Östersund

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Suécia Östersund

Ostersúndia

 
  Cidade  
Cidade no inverno
Cidade no inverno
Localização
Östersund está localizado em: Suécia
Östersund
Localização de Östersund
Coordenadas 63° 11' N 14° 40' E
Região Norlândia
Província Jämtland
Condado Jämtland
Comuna Östersund
Características geográficas
Área total 35,4 km²
População total (2018) 52 476 hab.
Densidade 1 482,4 hab./km²

Östersund (em sueco: Östersund; pronúncia /œstɛˈʂɵnːd/; Nuvola apps arts.svg ouça a pronúncia; em lapão: Staare), ocasionalmente transliterada para Ostersund por adaptação tipográfica, ou Ostersúndia[a] é a única cidade da província da Jämtland, na região de Norlândia, no norte da Suécia. É a sede da comuna de Östersund e do condado da Jämtland. Está localizada na margem leste do Grande Lago (Storsjön), o quinto maior do país, defronte a ilha de Frösön, a 130 quilômetros a oeste de Sollefteå. Tem uma área de 35,4 quilômetros quadrados e segundo censo de 2018, havia 52 476 habitantes. É o centro económico e cultural da Jämtland, assim como a sede do condado da Jämtland. [1][2][3][4][5][6]

Etimologia e uso[editar | editar código-fonte]

O nome geográfico Östersund deriva das palavras öster (leste) e sund (estreito), aludindo a ”cidade situada a leste do estreito (entre a ilha de Frösön e a terra firme)”. [7]

Em textos em português costuma ser usada a forma original Östersund, ocasionalmente transliterada para Ostersund, por adaptação tipográfica. [8] [9]

História[editar | editar código-fonte]

Östersund foi fundada em 1786 pelo rei Gustavo III. De acordo com o espírito da época, a cidade foi construída com ruas retilíneas e perpendiculares, com espaços entre as casas, por motivos de segurança contra incêndios e de auto-suficiência em caso de crise. Em 1810, a cidade tinha apenas 200 habitantes, Teve uma existência sonolenta até 1879, ano em que foi conectada com a linha férrea, e com ela foi acelerado o crescimento económico. [5] [10]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade de Östersund é atravessada pelas estradas europeias E14 (ligando Storlien a Sundsvall) e E45 (ligando Vilhelmina a Sveg). É um nó ferroviário, onde se encontram a Linha Central e a Linha do Interior. Dispõe do aeroporto de Åre Östersund, a 10 km a oeste da cidade. [11] [12]

Economia[editar | editar código-fonte]

Östersund é o centro regional de comércio, serviços e administração da Jämtland. Suas principais indústrias produzem madeiras e produtos de madeira, serras mecânicas, géneros alimentares, equipamentos de telecomunicações e instrumentos [13] [14] [5]

Património cultural[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

[a] ^ Topônimos suecos terminados em -sund foram latinizados como -sundia, como Asquersúndia (em latim: Askersundia). [16] O caso se aplica aqui.

Referências

  1. Hadenius 1996, p. 234.
  2. Ernby 2001, p. 789.
  3. CP 2018.
  4. Harlén, Hans; Eivy Harlén (2003). «Östersund». Sverige från A till Ö [A Suécia de A a Ö]. Geografisk-historisk uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Kommentus. p. 574. 583 páginas. ISBN 91-7345-139-8 
  5. a b c Svensson, Lars (2001). «Östersund». Värt att se i Sverige [Para ver na Suécia]. En reseguide (em sueco). Estocolmo: Bonnier. p. 131. 383 páginas. ISBN 9100571903 
  6. Miranda, Ulrika Junker; Anne Hallberg (2007). «CAPÍTULO». Bonniers uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag. p. PÁGINA. 1143 páginas. ISBN 91-0-011462-6 
  7. «Östersund». Norstedts uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts. 2007-2008. p. 1473. 1488 páginas. ISBN 9789113017136 
  8. José Eduardo Abbas. «A problemática econômica e geográfica em que se inserem a gestão dos resíduos sólidos domiciliares e os modernos métodos para sua incineração» (PDF). Universidade de São Paulo. Consultado em 18 de fevereiro de 2020. ... Em Östersund (Suécia) 45% da população, aproximadamente 27.000 habitantes, foi acometida por criptosporídias... 
  9. Reuters. «Suécia detém suspeito de conspiração para cometer "crime terrorista"...». UOL. Consultado em 18 de fevereiro de 2020. ... o suspeito foi parado na quarta-feira quando dirigia pela cidade de Ostersund... 
  10. «Östersund» (em sueco). Nationalencyklopedin (Enciclopédia Nacional Sueca). Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  11. Lidman Production AB (texto) e Matton (fotografia) (2011). «Jämtland». Libers stora junioratlas (em sueco). Estocolmo: Liber. p. 32. 144 páginas. ISBN 9789147809028 
  12. Harlén, Hans; Eivy Harlén (2003). «Östersund». Sverige från A till Ö [A Suécia de A a Ö]. Geografisk-historisk uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Kommentus. p. 574. 583 páginas. ISBN 91-7345-139-8 
  13. Mæhlum 2018.
  14. Valeur 2011.
  15. Ottosson 2008, p. 198.
  16. Ihre 1751.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Ernby, Birgitta; Gellerstam, Martin; Malmgren, Sven-Göran; Axelsson, Per; Fehrm, Thomas (2001). «Östersund». Norstedts första svenska ordbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts ordbok. p. 767. ISBN 91-7227-186-8 
  • Hadenius, Stig; Nilsson, Torbjörn; Åselius, Gunnar (1996). «Östersund». Sveriges historia - Vad varje svensk bör veta (História da Suécia – O que todos os suecos devem saber) (em sueco). Estocolmo: Bonnier Alba. 447 páginas. ISBN 91-34-51784-7 
  • Ottosson, Mats; Ottosson, Åsa (2008). «Jämtland». Upplev Sverige. En guide till upplevelser i hela landet (em sueco). Estocolmo: Wahlström Widstrand. 527 páginas. ISBN 9789146215998 
  • Valeur, Bent (2011). «Östersund». Den Store Dansk – Grande Enciclopédia Dinamarquesa (em dinamarquês). Copenhague: Gyldendal 
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Östersund