O Belo e as Feras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde julho de 2012). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O belo e as Feras
Informação geral
Formato Série
Duração 30 minutos (com comerciais)
Criador(es) Bruno Mazzeo
País de origem Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Cininha de Paula
Tema de abertura Instrumental
Exibição
Transmissão original 6 de janeiro de 199922 de março de 1999
N.º de temporadas 1
N.º de episódios 25

O Belo e as Feras foi um programa de televisão exibido de 6 de janeiro de 1999 a 22 de maio de 1999 às 21h45 na Rede Globo e protagonizado por Chico Anysio.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

- A cada semana, Chico Anysio interpretava um personagem diferente, sempre dividindo as cenas com uma atriz convidada. No episódio de estreia, Só o Amor Destrói, o comediante era Vitório, um sessentão ex-marido de Lídia (Regina Duarte), uma professora universitária. Apesar de separados, os dois permanecem bons amigos e moram juntos, porque não têm dinheiro para bancar dois aluguéis. - Tudo muda quando Lídia aparece com Henrique (Rodrigo Santoro), seu jovem namorado. Incomodado, Vitório começa a namorar uma jovem viciada em malhação, Cacau (Luana Piovani), tentando provocar ciúmes na ex-mulher. Depois de passar por vários constrangimentos causados pelas diferenças de idade e estilos de vida, Vitório e Lídia acabam se redescobrindo como amantes. Hugo Carvana faz uma participação especial no episódio, como um barman que dá conselhos a Vitório.

Produção[editar | editar código-fonte]

Com O Belo e as Feras, Chico Anysio voltava à televisão, após três anos de afastamento. Escrito originalmente para a TV Tupi, em 1958, o programa usava a estrutura das comédias de situação norte-americanas para contar histórias sobre a rotina familiar, relacionamento entre homem e mulher e comunicação entre pais e filhos.

Reprise[editar | editar código-fonte]

Em 2013, o Canal Viva reprisou todos os episódios do seriado, na faixa "Viva Rindo".

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.