Marco Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Marco Silva
Informações pessoais
Nome completo Marco Alexandre Saraiva da Silva
Data de nasc. 12 de julho de 1977 (42 anos)
Local de nasc. Lisboa, Portugal
Altura 1,80 m
Informações profissionais
Equipa atual Everton
Função Treinador
Clubes de juventude
1992–1995
1995–1996
Cova da Piedade
Belenenses
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1996–1997
1997–1998
1998–2001
1999–2000
2001
2002–2003
2003–2004
2004–2005
2005–2011
Belenenses
Atlético
Trofense
Campomaiorense (emp.)
Rio Ave
Braga B
Salgueiros
Odivelas
Estoril Praia
00001 000(0)
00006 000(0)
00065 000(1)
00001 000(0)
00009 000(0)
00028 000(1)
00022 000(0)
00034 000(0)
00121 000(2)
Times/Equipas que treinou
2011–2014
2014–2015
2015–2016
2017
2017–2018
2018–
Estoril Praia
Sporting
Olympiacos
Hull City
Watford
Everton
00116
00053
00048
00022
00026
00033
Última atualização: 7 de março de 2019

Marco Alexandre Saraiva da Silva (Lisboa, 12 de julho de 1977) é um ex-futebolista e treinador português. Durante a sua carreira de jogador, Marco Silva atuava como lateral direito. Atualmente, é treinador do Everton.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Começou a jogar a nível profissional no Belenenses em 1996 e passou por Atlético Clube de Portugal, Clube Desportivo Trofense, Sporting Clube Campomaiorense, Rio Ave Futebol Clube, Sporting Clube de Braga B, Sport Comércio e Salgueiros e Odivelas Futebol Clube acabando a sua carreira como jogador no Estoril em 2011.

Iniciou a sua carreira de treinador na época seguinte 2011/12 tornando-se no 1º ano, campeão nacional da 2ª Liga promovendo o Estoril para a 1ª Liga. Na época de promoção 2012/13 alcançou o 5º lugar no campeonato e apuramento para a Liga Europa. No ano seguinte qualificou-se de novo para a Liga Europa, subindo 1 lugar na classificação ficando em 4ª lugar no final do campeonato. Também treinou o Sporting durante a época 2014/15, ganhando uma Taça de Portugal a 16ª do clube e ficando em 3º lugar no campeonato.

Em 7 de Julho de 2015 assinou um contrato para ser o treinador principal do clube grego Olympiacos.[1][2] Nessa 1ª época no Campeonato Grego de Futebol de 2015/16 sagrou-se campeão em Fevereiro com 22 vitórias à 24ª jornada conquistando o 43ª título da história do clube. Na Grécia recebeu a alcunha de "New Special One". Acabou por falhar a conquista da taça da Grécia não conseguindo a "dobradinha". No dia 23 de Junho de 2016 abandonou o cargo de treinador do campeão grego. Os media grego argumentam que a rescisão se deve a divergências com a direção do clube no que toca à preparação da época desportiva 2016/2017.[3]

Em 5 de Janeiro de 2017 assinou contrato para ser o treinador do clube inglês Hull City. Na altura da contratação, o Hull City estava na zona da despromoção da Premier League. Vários comentadores ingleses criticaram a contratação devido à inexperiência a treinar clubes ingleses, considerando irrelevante a sua passagem de sucesso pelo campeonato grego.

Pela sua passagem no Hull City, Marco Silva não comprou jogadores e utilizou o plantel que já existia. Traçou como objectivo a permanência na Premier League. No seu jogo de estreia, contra o Swansea City, venceu por 2-0, quebrando um jejum de 10 jogos sem vitórias. No entanto, apesar das várias tentativas, e de alcance de uma pontuação surpreendente em apenas quatro meses, não conseguiu atingir o objectivo. No dia 25 de Maio de 2017, a direcção do clube confirmou a rescisão e a saída do técnico. Em comunicado no site, a direcção disse: "O clube pode anunciar que Marco Silva optou por abandonar a sua posição como treinador principal. A confirmação foi atrasada devido à finalização dos termos da rescisão."[4] A direcção ainda acrescentou "Embora desapontados com a saída de Marco, gostaríamos uma vez mais de deixar registado o nosso apreço pelos seus esforços e da equipa técnica. Apesar de ter estado apenas a comandar por um curto período de tempo, o técnico de 39 anos tornou-se num firme favorito dos fãs e vai para sempre ser recordado pelo seu esforço de manter o nosso estatuto de Premier League".[4] O técnico, no seu facebook, deixou como mensagem: "Foi uma experiência emocionante, como o nosso staff, jogadores e fãs se juntaram num bravo esforço de se manterem na Premier League, e todos acreditamos que, se tivéssemos começado a nossa jornada mais cedo nesta época, teríamos alcançado o que os fãs merecem verdadeiramente, ver o Hull City manter o seu estatuto de Premier League."[5] Terminou a mensagem com "Continuarei a ser adepto do clube."[5]

A 25 de Maio de 2017, a imprensa portuguesa e inglesa noticiou que Marco Silva poderia estar a caminho do FCP, o que significaria o seu regresso ao Campeonato português. No entanto também consideraram prováveis como possíveis destinos para o treinador o Crystal Palace, Watford, Southampton e o Leicester City. [6]

A 27 de Maio de 2017, o Watford confirmou a contratação de Marco Silva por duas temporadas.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Clube[editar | editar código-fonte]

Estoril
Sporting

Individual[editar | editar código-fonte]

Olympiacos[editar | editar código-fonte]

Campeonato Grego de Futebol – Primeiro Nível: 2015/2016

Referências

  1. «O novo treinador do Olympiacos é Marco Silva!». Olympiacos F.C. Official Website. 7 de julho de 2015. Consultado em 8 de julho de 2015 
  2. http://www.eurosport.es/futbol/marco-silva-nuevo-entrenador-del-olympiacos_sto4813101/story.shtml
  3. «Marco Silva deixa o Olympiacos». Ojogo. Consultado em 20 de setembro 2016 
  4. a b «Marco Silva Opts To Leave The Tigers» (em inglês). Consultado em 25 de maio de 2017. Arquivado do original em 25 de maio de 2017 
  5. a b «Marco Silva». www.facebook.com. Consultado em 25 de maio de 2017 
  6. Polden, Jake (25 de maio de 2017). «5 clubs Marco Silva could join as he quits Hull City». mirror 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) treinador(a) de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.