Meningite asséptica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Meningite asséptica
Ressonância magnética de cérebro com meningite bacteriana asséptica
Classificação e recursos externos
CID-10 G03
CID-9 322.0
DiseasesDB 945
MedlinePlus 000614
MeSH D008582

Meningite asséptica ou meningite estéril é uma condição na qual existe uma inflamação das camadas que revestem o cérebro, as meninges, mas que não é causada por bactérias piogénicas.[1]

É mais comum em crianças menores de 5 anos e adultos imunocomprometidos.

Causas[editar | editar código-fonte]

Vírus

Os vírus mais comumente associados com meningite são[2][3]:

Fungos[3]
Bactérias não-piogênicas[3]

Bactérias que não produzem pus e doenças que podem causar:

Outras[3]

Sinais e sintomas[editar | editar código-fonte]

Os sintomas clássicos de qualquer meningite são[4]:

  • Dor de cabeça
  • Irritabilidade
  • Sensibilidade a luz
  • Perda de apetite
  • Rigidez da nuca
  • Febre
  • Sonolência
  • Dor abdominal

Podem durar de 3 a 6 dias

Sinais de complicações:

  • Dor na nuca
  • Convulsões
  • Confusão mental
  • Inchaço na cabeça em bebês

Tratamento[editar | editar código-fonte]

Deve-se tratar a causa. Em casos virais a maioria melhora em 7 a 10 dias mesmo sem tratamento, pode-se usar antivirais como ribavirina, aciclovir ou foscarnet para acelerar a cura dependendo do vírus. Meningites bacterianas tem tratamentos antibióticos específicos. Medicamentos que causem alergia devem ser trocados. Analgésicos e anti-inflamatórios podem ser usados para reduzir os sintomas. [5]

Referências