Marcos Asfora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Marco Asfora)
Ir para: navegação, pesquisa
Marcos Asfora
Marcos Asfora MMA2012 002.jpg
Informações pessoais
Nome completo Marco Antônio Hazin Asfora
Nascimento 24 de junho de 1947 (69 anos)
Recife, Brasil
Nacionalidade  Brasil
Títulos Mestre FIDE (1986)

Marco Antônio Hazin Asfora (Recife, 24 de junho de 1947) é um enxadrista brasileiro, detentor do título de Mestre FIDE e Mestre Nacional Postal pelo Clube de Xadrez Epistolar Brasileiro, além de ser considerado um dos maiores divulgadores do enxadrismo no Nordeste. Foi ainda o campeão brasileiro de xadrez epistolar pelo Clube de Xadrez Epistolar Brasileiro, entidade que representa oficialmente a International Correspondence Chess Federation no Brasil, no ano de 1987.

Asfora é formado em engenharia civil pela Escola Politécnica de Recife e é engenheiro concursado. No início de 2007 estava preparando uma coletânea de suas melhores partidas comentadas.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Asfora aprendeu a jogar xadrez aos nove anos de idade com a orientação do pai Alexandre Asfora e sua primeira participação em xadrez de competição ocorreu no Torneio dos Escolares Salesianos na década de 1960. Na mesma época passou a frequentar o Clube de Xadrez do Recife, levado pelo tio Eduardo Asfora, um outro grande enxadrista que alcançou, por três vezes, a posição de vice-campeão brasileiro. Posteriormente Eduardo veio a orientar Marcos durante o seu desenvolvimento até que o jovem discípulo atingisse o nível magistral.

Marcos Asfora ministrando uma simultânea em 2006.

Marcos Asfora foi por duas vezes presidente da Federação Pernambucana de Xadrez, sendo ainda o fundador da Academia Pernambucana de Xadrez, que esteve em funcionamento no período compreendido entre os anos de 1993 e 2003. Em 2007, exerce os cargos de vice-presidente da Confederação Brasileira de Xadrez e diretor da Biblioteca Estadual de Xadrez Christiano Lyra, fundada por Miguel Arraes em 1989, pertencendo atualmente à Secretaria de Esportes. Foi autor de uma coluna de enxadrismo publicada todos os domingos no Jornal do Commercio de 1988 a 1990.

Em 1986, Marcos Asfora foi o primeiro enxadrista do Nordeste a receber o título vitalício e internacional de Mestre FIDE. Recebeu o título em Fortaleza das mãos do GM Jaime Sunye Neto, o então presidente da Confederação Brasileira de Xadrez.

Os grandes mestres que mais o influenciaram em sua carreira foram Capablanca, Tal e Robert Fischer. Segundo Asfora, "nenhum outro jogador da história foi maior do que Fischer". Na literatura enxadrística, se declara um grande admirador dos tratados de Roberto Grau, um célebre enxadrista e didata argentino.

Titulações[editar | editar código-fonte]

Recordes[editar | editar código-fonte]

  • Asfora é recordista brasileiro da partida mais longa jogada no Brasil na cidade de Bebedouro, em São Paulo. A partida com Acyr Rogério Calçado, que teve 194 lances, durou 21 horas e 30 minutos e ocorreu na semifinal do Campeonato Brasileiro em 1992.
  • É recordista de maior número em participações em finais de campeonatos brasileiros, com dezoito participações.
  • Foi por nove vezes Campeão Pernambucano de Xadrez.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • ALMEIDA, Manuel. Estrevista Asfora. Revista Xadrez!. Recife : Monograf, ano 2, n.4, março, 2004.
  • FILGUTH, Rubens. Xadrez de A a Z: dicionário ilustrado. Porto Alegre : Artmed, 2005. 240 pp. (ver verbete Mestre FIDE).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

A Wikipédia possui o
Portal de Enxadrismo