Linköping

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Suécia Linköping

Lincopinga

 
  Localidade  
Catedral
Catedral
Linköping está localizado em: Suécia
Linköping
Localização de Linköping na Suécia
Coordenadas 58° 24' N 15° 37' E
Região Gotalândia
Província Gotalândia Oriental
Condado Gotalândia Oriental
Comuna Linköping
Área
- Total 40,9 km²
População (2018)
 - Total 114 585
    • Densidade 2 801,6 hab./km²
Website www.linkoping.se

Linköping, Lincoping ou Lincopinga[a][b] é uma cidade sueca da província da Gotalândia Oriental, no condado da Gotalândia Oriental, na comuna de Linköping, servindo como capital das últimas duas. Com área 40,9 quilômetros quadrados, está na margem do lago Roxen. Também é sede da diocese luterana homônima. Segundo censo de 2018, havia 114 585 habitantes. Em plena Planície da Gotalândia Oriental, é antigo centro económico, religioso e cultural da região, com importância nacional. Hoje em dia, é mais conhecida pela fábrica de aviões da Saab AB e por sua universidade.[1][2][3][4][5][6]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo Linköping deriva quiçá das palavras nórdicas Liunga (nome de uma localidade; campo de urzes) e køpinger (local de comércio). A primeira menção conhecida de Linköping data de 1104, e aparece latim como Liunga.Kauping no Documento de Florença do século XII.[5][7][8]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

Linköping fica logo a sul da estrada europeia E4 (Haparanda-Estocolmo-Linköping-Helsimburgo), e é servida pelas estradas nacionais 23, 34 e 35. A linha férrea do sul cruza a cidade (Estocolmo-Linköping-Malmo). Seu aeroporto está a leste da cidade. O canal de Gota passa a 10 quilómetros, e o canal de Quinda liga a cidade ao lago Roxen e permite transportes de barco ao sul.[5]

Economia e turismo[editar | editar código-fonte]

Sua economia está dominada pela administração municipal e regional, pela fábrica de aviões da Saab, pela universidade e pelo hospital universitário. A cidade abriga, para além de sua catedral do século XII,[9] o Museu da Gotalândia Oriental, inaugurado em 1996.[10][5]

Desporto[editar | editar código-fonte]

Linköping possui vários clubes desportivos.

Notas[editar | editar código-fonte]

[a] ^ Forma de muito conhecida nos dicionários com grafias à latina,[11] cuja grafia ressoa com aquela, aceita há décadas, de outros topônimos suecos como Ionecopinga e Norcopinga[12]
[b] ^ Linköping é Lincopia em latim, segundo o Dicionário Norstedts de sueco-latim (2009) [13]

Referências

  1. Linkoping 2019.
  2. NU 2008, p. 742.
  3. Magnusson 2004, p. 213.
  4. Miranda 2007, p. 573.
  5. a b c d ENS 2019.
  6. CP 2018.
  7. Wahlberg 2003, p. 203.
  8. Hellquist 1922, p. 412.
  9. Harrison 2015, p. 154.
  10. ENS 2019a.
  11. Nuyens 1899.
  12. Gonçalves 1966.
  13. Vilborg, Ebbe (2009). «Linköping». Norstedts svensk-latinska ordbok [Dicionário Norstedts de sueco-latim]. 28.000 ord och fraser (28 000 palavras e frases) (em sueco). Estocolmo: Norstedts akademiska förlag. p. 280. 660 páginas. ISBN 9789172275720 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • «Linköping». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo. 2019 
  • Gonçalves, Francisco Rabelo (1966). «Ionecopinga e Norcopinga». Vocabulário da Língua Portuguesa. Coimbra: Coimbra Editora 
  • Harrison, Dick (2015). «Linköpings domkyrka – Östgötsk gotik». Sveriges historia: 600-1350 (em sueco). Estocolmo: Norstedt. ISBN 978-91-1-302377-9 
  • Hellquist, Elof (1922). Svensk etymologisk ordbok. Lunda: C. W. K. Gleerups förlag 
  • Miranda, Ulrika Junker; Hallberg, Anne (2007). «Linköping». Bonniers uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag. p. 653. 1143 páginas. ISBN 91-0-011462-6 
  • Nuyens, Andreas Alexander Maximiliaan (1899). «Lincopinga». Nieuw Italiaansch-Nederlandsch en Nederlandsch-Italiaansch Woordenboek: vooral met betrekking op de technische uitdrukkingen van den handel, de wetenschappen, industrie, kunst, staatkunde, enz, Volume 1. Gouda: G.B. van Goor 
  • Wahlberg, Mats (2003). «Linköping». Svenskt ortnamnslexikon (Dicionário das localidades suecas) (em sueco). Upsália: Språk- och folkminnesinstitutet e Institutionen för nordiska språk vid Uppsala universitet. ISBN 91-7229-020-X 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Linköping