Mikey Dread

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido (desde agosto de 2016). Ajude e colabore com a tradução.


Mikey Dread
Mikey Dread se apresentando no Winnipeg Ska and Reggae Festival em 2006.
Informação geral
Nome completo Michael George Campbell
Nascimento 4 de junho de 1954
Port Antonio
 Jamaica
Origem Port Antonio
Morte 15 de março de 2008 (53 anos)
Stamford, Connecticut
 Estados Unidos
Nacionalidade jamaicano
Gênero(s) reggae, dub
Período em atividade 19782008 (30 anos)
Gravadora(s) DATC, Trojan
Afiliação(ões) The Clash
Página oficial mikeydread.com

Michael George Campbell (4 de Junho de 1954 – 15 de Março de 2008),[1] mais conhecido como Mikey Dread,[2] foi um cantor, produtor e radialista jamaicano. Foi um dos mais influentes artistas e inovadores do reggae.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Port Antonio, Jamaica,[3] em uma família com cinco filhos, ainda criança, Campbell demonstrava aptidão natural em engenharia e eletrônica.[4] Quando adolescente se apresentou com os sound systems Safari e Sound of Music, além de trabalhar na estação de rádio do colégio.[5]

Mikey estudou engenharia elétrica no College of Arts, Science and Technology, e em 1976, iniciou suas atividades como engenheiro na Jamaica Broadcasting Corporation (JBC).[4][5][6] Campbell não gostava na programação da JBC que consistia em música pop estrangeira, em uma época que o mais potente reggae estava sendo gravado na Jamaica. Ele convenceu seus chefes da JBC em lhe dar seu próprio programa de rádio que veio a se chamar Dread at the Controls, onde ele tocava quase exclusivamente reggae.[3][4] Campbell (agora usando o nome de DJ, Mikey Dread) tinha o programa mais popular da JBC. Bem conhecido por seu estilo alegre, Dread at the Controls se tornou um sucesso em toda a Jamaica. Exemplos do estilo tagarela de Mikey Dread podem ser ouvidos no dico lançado pela RAS, African Anthem Dubwise.

Também começou a gravar suas próprias músicas. Lee "Scratch" Perry produziu a faixa "Dread at the Controls". Gravou com Sonia Pottinger e Joe Gibbs, e se apresentava com o sound system Socialist Roots.[3][5] Inevitavelmente, a diretoria mais conservadora da JBC e Campbell entraram em confronto e ele se demitiu, em protesto, em 1978, se tornando engenheiro de som no estúdio Treasure Isle, onde começou uma sociedade com o produtor Carlton Patterson.[3] Eles produziram o trabalho de em faixas como "Barber Saloon" e outras.[3]

No final dos anos 1970, Mikey começou seu próprio selo musical, a DATC, trabalhando com artistas como Edi Fitzroy, Sugar Minott e Earl Sixteen, bem como produzindo seu próprio material.[3] O selo lançou os álbuns de Dread Evolutionary Rockers (lançado no Reino Unido como Dread at the Controls) e World War III.

A música de Campbell atraiu a atenção da banda punk britânica The Clash, que o convidou para ir à Inglaterra para sair em turnê com eles em 1980, e acabou produzindo algumas faixas da banda.[3][7][8] Embora inicialmente, desconfiado de estranhos, Campbell logo se tornou melhor amigo da banda, produzindo o famoso single "Bankrobber"[9] e participando de diversas canções do álbum de 1980, Sandinista!.[10] Campbell também saiu em turnê com o The Clash pelo Reino Unido, Europa e nos EUA, ganhando muitos novos fãs durante este período.[10] Mikey estudou na National Broadcasting School em Londres em 1980 e em 1984 estudou tecnologia avançada de gravação na North London Polytechnic.[4]

Durante o começo dos anos 1980, fez os vocais do coletivo de reggae Singers And Players na gravadora On-U Sound de Adrian Sherwood.[5] Dread produziu dez faixas dub para o UB40 e saiu em turnê pela Europa e Escandinávia abrindo os shows da banda.[6]

Mikey Dread se apresentando no SOB em Nova Iorque em 8 de abril de 2003.

Alguns de seus trabalhos no Reino Unido incluem a apresentação da série Rockers Roadshow e a narração do documentário do Channel 4 em seis partes sobre reggae chamado Deep Roots Music.[3][4] Mais tarde, gravou "The Source (Of Your Divorce)" pela Warner Brothers Records, cujo vídeo sucesso.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum
1979 African Anthem
Dread at the Controls
1980 World War III
1981 Beyond World War III
1982 Dub Catalogue Volume 1
Dub Merchant
Jungle Signal
Pave the Way
S.W.A.L.K.
1989 Happy Family
1991 Profile
African Anthem Revisited
1992 Obsession
1995 Come to Mikey Dread's Dub Party
2000 World Tour
2002 Rasta in Control
2007 Life Is a stage

Compilações[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum
1989 African Anthem / Happy Family
S.W.A.L.K. / Rockers Vibrations
1991 Best Sellers
1998 The Prime of Mikey Dread: Massive Dub Cuts from 1978–1992
2006 Best Sellers II
Dread at the Controls / Evolutionary Rockers

Singles[editar | editar código-fonte]

  • "Love the Dread" (1978), DATC
  • "Step By Step" (1978), 40 Leg
  • "Barber Saloon" (1978), Warrior
  • "Roots Man Revival" (1979), High Note
  • "African Rap" (1979), Wild Flower
  • "Rasta Born Baby" (1979), Roots International
  • "African Map" (1979), DATC
  • "Break Down the Walls" (1980) (DREAD 1)
  • "Rockers Delight" (1980), DATC
  • "Jumping Master" (1980), DATC
  • "Reggae Gone International" (1980), DATC
  • "Warrior Stylee" (1981), DATC
  • "Rocky Road" (1982), DATC/Do It
  • "Roots & Culture" / "Jungle Dread" (1982), DATC (DATCD 008)
  • "Bad Man Posseé" (1982), DATC - com Junior Murvin
  • "Pound A Weed" (1982), DATC - com Roots Radics
  • "Warning" (1982), DATC
  • "Heavy Weight Style" (1982), Do It
  • "Sunday School" (1983), DATC
  • "Reggae Hit Shot" (1984), DEP International
  • "Knock Knock" (1985), DEP International
  • "Rude Little Dread" (1986), DATC
  • "The Source (Of Your Divorce)" (1989), Warner Bros US
  • "Choose Me" (1989), DATC
  • "King of Kings" (2001), Higher Ground

Participações[editar | editar código-fonte]

  • The Trojan Story Vol. 2 (1982; compilação com vários artistas; TALL 200)
  • Singers and PlayersStaggering Heights (1983; On-U Sound), "School Days"
  • Singers and PlayersLeaps and Bounds (1984; Cherry Red), "Autobiography (Dread Operator)" e "Vegetable Matter"
  • Funky Reggae Crew – Strictly Hip-Hop Reggae Fusion (1989; compilação com vários artistas; 926 011-1)
  • The Roots of Reggae Vol. 1 (1991; compilação com vários artistas; MCCD 014)
  • Larks From the Ark (1995; compilação de Lee "Scratch" Perry; NTMCD 511)
  • History of Trojan Records 1972–1995 Volume 2 (1996; compilação com vários artistas)
  • Arkology (1997; compilação de Lee "Scratch" Perry; CRNCD 6)
  • Rockers Galore (1999; compilação de The Clash; ESK 47144)
  • Classic Reggae: The Producers (2000; compilação com vários artistas; MCCD 444)
  • Dub Reggae Essentials (2000; compilação com vários artistas)
  • Blunted in the Bomb Shelter Mix (2002; compilação de Madlib; ANTCD102)
  • Auralux Reggae Showcase (2004; compilação com vários artistas; LUXXCD007)
  • 50 First Dates (2004; compilação com vários artistas)
  • Radio Clash (2004; compilação com vários artistas)
  • Best 1991–2004 (2004; compilação de Seal)
  • Echodelic Sounds of Future Pigeon (2006; álbum de Future Pigeon)
  • Singles Box (2006; compilação de The Clash; Sony BMG)
  • Down in a Tenement Yard: Sufferation and Love in the Ghetto 1973–1980 (2007; compilação com vários artistas; TJDDD352)
  • Family Front (2008; álbum de Habakuk; 5935240)
  • Royale Rockers: Reggae Sessions (2008; álbum de Casino Royale)
  • Iration – Generation Time (Ft. Mikey Dread)

Referências

  1. Lusk, Jon (19 de março de 2008). «Mikey Dread: Renaissance man of reggae». Obituaries. The Independent. Consultado em 19 de março de 2008. 
  2. Se pronuncia /ˈmki drɛd/
  3. a b c d e f g h Thompson, Dave (2002) Reggae & Caribbean Music, Backbeat Books, ISBN 0-87930-655-6, pp. 99–101
  4. a b c d e Clayson, Alan (2008) "Mikey Dread", The Guardian, 25 March 2008. Retrieved 26 April 2016
  5. a b c d Katz, David (2015) "How Mikey Dread revolutionised Jamaican music several times over", Fact, 15 September 2015. Retrieved 26 April 2016
  6. a b «Mikey Dread – forever at the Control» (ASP). Lifestyle. The Jamaica Observer. 17 de março de 2008. Consultado em 20 de março de 2008.. Cópia arquivada em 30 de março de 2008 
  7. Letts, Don; David Nobakht (2008) [22 January 2007]. Culture Clash: Dread Meets Punk Rockers 3rd ed. London: SAF. ISBN 0-946719-99-3. OCLC 181422771 
  8. Letts, Don; Joe Strummer, Mick Jones, Paul Simonon, Topper Headon, Terry Chimes, Rick Elgood, The Clash (2001). The Clash, Westway to the World (Documentary). New York, NY: Sony Music Entertainment; Dorismo; Uptown Films. Em cena em 31:45–32:43. ISBN 0-7389-0082-6. OCLC 49798077. The Dread meets the Punk rockers uptown Clash open the Roxy (Jan 1977) 
  9. «The Singles (CD version)». SONY BMG Music Entertainment Store. Consultado em 19 de março de 2008. 
  10. a b Gilbert, Pat (2005) [2004]. «8–13, Epilogue, Discography, Bibliography». Passion Is a Fashion: The Real Story of The Clash 4th ed. London: Aurum Press. pp. 321, 332, 362, 367, 373–388. ISBN 1-84513-113-4. OCLC 61177239 
  11. Stephen Cook. «African Anthem – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  12. Jo-Ann Greene. «Dread at the Controls – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  13. a b «World War Three – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  14. Ralph Heibutzki. «Beyond World War III – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  15. «Dub Merchant – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. 9 de fevereiro de 2006. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  16. «Jungle Signal – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. 9 de fevereiro de 2006. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  17. Jo-Ann Greene. «Pave the Way – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  18. «S.W.A.L.K. – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  19. «Happy Family – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  20. Rick Anderson. «Profile – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  21. «African Anthem Revisited – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  22. «Obsession – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  23. Rick Anderson (23 de julho de 1992). «Come to Mikey Dread's Dub Party – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  24. «World Tour – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  25. «Rasta in Control – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. 10 de dezembro de 2002. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  26. «Life Is a Stage – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. 26 de abril de 2007. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  27. «African Anthem/Happy Family – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  28. Sean Westergaard (1 de julho de 1991). «S.W.A.L.K./Rockers Vibrations – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  29. «The Prime of Mikey Dread: Massive Dub Cuts from 1978–1992 – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. 18 de janeiro de 1999. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  30. «Best Sellers 2 – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. 4 de janeiro de 2006. Consultado em 20 de maio de 2014. 
  31. «Dread at the Controls/Evolutionary Rockers – Mikey Dread | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. 4 de janeiro de 2006. Consultado em 20 de maio de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Mikey Dread
Artigos