Lura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lura
Lura@Magazzini Generali 01.jpg
Lura num concerto em Milão
Informação geral
Nome completo Maria de Lurdes Assunção Pina
Nascimento 1975
Origem Lisboa
País Portugal
Instrumento(s) Vocal
Período em atividade 1992-
Página oficial www.luracriola.com/

Lura, nascida a 31 de Julho de 1975 em Lisboa, é uma cantora de ascendência cabo-verdiana.

O seu envolvimento no meio artístico começou cedo com participações em projetos teatrais e corais. A sua carreira como cantora despontou em 1996, aos 21 anos, quando gravou seu primeiro álbum, cuja canção título, Nha Vida, foi um sucesso imediato e que lhe rendeu um convite para participar no projeto discográfico Red Hot + Lisbon que reuniu grandes nomes da música lusófona. Em 1998, acompanhou Cesária Évora, o maior nome da música caboverdeana, em dois importantes projetos: abriu os espetáculos daquela cantora na Expo'98 e participou, em Paris, da série de concertos do projeto 'Cesária & friends'.

Tendo aprendido o crioulo caboverdeano de seus colegas de escola e de seus familiares, em pouco tempo Lura já era capaz de falar fluentemente e também compor nessa língua-símbolo de Cabo Verde, que hoje a cantora considera como sendo sua língua materna.

Participou numa das eliminatórias do Festival RTP da Canção de 2001, em conjunto com Paulo Abreu Lima, com o tema "Da Terra À Lua".

Em 2002 lançou o seu segundo álbum, In Love. Em novembro de 2003 foi uma das três cantoras escolhidas para o projeto Women of Cape Verde, uma série de concertos realizada no Reino Unido, o que lhe rendeu convites e o lançamento de seus álbuns em diversos países europeus.

Teve uma pequena participação na terceira série de Morangos com Açúcar, dando vida a Ana Maria, uma mulher grávida que se aloja em casa de Fred (Paulo Rocha).[1]

Em 2006 lança o álbum M´bem di fora, bastante aclamado na sua apresentação a 7 de novembro do mesmo ano no Teatro Tivoli, em Lisboa. Uma obra mais sóbria onde a artista revela uma maior maturidade musical, conseguindo imprimir o seu cunho pessoal a temas de diversos compositores, onde se destaca o nome de Toy Vieira, director artísco do projecto e compositor de alguns de algumas das suas músicas. Segundo a cantora, é uma homenagem aos migrantes que vem do interior em busca de oportunidades nos grandes centros urbanos. A digressão do álbum incluiu concertos na Turquia, Alemanha, França, Brasil, Espanha, Austrália e Itália.Aparece no documentário "Fados" de Carlos Saura.

Em 2009 lança o álbum Eclipse com temas como "Libramor", "Um Dia", "Tabanka" e "Canta Um Tango".

Em 2010 é lançado "Best Of" que inclui os inéditos "Moda Bô" (em dueto com Cesária Évora) e "Amor É Tão Sabe" e os temas mais conhecidos temas como "Na Ri Na", "Ponciana», "Um Dia", "Vazulina", "Quebrod Nem Djosa" ou "Nha Vida". O DVD com o mesmo nome inclui o concerto gravado no Teatro Virginia em Torres Novas, Portugal, com a participação das batucadeiras Voz de África.

Discografia
  • Nha Vida (1996)
  • In Love (Lusafrica, 2002)
  • Di Korpu Ku Alma (Lusafrica, 2005)
  • Di Korpu Ku Alma (Lusafrica, 2005) DVD
  • M'bem di fora (Lusafrica, 2006)
  • Eclipse (Lusafrica, 2009)
  • Best Of (Lusafrica, 2010)
  • Best Of (Lusafrica, 2010) DVD

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.