Lago Bolmen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bolmen
Localização
Coordenadas 56° 55' N 13° 40' E
Localização Esmolândia
País  Suécia
Localidades mais próximas Bolmsö
Características
Altitude 141,6 m
Área * 183/173 km²
Profundidade média 5,4 m
Profundidade máxima 36/37 m
Volume * 1 069 990 km³
* Os valores do perímetro, área e volume podem ser imprecisos devido às estimativas envolvidas, podendo não estar normalizadas.

Bolmen é o 10º maior lago da Suécia, localizado na província da Esmolândia, nos condados de Cronoberga, Halândia e Ionecopinga. Possui 183/173 quilômetros quadrados de área, volume de 1 069 990 000 metros cúbicos, profundidade média e máxima de 5,4 e 36/37 metros respectivamente e nasce a cerca de 141,6 metros acima do nível do mar.[1] A 18 quilômetros de Vernamo, uma localidade no condado de Ionecopinga, é o maior lago do sistema do rio Lagan e possui praias morenas, que por serem rasas ao norte, formam pântanos.[2]

Fornece água potável, que é tratada em Ringsjöverket, a uma considerável parte da Escânia, abastecendo Lunda, Lomma, Svalöv, Hoganas, Kävlinge, Eslöv, Staffanstorp, Landscrona e sobretudo Malmo e Helsimburgo, através de um túnel de 82 quilômetros, construído nas décadas de 1970 e 80.[2][3] Está situado no coração de Finuídia, uma das "antigas províncias históricas" (folclândia) da atual Esmolândia.[3] Bolmsö, uma grande ilha sua, era, historicamente, o ponto de encontro da ting local.[4]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O hidrônimo Bolmen deriva da palavra bolmber (grande), em sueco antigo, numa referência ao tamanho do lago. Num texto em latim de 1689, Bolmen está mencionada como Bollmen Lacus.[5]

Fauna e flora[editar | editar código-fonte]

O leito do Bolmen é formado por vegetação longa e vegetação curta e foliar. Suas cercanias são bastante multifacetadas, mas predominam florestas; há bosques, pântanos e campos cultivados. Ele tem função biológica muito alta e suas várias centenas de ilhas contribuem à biodiversidade. Nele crescem espargânios (gramíneo e augustifólio), elatinas (hidropiper e hexandra), pirulárias, isoetes, isólepis e ervas-pilosa ao mesmo tempo que abriga várias espécies de aves (águias-pesqueira, mobelhas-ártica, ógeas, frangos-d'água-europeu, alcatrazes-comum, gansos-bravo, mergansos-de-poupa e gaivinas) e peixes (enguias-europeia, coregos (lavareto e branco) lúcios, tencas, carássios, alburnos, bremas, foxinos, escardínios, rútilos, cotos, acerinas, percas, sandres e lotas).[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. SMHI 2018.
  2. a b c VISS 2018.
  3. a b Magnusson 2004, p. 203.
  4. Hansson 1999, p. 49-51.
  5. Wahlberg 2003, p. 44.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • «Sjölyftet». Instituto Meteorológico e Hidrológico da Suécia. 2018 
  • «Bolmen» (em sueco). VISS Vatteninformationssystem Sverige (Sistema de informação sobre águas - Suécia). 2018 8
  • Wahlberg, Mats (2003). «Bolmen». Svenskt ortnamnslexikon (Dicionário das localidades suecas) (em sueco). Upsália: Språk- och folkminnesinstitutet e Institutionen för nordiska språk vid Uppsala universitet. ISBN 91-7229-020-X 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Lago Bolmen