Lucas Souza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lucas Souza
Informação geral
Nascimento 16 de novembro de 1982 (34 anos)
Origem Vitória, Espírito Santo
País  Brasil
Gênero(s) Rock alternativo, britpop, indie rock, música cristã contemporânea
Ocupação(ões) Cantor, compositor
Instrumento(s) Vocal, violão, guitarra, piano
Período em atividade 20022013
Gravadora(s) Farol Music
Afiliação(ões) SILVA, Heloisa Rosa, Marcos Almeida, Rodolfo Abrantes, Juliano Son
Influência(s) Delirious?, U2, Coldplay

Lucas Silva de Souza, conhecido como Lucas Souza e, as vezes, como Lucas Silva (Vitória, 16 de novembro de 1982) é cantor, compositor, produtor musical, multi-instrumentista, arranjador e empresário brasileiro.

Lucas foi um cantor de rock alternativo proeminente do cenário musical religioso, tendo lançado vários discos entre 2004 e 2012.[1] Iniciou sua carreira em 2002, fundando a Lucas Souza Banda com a presença de vários músicos, especialmente seu irmão Lúcio. O primeiro álbum, Capturado, recebeu a participação da cantora Heloisa Rosa em várias faixas.

Ao longo dos anos, Souza lançou discos ao vivo e em estúdio. Cidade do Amor, lançado em 2009, foi o seu maior êxito de crítica e público. O projeto foi produzido por seu irmão, Lúcio, e masterizado no Abbey Road Studios. Além de ter gravado com vários músicos como Marcos Almeida, Juliano Son e Rodolfo Abrantes, Lucas lançou, em 2012, o CD e DVD Revolução de Jesus, último trabalho de sua carreira como cantor solo. Em 2013, anunciou seu afastamento da Lucas Souza Banda que, a partir daquele momento, passou a se chamar Cidade Acesa.

Desde 2011, passou a trabalhar mais diretamente com o projeto de seu irmão, o cantor Silva. Com Silva, Lucas escreveu composições como "Falando Sério", "Okinawa", "Janeiro", "Eu Sempre Quis", "Feliz e Ponto" e "Noturna (Nada de Novo na Noite)", em parceria com Marisa Monte. Também é empresário e instrumentista de Silva.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Tendo estudado vários instrumentos como piano, sax, violino e violão, foi a partir de 2002 que Lucas iniciou seu caminho dentro da música cristã, e também quando surgiram suas primeiras composições.[3] Nesse mesmo ano juntou-se a um grupo de quatro garotos interessados em fazer um som de caráter estritamente vertical e que se encontravam esporadicamente para tocar. Contudo, a coisa começou a ficar séria a partir de 2003, quando a banda começou a viajar pelo Brasil, atendendo a diversos convites para apresentações.[4] Com diversas composições próprias já finalizadas, no ano seguinte, Lucas Souza Banda lançava seu álbum de estreia, intitulado Capturado.[5]

No ano seguinte, Lucas gravou um disco ao vivo, completamente inédito, chamado Caminho de Revolução. Na época, o cantor disse que a banda ensaiou bastante para o show. "Penso que a grande diferença de gravar ao vivo está na essência da coisa em si. De captar a emoção do momento, de ter a participação do público e de gravar todo mundo ao mesmo tempo, valendo!".[6] Em 2006, o projeto recebeu duas indicações ao Troféu Talento.[7]

Em 2009, Lucas lançou o álbum Cidade do Amor. O disco foi produzido em parceria com seu irmão, Lúcio, e foi mais experimental que os anteriores. O projeto, com influências de britpop, indie rock e blues trouxe, em maior parte, inéditas e com uma maior experimentação de teclados e piano.[8] A masterização se deu no Abbey Road Studios. O disco foi bem recebido pela crítica e, anos depois, foi considerado o 10º melhor álbum dos anos 2000, em uma lista publicada pelo Super Gospel.[9]

Lucas Souza foi um dos mais relevantes nomes da música cristã contemporânea no final dos anos 2000.[10] O artista chegou a se apresentar em turnês pelos EUA, Europa e Japão, além de quase todos os estados brasileiros.[11]

Seu último trabalho foi Revolução de Jesus (2012). O projeto foi composto por 15 faixas que totalizam mais de uma hora. Gravado ao vivo em Vitória, Espírito Santo, no dia 2 de dezembro de 2011, o disco foi mixado por Jeremy Edwardson (produtor de todos os discos do Jesus Culture, Jake Hamilton, dentre outros) e masterizado por Troy Glessner.[12]

Entre o lançamento do álbum Revolução de Jesus, Lucas compôs várias músicas com seu irmão, Lúcio Souza. A parceria entre os dois gerou o EP 2012 que, mais tarde, formou o álbum Claridão, lançado em 2012. Concentrado no trabalho solo de Silva, Lucas acabou fazendo parte da banda de seu irmão como saxofonista e também empresário.[13]

No dia 20 de julho de 2013, Lucas Souza anunciou via Twitter o encerramento oficial das atividades da banda que seguiu com um novo vocalista e o nome Cidade Acesa.[14]

Lucas continuou no cenário musical. Escreveu várias canções dos álbuns Vista pro Mar (2014)[15] e Júpiter (2015), de seu irmão.[16] Também compôs, ao lado de Silva e Marisa Monte, a canção "Noturna (Nada de Novo na Noite)", lançada no álbum Silva Canta Marisa (2016).[17]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio
Álbuns ao vivo
Álbuns de vídeo

Referências

  1. «Lucas Souza Info». Super Gospel. Consultado em 21 de julho de 2013. 
  2. http://rollingstone.uol.com.br/noticia/para-fernanda-takai-silva-e-um-dos-melhores-da-nova-geracao-ouca-parceria-okinawa/
  3. «Biografia de Lucas Souza». Letras.com. Consultado em 16 de maio de 2013. 
  4. Redação Gospel Prime. «Biografia Lucas Souza». Gospel Prime. Consultado em 16 de maio de 2013. 
  5. Roberto Azevedo. «Capturado (Lucas Souza) - Análise». Super Gospel. Consultado em 19 de maio de 2013. 
  6. «Entrevista: Lucas Souza». Super Gospel. 31 de dezembro de 2005. Consultado em 30 de novembro de 2016. 
  7. Redação Gospel+. «Lucas Souza em parceria com a MIG e conferência em São Paulo». Gospel+. Consultado em 31 de março de 2012. 
  8. «Cidade do Amor (Lucas Souza), 2009». Diversitá. Consultado em 30 de novembro de 2016. 
  9. «Site lista melhores álbuns cristãos da década de 2000». Gospel Prime. Consultado em 30 de novembro de 2016. 
  10. Redação Gospel+. «Site diz que Lucas Souza Banda é o futuro da música gospel». Gospel +. Consultado em 18 de julho de 2013. 
  11. «Lucas Souza». Gospel Now. Consultado em 18 de julho de 2013. 
  12. Redação Super Gospel. «Lucas Souza lança o DVD "Revolução de Jesus"». Portal Super Gospel. Consultado em 20 de dezembro de 2012. 
  13. Jennifer Solange Dias. «De Lucas Souza Banda a simplesmente SILVA». Apenas Música. Consultado em 31 de agosto de 2015. 
  14. Marlos. «Lucas Souza anuncia o fim de sua banda». UnderDot. Consultado em 26 de julho de 2015. 
  15. «SILVA anuncia data de lançamento e libera faixas de “Vista Pro Mar”». Rock in Press. Consultado em 2 de dezembro de 2016. 
  16. de Toledo, Giuliana (25 de novembro de 2015). «Silva supera timidez e se solta como cantor romântico em 3º álbum». Folha de S.Paulo. Consultado em 25 de novembro de 2015. 
  17. Ferreira, Mauro. «Silva canta Marisa Monte em disco de estúdio com parceria e voz da artista». G1. Consultado em 2 de dezembro de 2016. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.