Miguel Vieira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Miguel Vieira
Nascimento 1966 (50 anos)
São João da Madeira
 Portugal
Nacionalidade Português
Ocupação Estilista
Página oficial
www.miguelvieira.pt/

Miguel Vieira nasceu em 1966 em São João da Madeira e é um dos mais conceituados designers de moda portugueses, não só ao nível nacional mas também internacionalmente.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 1988, Miguel Vieira cria a sua marca e a primeira colecção Miguel Vieira para mulher. Mais tarde lançaria a sua primeira colecção masculina.

No ano de 1991 expõe pela primeira vez uma colecção em todos os salões da Expofashion da Filmoda, onde se torna um participante habitual.

Em 1994 lança a colecção Miguel Vieira Sapatos - Homem e, no ano seguinte, a colecção Miguel Vieira Sapatos - Senhora.

1996 foi um ano em que o designer marcou presença em diversos eventos. Moda Lisboa, Porto Moda e o salão Modacalzado, em Madrid, foram alguns dos mais importantes. Este ano também ficou marcado pelo lançamento da colecção Miguel Vieira Marroquinaria e Malas - Homem e Senhora.

Em 1997 coloca as suas colecções nas principais capitais da moda (Paris, Londres, Milão, Madrid e Atenas, Istambul, Nova Iorque, Tóquio). Expõe também no Portugal Fashion, além de outros eventos nos quais é presença regular (Moda Lisboa, Filmoda, Porto Moda, Vestir o Milénio, …).

Em 1998, além dos habituais desfiles, marca presença em diversas feiras de calçado (Midec em Paris, Micam em Milão, …).

Foi um dos poucos designers portugueses a alcançar as mais exigentes semanas de moda mundiais, apresentando as suas colecções na Paris Fashion Week, na São Paulo Fashion Week, na Milan Fashion Week, na Barcelona Fashion Week e na Madrid Fashion Week, entre outras.

No ano de 2004, o extenso percurso do estilista foi motivo de um convite do Biography Channel para realizar a sua biografia.

Nomeado por diversas vezes, foi galardoado com um Globo de Ouro em 2007 para a Personalidade do Ano na categoria de moda, e em 2012 como Melhor Designer na categoria de moda.

Em 30 de Janeiro de 2006 foi condecorado com o grau de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique, pelo presidente da República Portuguesa Jorge Sampaio.

Nesse mesmo ano foi agraciado com a Medalha de Mérito Municipal de Ouro, atribuída pela Câmara Municipal de São João da Madeira e, em 2009, recebeu o Prémio Infante D. Henrique na categoria de Inovação.

A sua linha é descrita como casual chic e quase sempre muito minimalista, baseada no preto e no branco com apontamentos cinza, cores que já se tornaram a sua imagem de marca, apostando essencialmente em roupas usuais com tecidos fluidos e cortes perfeitos, sendo recorrentes os detalhes de alfaiataria.

Miguel Vieira: a Marca[editar | editar código-fonte]

Ao longo dos anos, Miguel Vieira tornou-se sinónimo de um estilo que reflecte elegância, charme e glamour.

Inconfundível colecção após colecção, a predominância do preto e branco tornou-se numa das suas grandes referências.

Os cortes clássico-modernos são baseados numa escolha de matérias-primas, que são cuidadosamente seleccionadas por uma equipa de especialistas do atelier Miguel Vieira.

A marca Miguel Vieira surgiu em 1988 e nunca mais parou de crescer e multiplicar as suas áreas de actuação.

Começou por estar associada apenas ao vestuário feminino, tendo alcançado, de imediato, uma grande projecção em Portugal, o que impulsionou o aparecimento da sua colecção de vestuário masculino no ano seguinte.

Seguiu-se o calçado. No ano de 1994 surge a primeira colecção de homem e, no ano seguinte, a colecção de senhora.

Em 1996 foi lançada a linha de malas e marroquinaria…

Hoje a marca, com a linha Miguel Vieira Casa, é também uma referência nas áreas do mobiliário e decoração, assim como no design de joalharia e óculos, entre outros.

Mais recentemente, em 2011, foi criada uma linha de vestuário para criança, Miguel Vieira Junior.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Curriculum Site oficial Miguel Vieira. Página acedida em 14 de Julho de 2016

Ligações externas[editar | editar código-fonte]