Mick McCarthy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mick McCarthy
Mick McCarthy Wolverhampton Wanderers Manager.jpg
Informações pessoais
Nome completo Michael Joseph McCarthy
Data de nasc. 7 de fevereiro de 1959 (59 anos)
Local de nasc. Barnsley,  Reino Unido
Informações profissionais
Equipa atual Sem clube
Posição Treinador (Ex-zagueiro)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1977–1983
1983–1987
1987–1989
1989–1990
1990
1990–1992
Inglaterra Barnsley
Inglaterra Manchester City
Escócia Celtic
França Lyon
Inglaterra Millwall (emp.)
Inglaterra Millwall
Total
272 (7)
140 (2)
48 (8)10 (1)
6 (0)
29 (2)
505 (20)
Seleção nacional
19841992 Flag of Ireland.svg Irlanda 00 57 0000(2)
Times/Equipas que treinou
1992–1996
1996–2002
2003–2006
2006–2012
2012–2018
Inglaterra Millwall
Flag of Ireland.svg Irlanda
Inglaterra Sunderland
Inglaterra Wolverhampton Wanderers
República da Irlanda Ipswich Town
203
68
147
270
279
Última atualização: domingo, 09 de dezembro de 2018

Michael Joseph McCarthy (Barnsley, 7 de fevereiro de 1959) é um ex-jogador e atualmente técnico de futebol irlandês nascido na Inglaterra.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou a carreira em 1977, no Barnsley, onde passaria seis anos. Mudou-se em 1983 para o Manchester City, saindo em 1987 para jogar na Escócia, no Celtic. McCarthy encerraria a carreira em 1992, após passar ainda por Lyon e Millwall.

Seleção[editar | editar código-fonte]

Foi um dos vários nativos da Inglaterra que foram incorporados à Seleção Irlandesa a partir dos anos 80, reestruturando a seleção, até então à sombra dos vizinhos da Irlanda do Norte. McCarthy participou da estréia da Irlanda em Copas, na edição de 1990, quando a equipe fez campanha além das expectativas, sendo eliminada nas quartas-de-final por 1 x 0 pela anfitriã Itália.[1]

Treinador[editar | editar código-fonte]

Ao mesmo tempo em que encerrava a carreira no Millwall, passou a ser técnico do clube, treinando a equipe por mais quatro anos. Saiu em 1996 para treinar a Irlanda, tendo a missão de rejuvenescer um elenco que já passava dos 30 anos de idade e, depois de não ter conquistado a vaga para a Copa de 1998 e a Eurocopa de 2000, conseguiu obter a classificação para a Copa de 2002.

O selecionado, que perdera seu capitão e principal jogador, Roy Keane, depois de se envolver numa briga com McCarthy na concentração da equipe em Saipan (Marianas Setentrionais), foi eliminado em um grande jogo contra a Espanha, nas cobranças de pênaltis, com McCarthy demonstrando seu lado folclórico ao comandar de calção e chuteiras a equipe. Após o Mundial, treinou o Sunderland durante 3 temporadas, e em 2006 mudou-se para o Wolverhampton Wanderers, permanecendo por 6 anos no clube, acabando por sair em 2012 devido aos maus resultados. Em novembro do mesmo ano assinou com o Ipswich Town, comandando os Tractor Boys em 279 partidas (105 vitórias, 78 empates e 96 derrotas). Deixou a agremiação em abril de 2018, antes do encerramento da temporada, contrariando os planos do Ipswich de que McCarthy sairia ao término de seu contrato.

Referências

  1. «Elenco IRL na Copa de 1990». Consultado em 16 de agosto de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]