Luis Gabelo Conejo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gabelo Conejo
Informações pessoais
Nome completo Luis Gabelo Conejo Jiménez
Data de nasc. 1 de janeiro de 1960 (60 anos)
Local de nasc. San Ramón, Costa Rica
Altura 1,84 m
Apelido El Conejo de la Suerte
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Goleiro
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1980–1988
1989–1990
1990–1992
1993–1994
1996
1997
Costa Rica Ramonense
Costa Rica Cartaginés
Espanha Albacete
Espanha Albacete
Costa Rica Herediano
Costa Rica Ramonense
– (5)

69 (0)
12 (0)

Seleção nacional
1987–1991 Flag of Costa Rica (state).svg Costa Rica 29 (0)

Luis Gabelo Conejo Jiménez (San Ramón, 1 de janeiro de 1960) é um ex-futebolista costarriquenho, considerado um dos melhores jogadores da história do país, e um dos melhores goleiros da sua geração.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nascido em San Ramón, uma pequena cidade próxima a Alajuela, Conejo iniciou a sua carreira de jogador no modesto Ramonense, em 1980, estreando oficialmente em novembro de 1981[1]. Em oito temporadas com a camisa dos Poetas, não conquistou nenhum título, porém suas atuações o credenciaram como um dos melhores goleiros da Costa Rica, além de ter feito gols (foram 5 no total), chamando a atenção do Cartaginés, que o contratou em 1989. Porém, a passagem do goleiro pelos Brumosos foi rápida (uma temporada), mas suficiente para Conejo receber uma proposta para jogar no clube espanhol Albacete, onde alcançou relativo sucesso - foi um dos destaques do elenco campeão da segunda divisão espanhola de 1990–91[2][3], o único título profissional da carreira.

Após 81 jogos pelo Queijo Mecânico (intercalados entre as temporadas de 1990–92 e 1993–94), o goleiro ficou um ano sem defender nenhuma equipe. Voltou à Costa Rica em 1996, desta vez para defender a baliza do Herediano, um dos principais times de seu país, onde também ficou pouco tempo. Em 1997, regressou ao Ramonense, onde pendurou as chuteiras aos 37 anos.

Depois de sua aposentadoria, virou treinador de goleiros, chegando a fazer parte da comissão técnica de seu país na Copa de 2014[4].

Carreira na Seleção[editar | editar código-fonte]

Conejo, que jogava pela Seleção Costarriquenha desde 1987, foi um dos 22 convocados por Bora Milutinović para a Copa de 1990, e foi o escolhido para defender o gol dos Ticos em sua primeira participação no torneio[5].

Na primeira fase, "fechou o gol" contra Escócia e Brasil, e se lesionou na partida contra a Suécia, sendo substituído por Hermidio Barrantes contra a Tchecoslováquia. Mas o substituto não mostrou a mesma segurança que Conejo, e os costarriquenhos foram eliminados da Copa. Foi escolhido como um dos melhores goleiros da Copa, ao lado do argentino Sergio Goycochea[6].

O último torneio disputado pelo goleiro foi a Copa Ouro da CONCACAF de 1991<ref>CONCACAF Championship, Gold Cup 1991 – Full Details Arquivado em 16 de outubro de 2013 no Wayback Machine., quando a Costa Rica ficou na quarta posição.

No final da década de 90, a revista France Football elegeu Conejo um dos 100 melhores jogadores da história das Copas do Mundo.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Albacete

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Buzón de Rodrigo – Carrera deportiva de Gabelo Conejo; La Nación, 30 de junho de 2008 (em castelhano)
  2. Conejo, the Tico talisman; FIFA.com
  3. El Albacete hace historia; Mundo Deportivo, 10 de junho de 2001 (em castelhano)
  4. Luis Gabelo Conejo confiaba en que Keylor Navas sería el mejor de la Liga Española; La Nación, 26 de fevereiro de 2014 (em castelhano)
  5. «Elenco na Copa de 1990». Consultado em 16 de fevereiro de 2016 
  6. 1990 – Italy; at World Cup Brazil