Härjedalen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Härjedalen
Herdália
Província histórica da Suécia
Härjedalen vapen.svg
Região histórica Norlândia
Condados atuais Jämtland e Dalecárlia
Localização na Suécia
Sverigekarta-Landskap Härjedalen.svg
Dados
Área total 11 954 km2
População 9 722 habitantes
(2014)
Densidade 0,82 hab./km²
Ponto culminante Helagsfjället
1796 metros
Maior lago Svegs
Maior cidade -
Símbolos da província
Flor Anemone vernalis
Animal Urso
Peixe Thymallus thymallus

A Härjedalen ou Herdália (em sueco: Härjedalen; em latim: Herdalia) é uma província histórica (landskap) da Suécia, localizada no sudoeste da região histórica (landsdel) da Norlândia. Ocupa 3% da superfície total do país, e tem uma população de cerca de 9 722 habitantes.[1][2][3][4]

Torkilstöten Panorama Jule 2013.jpg

Como província histórica, a Härjedalen não possui funções administrativas, nem significado político, mas está diariamente presente nos mais variados contextos, como por exemplo em Tidning Härjedalen (jornal regional), Jämtland-Härjedalens Ishockeyförbund (federação regional de hóquei no gelo) e Härjedalens Socialdemokrater (social-democratas da região).[5]

Etimologia e uso[editar | editar código-fonte]

O nome geográfico Härjedalen (PRONÚNCIA APROXIMADA hérie-dalen) provem das palavras nórdicas Her (nome antigo do rio da região, hoje em dia Härjån) e dal (vale), significando ”vale do rio Her”. O termo está registado em sueco antigo no século XIII como "Heriardale" e Heriardall. [6] [7] [8]

Em textos em português costuma ser usada a forma original Härjedalen. [9]

Província histórica e Condados atuais[editar | editar código-fonte]

A província histórica da Härjedalen faz praticamente toda parte do Condado da Jämtland. Uma parte menor pertence ao Condado de Dalarna.[10]

História[editar | editar código-fonte]

Durante um largo período, a Härjedalen pertenceu à Noruega, sendo parte da diocese norueguesa de Trondheim desde o século XII. Ganhou personalidade histórica específica no século XVI. Passou a ser sueca em 1645, pela Paz de Brömsebro, apesar da resistência encarniçada da população. No século XIX e primeira metade do século XX, assistiu a uma grande expansão da indústria florestal. Na segunda metade do século XX sofreu um forte despovoamento. [11] [12] [13]

Geografia[editar | editar código-fonte]

A Härjedalen é a província histórica menos povoada da Suécia, com uma população de cerca de 10 000 habitantes. As suas numerosas montanhas e colinas, estão cobertas por extensas florestas, e salpicadas por inúmeros lagos e pântanos. O clima é fortemente continental, com verões curtos e invernos muito frios, tendo oscilações de temperatura da ordem dos 30°C. Os grandes vales do rio Ljusnan abrigam uma população de pequena dimensão, concentrada em algumas localidades. [14] [15] [4]

Localizada no norte da Suécia, tem limites a norte com a Jämtland, a leste com Medelpad e Hälsingland, a sul com a Dalecárlia, e a oeste com a Noruega. É a única província do país sem nenhuma cidade. A localidade de maior dimensão é Sveg, com 2 600 pessoas. Funäsdalen e Hede, são duas outras localidades, igualmente situadas nas margens do rio Ljusnan. [14] [16]

É a província com a maior altitude média do país, estando a maior parte do seu território acima dos 500 metros acima do nível do mar. No lado oriental apresenta um terreno acidentado repleto de colinas, com muitas florestas, lagos e terrenos molhados. No lado ocidental, a paisagem é dominada por altas montanhas e serranias, contando com mais de 40 pontos acima dos 1 000 metros. A serra de Helagsfjället atinge os 1 796 metros. [17] [16]

Tradicionalmente, as grandes florestas, o terreno acidentado e o clima frio no inverno, moldaram a economia regional, baseada na criação de gado, e em menor extensão na exploração florestal, visto tratar-se de florestas de crescimento lento, devido à altitude, não havendo muitas serrações nem indústrias da madeira. A agricultura também é reduzida pelas condições climáticas. O grande recurso económico é na realidade o turismo, atraindo visitantes com as suas montanhas espetaculares, cursos de água e lagos propícios à pesca, neve, pistas de esquis e de passeios a pé. As aldeias de cabanas turísticas (stugbyar) são muito procuradas, podendo ser destacadas Tännäs (com bois-almiscarados nas proximidades), Funäsdalen e Vemdalen (prática de esquis). [17] [18]

Fauna[editar | editar código-fonte]

A Härjedalen é a única província sueca onde existe o boi-almiscarado. Nas suas florestas há um número cada vez maior de ursos, em particular na área da montanha e parque natural de Sonfjället. [19] [20]

Referências

  1. Ernby, Birgitta; Martin Gellerstam, Sven-Göran Malmgren, Per Axelsson, Thomas Fehrm (2001). «Härjedalen». Norstedts första svenska ordbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts ordbok. p. 261. 793 páginas. ISBN 91-7227-186-8 
  2. «Härjedalen». Bonniers Compact Lexikon (em sueco). Estocolmo: Bonnier lexikon. 1995-1996. 448 páginas. ISBN 91-632-0067-8 
  3. «Folkmängd i landskapen den 31 december 2014» (em sueco). Instituto Nacional de Estatística da Suécia. Consultado em 3 de março de 2018 
  4. a b «Härjedalen» (em inglês). Encyclopædia Britannica ( Enciclopédia Britânica). Consultado em 8 de agosto de 2018 
  5. Ulf Sporrong. «Landskap» (em sueco). Enciclopédia Nacional Sueca 
  6. Wahlberg, Mats (2003). «Härjedalen». Svenskt ortnamnslexikon (Dicionário dos nomes das localidades suecas) (em sueco). Uppsala: Språk- och folkminnesinstitutet e Institutionen för nordiska språk vid Uppsala universitet. p. 148. 422 páginas. ISBN 91-7229-020-X 
  7. Bengt Danielsson; et al. «Härjedalen» (em sueco). Nationalencyklopedin (Enciclopédia Nacional Sueca). Consultado em 17 de julho de 2018 
  8. Örjan Martinsson. «Jämtland och härjedalen» (em sueco). Tacitus.nu. Consultado em 16 de julho de 2018 
  9. Stieg Larsson. «Os Homens Que Odeiam as Mulheres». Livros Google. Consultado em 17 de julho de 2018 
  10. Örjan Martinsson. «Jämtland och Härjedalen» (em sueco). Tacitus.nu. Consultado em 26 de fevereiro de 2018 
  11. «Härjedalen» (em inglês). Encyclopædia Britannica ( Enciclopédia Britânica). Consultado em 8 de agosto de 2018 
  12. Miranda, Ulrika Junker; Anne Hallberg (2007). «Härjedalen». Bonniers uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag. p. 405. 1143 páginas. ISBN 91-0-011462-6 
  13. Örjan Martinsson. «Jämtland och Härjedalen» (em sueco). Tacitus.nu. Consultado em 24 de outubro de 2018 
  14. a b «Härjedalen». Sveriges landskap. och Stockholm, Göteborg och Malmö (em sueco). Estocolmo: Almqvist & Wiksell. 1995. p. 22-23. 64 páginas. ISBN 91-21-14445-1 
  15. Miranda, Ulrika Junker; Anne Hallberg (2007). «Härjedalen». Bonniers uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag. p. 405. 1143 páginas. ISBN 91-0-011462-6 
  16. a b Källmalm, Caj; Daniel Källmalm (2014). «Välkommen till vårt Härjedalen!». Vårt Härjedalen (em sueco). Östersund: Jengel. p. 4. 96 páginas. ISBN 9789187309267 
  17. a b Miranda, Ulrika Junker; Anne Hallberg (2007). «Härjedalen». Bonniers uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag. p. 405. 1143 páginas. ISBN 91-0-011462-6 
  18. Ottosson, Mats; Åsa Ottosson (2008). «Härjedalen». Upplev Sverige. En guide till upplevelser i hela landet (em sueco). Estocolmo: Wahlström Widstrand. p. 176-185. 527 páginas. ISBN 9789146215998 
  19. Comuna de Härjedalen - Página oficial - O urso em Härjedalen
  20. Parque nacional de Sonfjället

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Suécia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.