Esmolândia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Småland)
Ir para: navegação, pesquisa
Esmolândia
Småland vapen.svg Flag of småland.svg
Brasão e bandeira não oficial de Esmolândia
Região histórica Gotalândia
Condados atuais Ionecopinga, Calmar, Cronoberga, Halândia e Gotlândia Oriental
Localização na Suécia
Sverigekarta-Landskap Småland.svg
Dados
Área total 32.076 km2
População 710.409 habitantes
(2005)
Densidade 22,15 hab./km²
Ponto culminante Tomtabacken [1]
377 metros
Maior lago Bolmen
Maior cidade Jönköping
Símbolos da província
Flor Linnaea
Animal Lontra
Peixe
Uma casa típica de Esmolândia

A Esmolândia,[2] Esmalândia ou Esmalanda[3] (em sueco: Småland; latinizado: Smolandia, Smalandia, Gothia meridionalis) é uma província histórica (landskap) da Suécia localizada na região histórica (landsdel) da Gotalândia. Ocupa 7% da área total da Suécia, e tem uma população de 715 000 habitantes. Está limitada pelas províncias de Blecíngia, Escânia, Halândia, Gotlândia Ocidental, Gotlândia Oriental e pelo mar Báltico.

O nome Esmolândia (1240, Smalandiis) significa literalmente "pequenas terras" em referência aos pequenos "países" (land) que ficavam entre as províncias habitadas pelos Gotas e os territórios dos dinamarqueses.[4][5][6][7][8]

Como província histórica, a Småland não possui funções administrativas, nem significado político, mas está diariamente presente nos mais variados contextos, como por exemplo em Smålandsposten (jornal diário), Smålands Seglarförbund (federação regional de vela) e Smålands Maskintjänst (empresa metalo-mecânica).[9]

A Província histórica e os Condados atuais[editar | editar código-fonte]

A província de Esmolândia é atualmente ocupada por três condados - Ionecopinga, Calmar e Cronoberga, que perfazem quase por completo toda a área da província. Áreas menores de Esmolândia também estão situadas nos condados de Halândia e Gotlândia Oriental. [10]

História[editar | editar código-fonte]

na Era Viquingue

Existem vestígios de povoamento da região desde 6 000 a.C.
Na Era Viquingue e no início da Idade Média, a futura província histórica da Esmolândia era constituída por umas 10 ”pequenas terras” autónomas (små land) existentes nesta área situada entre os territórios dos Gotas e os territórios da Dinamarca. Palco de numerosas disputas militares entre Gotas e Dinamarqueses, e mais tarde entre Suecos e Dinamarqueses, a Esmolândia acabou por ser formalmente identificada como parte da Suécia por volta do século XI, talvez como está mencionado num primeiro tratado assinado pelo rei sueco Emundo, o Velho e o rei da Dinamarca.
No século XVI, foi avassalada por uma rebelião campesina contra o rei Gustavo VasaDackefejden – com contornos de autêntica guerra civil.
No século XIX, a pobreza crítica da região levou à emigração de 200 000 pessoas para os Estados Unidos.[11][12][13]

Geografia[editar | editar código-fonte]

A Esmolândia é a maior província histórica da região histórica da Gotalândia. Ocupa maioritariamente o Planalto do Sul da Suécia (Sydsvenska höglandet), e está coberta por enormes florestas de pinheiros e numerosos lagos. Tem clima continental, com acentuadas variações de temperatura e invernos com muita neve. [14]

Maiores cidades[editar | editar código-fonte]

Nr Cidade População
(2015)
1 Jönköping 93 797
2 Växjö 65 383
3 Kalmar 38 408

Economia[editar | editar código-fonte]

As grandes florestas deram origem a uma indústria da madeira e do papel. No chamado Reino do Vidro (Glasriket) existem umas 15 fábricas de vidro. Típico da província, são as numerosas pequenas empresas e indústrias, por exemplo na área de Gnosjö (Gnosjö). Hoje em dia existe ainda uma considerável indústria metalo-mecânica. [15] [16]

Património histórico, cultural e turístico[editar | editar código-fonte]

Personalidades ligadas à província[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://sverigestak.org/landskap/sml.shtml
  2. Ericeira, Luis de Menezes (1945). História de Portugal restaurado. [S.l.]: Livraria Civilização. p. 185 
  3. Fernandes, Ivo Xavier (1941). Topónimos e Gentílicos. I. Porto: Editora Educação Nacional, Lda. 
  4. http://runeberg.org/trterrit/0020.html
  5. Enciclopédia Nacional Sueca - Småland
  6. Ernby, Birgitta; Martin Gellerstam, Sven-Göran Malmgren, Per Axelsson, Thomas Fehrm (2001). «Småland». Norstedts första svenska ordbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts ordbok. p. 593. 793 páginas. ISBN 91-7227-186-8 
  7. «Småland». Sveriges landskap. och Stockholm, Göteborg och Malmö (em sueco). Estocolmo: Almqvist & Wiksell. 1995. p. 36-37. 64 páginas. ISBN 91-21-14445-1 
  8. Bonniers Compact Lexikon, Estocolmo: Bonnier lexikon, 1995-1996, ISBN 91-632-0067-8, p. 1010-1011
  9. Ulf Sporrong. «Landskap» (em sueco). Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca 
  10. «Småland». Norstedts uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts. 2007-2008. p. 1193. 1488 páginas. ISBN 9789113017136 
  11. Örjan Martinsson. «Småland» (em sueco). Tacitus.nu. Consultado em 21 de fevereiro de 2018 
  12. https://www.ne.se/uppslagsverk/encyklopedi/l%C3%A5ng/sm%C3%A5land/historia
  13. http://www.sjohester.se/Smalands%20historia.htm
  14. Rydstedt, Bjarne; Georg Andersson, Torsten Bladh, Per Olof Köhler, Karl-Gustaf Thorén, Mona Larsson (1987). «Småland». Land och liv 1 (em sueco). Estocolmo: Natur och kultur. p. 42. 216 páginas. ISBN 91-27-62563-X 
  15. Magnusson, Thomas; Peter A. Sjögren (2004). «Småland». Vad varje svensk bör veta (O que todos os suecos devem saber) (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag e Publisher Produktion AB. p. 220. 654 páginas. ISBN 91-0-010680-1 
  16. Martin Fritz. «Näringsliv (i ekonomisk-historiskt perspektiv)» (em sueco). Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca 

Fontes[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Esmolândia
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Suécia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.