Norrköping

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Suécia Norrköping

Norcopinga

 
  Cidade  
Estação ferroviária
Estação ferroviária
Localização
Prefeitura
Prefeitura
Norrköping está localizado em: Suécia
Norrköping
Localização de Norrköping na Suécia
Coordenadas 58° 35' N 16° 11' E
Região Gotalândia
Província Östergötland
Condado Östergötland
Comuna Norrköping
História
Fundação 1350
Características geográficas
Área total 36,7 km²
População total (2018) 96 766 hab.
Densidade 2 636,7 hab./km²
Sítio www.norrkoping.se

Norrköping(Nuvola apps arts.svg OUÇA A PRONÚNCIA) ou Norcopinga é uma cidade da província da Västergötland, na região da Gotalândia É a sede do município de Norrköping, pertencente ao condado de Östergötland. Possui 36,7 quilômetros quadrados. Está às margens do Motala, no ponto em que desemboca no golfo báltico de Bråviken. Segundo censo de 2018, havia 96 766 residentes.[1][2][3]

Foi fundada em torno de 1350, à volta dos moinhos de água aproveitando os rápidos do Motala. No século XVII era a segunda maior urbe do país, e a primeira urbe industrial, com pujante economia baseada em indústrias metalúrgicas e papel. Devastada pelos russos no século XVIII, recuperou a sua força económica no XIX; era chamada "Manchester da Suécia", por compreender 80% da indústria têxtil do país.[3][4][5] Seu porto é um dos maiores de exportação à indústria nacional, com capacidade para receber navios oceânicos.[6]

Atualmente, desenvolve importante atividade portuária e é destacado centro fabril, contando com indústrias têxteis, químicas e papeleiras, entre outras. Abriga ainda 5 importantes agências governamentais (Direção-Geral da Aviação Civil, Administração Marítima da Suécia, Agência Nacional das Migrações, Direção-Geral dos Serviços Prisionais, Direção-Geral dos Transportes e Instituto Sueco de Meteorologia e Hidrologia).[3][2][7]

Etimologia e uso[editar | editar código-fonte]

O topônimo Norrköping deriva das palavras nórdicas Nor (norte) e køpunger (local de comércio); é também possível que esta cidade e Söderköping provenham ambas de uma localidade mais antiga chamada Køpunger.[8][9][10] No Vocabulário da Língua Portuguesa, de Francisco Rebelo Gonçalves, o autor defende o aportuguesamento Norcopinga, que também está presente em Topónimos e Gentílicos, de Ivo Xavier Fernandes. Na sua obra Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa, José Pedro Machado diz que Norcopinga é "(...) uma das mais estranhas «equivalências» do Voc[abulário da Língua Portuguesa]" e que "[s]empre se escreve (em port[uguês] e noutros idiomas) Norrköping (ler norrxóping)."[11]

Em textos em português costuma ser usada a forma original Norrköping, ocasionalmente transliterada para Norrkoping, por adaptação tipográfica. [12]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade de Norrköping é atravessada pela estrada europeia E4 (Haparanda-Estocolmo-Norrköping-Helsingborg) e é o ponto de partida da E22 (Norrköping-Malmö-Trelleborg). Está ligada à ferrovia da Linha do Sul (Malmö–Norrköping-Järna). Dispõe do aeroporto de Norrköping a 3 km do centro da cidade. O porto de Norrköping é um dos maiores portos de exportação para a indústria sueca, com capacidade para receber navios oceânicos. [13] [14] [15]

Património[editar | editar código-fonte]

Personalidades ligadas a Norrköping[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. CP 2018.
  2. a b Magnusson 2004, p. 216.
  3. a b c d e f Ottosson 2008, p. 499.
  4. Hadenius 1996, p. 299.
  5. Enciclopédia Norstedts 2008, p. 912.
  6. Porto 2017.
  7. Thaning 1983, p. 166.
  8. Wahlberg 2003, p. 240.
  9. Sellers 2019.
  10. Hellquist 1922, p. 525.
  11. Machado 1993, p. 1077.
  12. BBC Brasil. «Creches noturnas oferecem alternativa para pais na Suécia». Folha de S.Paulo. Consultado em 24 de junho de 2020. A pequena cidade de Norrköping, no sudeste do país, é uma das pioneiras no atendimento nestes horários com quatro creches operadas pelo governo local. 
  13. Lidman Production AB (texto) e Matton (fotografia) (2011). «Östergötland». Libers stora junioratlas (em sueco). Estocolmo: Liber. p. 18. 144 páginas. ISBN 9789147809028 
  14. «Norrköpings Hamn» (em sueco). Kort om Norrköpings hamn. Consultado em 24 de junho de 2020 
  15. «Norrköping Airport – Om oss» (em sueco). Norrköping Airport. Consultado em 24 de junho de 2020 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Hadenius, Stig; Nilsson, Torbjörn; Åselius, Gunnar (1996). «Bodens fästning». Sveriges historia - Vad varje svensk bör veta (História da Suécia – O que todos os suecos devem saber) (em sueco). Estocolmo: Bonnier Alba. 447 páginas. ISBN 91-34-51784-7 
  • Hellquist, Elof (1922). «Strängnäs» (em sueco). Projekt Runeberg - Svensk etymologisk ordbok (Projeto Runeberg - Dicionário etimológico sueco - Arquivo Nacional da Suécia) 
  • Ottosson, Mats; Ottosson, Åsa (2008). «Norrköping». Upplev Sverige. En guide till upplevelser i hela landet (em sueco). Estocolmo: Wahlström Widstrand. 527 páginas. ISBN 9789146215998 
  • Sellers, David (2019). «Örebro». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo 
  • Thaning, Olof (1983). «Norrköping». Sverigeboken (em sueco). Estocolmo: Det Bästa. 408 páginas. ISBN 91-7030-101-8 
  • Wahlberg, Mats (2003). «Norrköping». Svenskt ortnamnslexikon (Dicionário das localidades suecas) (em sueco). Upsália: Språk- och folkminnesinstitutet e Institutionen för nordiska språk vid Uppsala universitet. ISBN 91-7229-020-X 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Norrköping