Mary Burns, Fugitive

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mary Burns, Fugitive
A Fugitiva (BR)
 Estados Unidos
1935 •  p&b •  84 min 
Direção William K. Howard
Produção Walter Wanger
Roteiro C. Graham Baker
Louis Stevens
Gene Towne
Elenco Sylvia Sidney
Melvyn Douglas
Alan Baxter
Pert Kelton
Wallace Ford
Brian Donlevy
Gênero policial
Distribuição Paramount Pictures
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Mary Burns, Fugitive (br: A Fugitiva) é um filme estadunidense de 1935, do gênero policial, dirigido por William K. Howard. Sylvia Sidney outra vez interpreta a vítima sofredora neste elogiado thriller, mas quem rouba a cena é Alan Baxter, como o gângster marido da heroína[1] .

Segundo A. C. Gomes de Mattos, a iluminação é "germânica"[2] .

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Mary Burns, proprietária de uma cafeteria, casa-se com o Don 'Babe' Wilson, sem saber que ele é um gângster. As circunstâncias acabam fazendo com que ela seja presa e condenada por crimes cometidos pelo marido. O amigo Barton Powell pouco pode fazer para ajudá-la, pois está preso à cama por causa de um ferimento, mas o detetive Harper permite que ela fuja da prisão. Ele espera, assim, chegar até 'Babe' Wilson e prendê-lo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Sylvia Sidney Mary Burns
Melvyn Douglas Barton Powell
Alan Baxter Don 'Babe' Wilson
Pert Kelton Goldie Gordon
Wallace Ford Detetive Harper
Brian Donlevy Spike
Esther Dale Kate
Frank Sully Steve

Referências

  1. EAMES, John Douglas, The Paramount Story, Londres: Octopus Books, 1985 (em inglês)
  2. MATTOS, A. C. Gomes de, Hollywood Anos 30, Rio de Janeiro: EBAL - Editora Brasil-América, 1991

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • EAMES, John Douglas, The Paramount Story, Londres: Octopus Books, 1985 (em inglês)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Mary Burns, Fugitive