha-tetraneta do 1.º Conde de Almarjão e do 2.º Conde da Folgosa, 6.ª neta da 1.ª Condessa de Geraz do Lima, trineta do 1.º Visconde de Moçâmedes e 1.º Conde de Moçâmedes, tetraneta da 2.ª Condessa de Sobral, bisneta do 4.º Conde de Mafra e trineta do 1.º Conde de Burnay, de ascendência Alemã, Holandesa, Italiana e Francesa
  8. «Luísa Sobral está grávida» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.