Växjö

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Suécia Växjö

Cidade da Suécia

Sede de município

 
  Cidade  
20090811 Växjö 2, Marktplatz.JPG
Brasão de armas de Växjö
Brasão de armas
Växjö está localizado em: Suécia
Växjö
Coordenadas 56° 52' N 14° 48' E
Região Gotalândia
Província Småland vapen.svg Småland
Condado Kronoberg
Comuna Växjö
Fundação Recebeu ”título de cidade” em 1342.
Área
 - Total 30,28 km²
População (2017)
 - Total 67 395
Localização de Växjö

Växjö (PRONÚNCIA APROXIMADA véc-chê) é uma cidade do sul da Suécia, no condado de Kronoberg. Tinha 67 395 habitantes em 2017. É a capital e maior cidade da comuna de Växjö. [1] [2] [3] [4] [5]

Etimologia e uso[editar | editar código-fonte]

O nome geográfico Växjö deriva das palavras nórdicas väg (caminho) e sjö (lago), significando ”lugar junto ao lago onde confluem vários caminhos”. As primeiras menções conhecidas são Wexionensem no século XII e Datum Vexio no século XIII . [6] [7]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Växjö fica a 180 m acima do nível da água do mar, e está rodeada por vários lagos – o Helgasjön (a norte), o Toftasjön (a nordeste), o Norra Bergundasjön e o Södra Bergundasjön (a sudoeste), e o Växjösjön e o Trummen no próprio centro. Tem um clima continental com uma grande mudança do inverno para o verão. Em 27 de Janeiro de 1942, Växjö registrou a temperatura de -34°. A cidade está dividida em 17 freguesias administrativas (stadsdelar), das quais Teleborg é a maior, com uns 11 000 habitantes. [8]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

Växjö tem uma posição central e estratégica nas comunicações do Sul da Suécia. É o ponto de encontro das ferrovias Estocolmo-Malmö e Gotemburgo-Kalmar/Karlskrona, assim como o ponto de encontro das estradas nacionais Malmö-Linköping, Halmstad-Kalmar e Karlskrona-Gotemburgo/Jönköping. O aeroporto Växjö Småland Airport liga a cidade à região, ao país e ao Mundo. [9]

Economia[editar | editar código-fonte]

Localizada no coração da província da Småland, Växjö é uma cidade dominada por uma grande diversidade de empresas, com apreciável crescimento contínuo. A sua posição geográfica e a sua rede de comunicações fazem da cidade um importante nó comercial. Além de empresas ligada à exploração floresta, têm relevo considerável outras empresas dedicadas à maquinaria e à electrotecnia, assim como ao comércio nacional e internacional. [10]

Cultura[editar | editar código-fonte]

Pontos turísticos[editar | editar código-fonte]

Os destinos mais procurados atualmente são: [11]

  • Casa do Emigrante (Utvandrarnas Hus)
  • Museu da Småland (Smålands Museum)
  • Museu do Vidro da Småland (Smålands Glasmuseum)

Politica ambiental[editar | editar código-fonte]

Em 1996 a cidade criou uma politica ambiental focada em não depender de combustíveis fosseis até o ano de 2030. Através de parcerias com empresas locais o município conseguiu reduzir significantemente as emissões de CO2. Em 2007 57% da energia consumida foi gerada por fontes alternativas como biomassa ou geradores eólicos.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Ano População
1960 22 784
1965 29 354
1970 39 019
1975 40 328
1980 42 632
1985 -
1990 46 735
1995 49 865
2000 51 790
2005 55 600
2010 60 887
2013 64 200

[12]

Cidades-irmãs[editar | editar código-fonte]

Filhos ilustres[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. David Sellers; et al. «Växjö» (em sueco). Nationalencyklopedin (Enciclopédia Nacional Sueca). Consultado em 5 de agosto de 2018. 
  2. Ernby, Birgitta; Martin Gellerstam, Sven-Göran Malmgren, Per Axelsson, Thomas Fehrm (2001). «Växjö». Norstedts första svenska ordbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts ordbok. p. 228. 793 páginas. ISBN 91-7227-186-8 
  3. Thaning, Olof (1983). «Växjö». Sverigeboken (em sueco). Estocolmo: Det Bästa. p. 83. 408 páginas. ISBN 91-7030-101-8 
  4. «Växjö» (em inglês). Encyclopædia Britannica (Enciclopédia Britânica). Consultado em 5 de agosto de 2018. 
  5. «Tätorter; arealer, befolkning - Tabeller och diagram - Tätorter 2017 – befolkning, landareal, andel som överlappas av fritidshusområden». Instituto Nacional de Estatística da Suécia. Consultado em 18 de agosto de 2018. 
  6. Wahlberg, Mats (2003). «Växjö». Svenskt ortnamnslexikon (Dicionário dos nomes das localidades suecas) (em sueco). Uppsala: Språk- och folkminnesinstitutet e Institutionen för nordiska språk vid Uppsala universitet. p. 381. 422 páginas. ISBN 91-7229-020-X 
  7. Pamp, Bengt (1988). «Städernas namn (Nomes das cidades)». Ortnamnen i Sverige (Nomes de localidades da Suécia) (em sueco). Lund: Studentlitteratur. p. 71. 199 páginas. ISBN 91-44-01535-6 
  8. «Växjö» (em inglês). Google Maps. Consultado em 18 de agosto de 2018. 
  9. «Näringsliv och kommunikationer» (em sueco). Växjö kommun. Consultado em 18 de agosto de 2018. 
  10. «Näringsliv och kommunikationer» (em sueco). Växjö kommun. Consultado em 18 de agosto de 2018. 
  11. OTTOSSON, Mats e OTOSSON, Åsa; HANNEBERG, Peter (2008). «Småland». Upplev Sverige (em sueco). Estocolmo: Wahlström & Widstrand. 301 páginas. ISBN 978-91-46-21599-8 
  12. «Växjö inhabitants (2013)». www.vaxjo.se. Consultado em 1 de dezembro de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Växjö