Luz (álbum de Djavan)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luz
Álbum de estúdio de Djavan
Lançamento 20 de agosto de 1982 (1982-08-20)
Gênero(s)
Duração 41:38
Formato(s)
Gravadora(s) Sony Music
Produção Ronnie Foster
Cronologia de Djavan
Seduzir
(1981)
Lilás
(1984)

Luz é o quinto álbum de estúdio do compositor e cantor brasileiro Djavan, lançado em 20 de agosto de 1982 pela Sony Music. Contém músicas que se tornaram extremamente conhecidas, como "Samurai" (com a participação de Stevie Wonder)[1], "Pétala", "Açaí", "Sina", "Esfinge", "Capim" e "Luz". Quando foi lançado, foi elogiado pala crítica do jornal O Estado de S. Paulo, que afirmou que ele "traz o que seu título sugere: um brilho aos ouvidos e aos olhos. Traz o que há, na opinião dos críticos, de mais vanguardista na música brasileira."[2]

Sobre o álbum[editar | editar código-fonte]

Em 1982, segundo o autor Hugo Sukman, Djavan "recebeu o convite da gravadora CBS (futura Sony Music) para, não só, ser lançado nos Estados Unidos, como também gravar nos estúdios americanos." Ainda de acordo com Hugo, o músico "trabalhou sob a produção de Ronnie Foster, até então um dos principais produtores da soul music americana."[3] A canção "Samurai" foi composta durante as gravações em Los Angeles e contém participação do músico norte-americano Stevie Wonder, fazendo dueto com Djavan na gaita. O álbum também conta com sucessos como "Capim", "Sina", "Pétala", "Açaí", "Esfinge", entre outros.[3]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AllMusic 4 de 5 estrelas.[4]
Notas Musicais 5 de 5 estrelas.[5]

Alvaro Neder do site AllMusic avaliou o álbum com 4 de 5 estrelas, afirmando que o álbum é dividido entre canções românticas e faixas suingadas. O crítico destacou as baladas pop "Pétala" e "Açaí", além de "Nobreza" e "Banho de Rio" (canções acompanhadas de orquestras). Ele também definiu as faixas "Luz," "Capim," "Sina," "Samurai," "Esfinge," e "Minha Irmã" como parte do segmento suingue do álbum, além de destacar que o álbum possui harmonias e melodias interessantes, além dos arranjos influenciados por jazz.[4] Para Mauro Ferreira do site Notas Musicais, que avaliou o álbum com 5 de 5 estrelas e o definiu como "explosão pop", Luz é o "álbum que transformou Djavan em superstar com vendas expressivas, sucessão de hits e uso primoroso dos recursos tecnológicos da época."[5]

Faixas[editar | editar código-fonte]

  • Todas as faixas foram compostas pelo próprio Djavan.
Lado A
N.º Título Duração
1. "Pétala ♀"   4:43
2. "Luz"   4:08
3. "Nobreza"   2:28
4. "Capim"   4:17
5. "Sina"   5:32
Lado B
N.º Título Duração
6. "Samurai ♀" (com Stevie Wonder) 4:48
7. "Banho de Rio"   4:36
8. "Açaí"   4:38
9. "Esfinge"   4:20
10. "Minha Irmã"   2:08

♀ - no relançamento em CD, as duas faixas trocam de posição, sendo que Pétala é a faixa 6, e Samurai a 1.

Músicos[editar | editar código-fonte]

  • Baixo: Abraham Laboriel ( Faixas 1, 2, 5, 6, 8 e 9 )/ Sizão Machado ( Faixas 3, 4 e 10 )
  • Bateria: Harvey Mason ( Faixas 1, 2, 5, 6 e 9 ) / Téo Lima ( Faixas 4, 8 e 10 )
  • Guitarra: Djavan ( Faixas 1, 5, 6, 8 e 9 ) / Paulo Jackson Jr. ( Faixas 5 e 9 )
  • Piano: Jorge Dalto ( Faixas 1, 2, 3, 5, 6, 8 e 9 ) / Luiz Avellar ( Faixas 4 e 10 )
  • Teclados: Ronnie Foster ( Faixas 1, 5, 6 e 10 )


Referências

  1. «Djavan». Biografia: Enciclopédia da Música Brasileira. Art Editora e PubliFolha. Consultado em 22 de dezembro de 2009 
  2. Leite, Edmundo (31 de agosto de 2012). «Alguns discos clássicos já nascem grandes». Acervo Estadão. Grupo Estado. Consultado em 28 de janeiro de 2016 
  3. a b Hugo Sukman. «Luz - Djavan - Luanda». Djavan.com.br. Consultado em 02 de agosto de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  4. a b Alvaro Neder. «Luz - Djavan - AllMusic». AllMusic. Consultado em 02 de agosto de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. a b Mauro Ferreira (01 de dezembro de 2014). «Reedições de discos de Djavan ganham no som e perdem na arte gráfica». Notas Musicais. Consultado em 29 de julho de 2016  Verifique data em: |data= (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Djavan é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.