Närke

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Suécia Närke

Nerícia

 
  Província  
Sverigekarta-Landskap Närke.svg
Símbolos
Brasão de armas de Närke
Brasão de armas
Localização
Região Suelândia
Condado
Características geográficas
Área total 4 884 km²
População total (2016) 208 376 hab.
Densidade 42,7 hab./km²

Närke ou Nerícia (em sueco: Närke; em latim: Nericia ou Nerchia[1]) é uma pequena província histórica (landskap) da Suécia, situada no centro da região histórica (landsdel) da Svealândia, ao norte do Lago Veter (Vättern). [2] [3]

Ocupa 1% da área total do país e tem uma população de 208 376. [4] [5] [6]

Como província histórica, não possui atualmente funções administrativas, nem significado político, mas está diariamente presente nos mais variados contextos, como por exemplo no nome do jornal diário Nerikes Allehanda, do corpo de bombeiros Nerikes brandkår e da federação de atletismo Närkes Friidrottsförbund. [7]

Etimologia e uso[editar | editar código-fonte]

O nome geográfico Närke tem origem incerta, talvez relacionado com uma ”designação dos habitantes da região” - os næriker, talvez relacionado com a palavra Nær (nome de uma localidade), talvez relacionado com a antiga palavra när (um ”terreno acidentado com montes e canais apertados”). É mencionado em sueco antigo como Neeric no século XII e aparece traduzido para latim como Nerchia no século XIII. Em textos em português costuma ser usada a forma original Närke, e mais ocasionalmente Nerike. [8] [9] [10] [11] [12]

Condados atuais[editar | editar código-fonte]

A maior parte de Närke faz parte do condado de Örebro, havendo ainda uma pequena parcela que pertence ao condado de Västmanland.[13]

História[editar | editar código-fonte]

Närke tem aproximadamente as fronteiras atuais desde, pelo menos, o século XIV.[14]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Närke é limitada a norte pela Värmland e Västmanland, a leste pela Södermanland e Östergötland, a sul pelo Lago Vättern e pela Västergötland. A parte central, é constituída pela planície de Närke (Närkeslätten), onde é cultivado trigo, aveia e cevada. Na periferia estão as elevações de Kilsbergen, a nordeste, e as grandes florestas de Tiveden e Tylöskog, a sul.[15][16][17]

Maiores cidades[editar | editar código-fonte]

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia de Närke está baseada na indústria manufatureira e do papel, assim como na produção agro-alimentar. Entre 1940 e 1965 foi tentada a produção de petróleo a partir da extração de alume em Kvarntorp.[17]

Personalidades ligadas a Närke[editar | editar código-fonte]

Património histórico, cultural e turístico[editar | editar código-fonte]

  • Castelo de Örebro (Örebro slott)
  • Reserva cultural da cidade fictícia de Wadköping, em Örebro
  • Igreja de São Nicolau (S:t Nicolai kyrka), em Örebro
  • Igreja de Olaus Petri (Olaus Petri kyrka), em Örebro
  • Convento de freiras de Riseberg (Riseberga kloster), em Fjugesta
  • Parque Nacional de Garphyttan, na montanha Kilsbergen
  • Floresta de Tiveden
  • Palácio de Stjärnsund, em Askersund (Stjernsunds slott)
  • Museu Regional de Örebro (Örebro läns museum), em Örebro

Referências

  1. Wahlberg, Mats (2003). «Närke». Svenskt ortnamnslexikon [Dicionário das localidades suecas] (em sueco). Uppsala: Språk- och folkminnesinstitutet e Institutionen för nordiska språk vid Uppsala universitet. p. 245. 422 páginas. ISBN 91-7229-020-X 
  2. Anna Larsson; et al. «Närke» (em sueco). Nationalencyklopedin (Enciclopédia Nacional Sueca). Consultado em 8 de agosto de 2018 
  3. «Närke» (em inglês). Encyclopædia Britannica ( Enciclopédia Britânica). Consultado em 8 de agosto de 2018 
  4. «Närke». Norstedts uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts. 2007-2008. p. 921. 1488 páginas. ISBN 9789113017136 
  5. Ernby, Birgitta; Martin Gellerstam, Sven-Göran Malmgren, Per Axelsson, Thomas Fehrm (2001). «Närke». Norstedts första svenska ordbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts ordbok. p. 439. 793 páginas. ISBN 91-7227-186-8 
  6. «Folkmängd i landskapen den 31 december 2016» (em sueco). Instituto Nacional de Estatística da Suécia. Consultado em 28 de setembro de 2018 
  7. Ulf Sporrong. «Landskap» (em sueco). Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca 
  8. Wahlberg, Mats (2003). «Närke». Svenskt ortnamnslexikon (Dicionário dos nomes das localidades suecas) (em sueco). Uppsala: Språk- och folkminnesinstitutet e Institutionen för nordiska språk vid Uppsala universitet. p. 245. 422 páginas. ISBN 91-7229-020-X 
  9. Anna Larsson; et al. «Närke» (em sueco). Nationalencyklopedin (Enciclopédia Nacional Sueca). Consultado em 16 de julho de 2018 
  10. Elof Hellquist. «Närke» (em sueco). Projekt Runeberg - Svensk etymologisk ordbok (Projeto Runeberg - Dicionário etimológico sueco - Arquivo Nacional da Suécia). Consultado em 16 de julho de 2018 
  11. Frida Vingren. «Frida Vingren». Google Livros. Consultado em 14 de julho de 2018 
  12. Luiz Antonio Giraldi. «Semeadores da Palavra». Google Livros. Consultado em 14 de julho de 2018 
  13. Mats Widgren e Jan von Konow. «Närke» (em sueco). Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca 
  14. http://www.biljettbokningar.se/l%E4nsguider/N%E4rke/N%E4rke.htm[ligação inativa]
  15. «Närke». Sveriges landskap. Estocolmo: Almqvist & Wiksell. 1995. p. 32-33. 104 páginas. ISBN 91-21-14445-1 
  16. RYDSTEDT, Bjarne; Georg Andersson, Torsten Bladh, Per Olof Köhler, Karl-Gustaf Thorén, Mona Larsson (1987). «Närke». Land och liv 1 (em sueco). Estocolmo: Natur och kultur. p. 107-108. 216 páginas. ISBN 91-27-62563-X 
  17. a b Miranda, Ulrika Junker; Anne Hallberg (2007). «Närke». Bonniers uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag. p. 705. 1143 páginas. ISBN 91-0-011462-6 

Fontes[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Suécia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.