Norrköping

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Suécia Norrköping

Norcopinga

 
  Cidade  
Estação ferroviária
Estação ferroviária
Localização
Prefeitura
Prefeitura
Norrköping está localizado em: Suécia
Norrköping
Localização de Norrköping na Suécia
Coordenadas 58° 35' N 16° 11' E
Região Gotalândia
Província Gotalândia Oriental
Condado Gotalândia Oriental
Comuna Norrköping
História
Fundação 1350
Características geográficas
Área total 36,7 km²
População total (2018) 96 766 hab.
Densidade 2 636,7 hab./km²
Website www.norrkoping.se

Norrköping ou Norcopinga (Nuvola apps arts.svg pronúncia) é uma cidade da região de Gotalândia, província da Gotalândia Oriental, condado de Gotalândia Oriental e comuna de Norrköping, onde é sede. Possui 36,7 quilômetros quadrados. Está às margens do Motala, no ponto em que desemboca no golfo báltico de Bråviken. Segundo censo de 2018, havia 96 766 residentes.[1][2][3]

Foi fundada em torno de 1350, à volta dos moinhos de água aproveitando os rápidos do Motala. No século XVII era a segunda maior urbe do país, e a primeira urbe industrial, com pujante economia baseada em indústrias metalúrgicas e papel. Devastada pelos russos no século XVIII, recuperou a sua força económica no XIX; era chamada "Manchester da Suécia", por compreender 80% da indústria têxtil do país.[3][4][5] Seu porto é um dos maiores de exportação à indústria nacional, com capacidade para receber navios oceânicos.[6]

Atualmente, desenvolve importante atividade portuária e é destacado centro fabril, contando com indústrias têxteis, químicas e papeleiras, entre outras. Abriga ainda 5 importantes agências governamentais (Direção-Geral da Aviação Civil, Administração Marítima da Suécia, Agência Nacional das Migrações, Direção-Geral dos Serviços Prisionais, Direção-Geral dos Transportes e Instituto Sueco de Meteorologia e Hidrologia).[3][2][7]

Etimologia e uso[editar | editar código-fonte]

O topônimo Norrköping deriva das palavras nórdicas Nor (norte) e køpunger (local de comércio); é também possível que esta cidade e Söderköping provenham ambas de uma localidade mais antiga chamada Køpunger.[8][9][10] No Vocabulário da Língua Portuguesa, de Francisco Rebelo Gonçalves, o autor defende o aportuguesamento Norcopinga, que também está presente em Topónimos e Gentílicos, de Ivo Xavier Fernandes. Na sua obra Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa, José Pedro Machado diz que Norcopinga é "(...) uma das mais estranhas «equivalências» do Voc[abulário da Língua Portuguesa]" e que "[s]empre se escreve (em port[uguês] e noutros idiomas) Norrköping (ler norrxóping)."[11]

Património[editar | editar código-fonte]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Hadenius, Stig; Nilsson, Torbjörn; Åselius, Gunnar (1996). «Bodens fästning». Sveriges historia - Vad varje svensk bör veta (História da Suécia – O que todos os suecos devem saber) (em sueco). Estocolmo: Bonnier Alba. 447 páginas. ISBN 91-34-51784-7 
  • Hellquist, Elof (1922). «Strängnäs» (em sueco). Projekt Runeberg - Svensk etymologisk ordbok (Projeto Runeberg - Dicionário etimológico sueco - Arquivo Nacional da Suécia) 
  • Ottosson, Mats; Ottosson, Åsa (2008). «Norrköping». Upplev Sverige. En guide till upplevelser i hela landet (em sueco). Estocolmo: Wahlström Widstrand. 527 páginas. ISBN 9789146215998 
  • Sellers, David (2019). «Örebro». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo 
  • Thaning, Olof (1983). «Norrköping». Sverigeboken (em sueco). Estocolmo: Det Bästa. 408 páginas. ISBN 91-7030-101-8 
  • Wahlberg, Mats (2003). «Norrköping». Svenskt ortnamnslexikon (Dicionário das localidades suecas) (em sueco). Upsália: Språk- och folkminnesinstitutet e Institutionen för nordiska språk vid Uppsala universitet. ISBN 91-7229-020-X 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Norrköping