Of Monsters and Men

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Of Monsters and Men
A banda tocando em Nova Iorque.
Informação geral
Origem Garður, Garðabær
País  Islândia
Gênero(s) Indie pop
Indie folk
Indie rock
Folk rock
Rock alternativo
Pop rock
Período em atividade 2010 - atualmente
Gravadora(s) Record Records
Universal Music
Republic Records
Influência(s) Björk
Arcade Fire
Mumford & Sons
Edward Sharpe and the Magnetic Zeros
Página oficial Site Oficial
Integrantes Nanna Bryndís Hilmarsdóttir
Ragnar Þórhallsson
Brynjar Leifsson
Kristján Páll Kristjánsson
Arnar Rósenkranz Hilmarsson
Ex-integrantes Árni Guðjónsson

Of Monsters and Men (ocasionalmente abreviado por OMAM) é uma banda formada na Islândia de folk rock em 2010.[1] Ela é composta pelos islandeses Nanna Bryndís Hilmarsdóttir (vocal e violão), Ragnar "Raggi" Þórhallsson (vocal e violão), Brynjar Leifsson (guitarra), Arnar Rósenkranz Hilmarsson (bateria) e Kristján Páll Kristjánsson (baixo). Em 2012, o ex-integrante Árni Guðjónsson anunciou sua saída da banda para terminar os estudos. A banda foi formada após um projeto solo da vocalista, chamado Songbird, que depois recrutou os outros integrantes da banda.[2] [3]

A banda ganhou sucesso internacional depois de vencer a batalha anual de bandas na Islândia, Músíktilraunir, em 2010. Em 2011, Of Monsters and Men lançaram um EP intitulado Into the Woods. O álbum de estréia de 2011 da banda, My Head Is an Animal, atingiu a posição #1 na Austrália, Islândia, Irlanda e nas categorias Rock e Alternative Songs dos Estados Unidos, enquanto alcançou a posição #6 na Billboard 200 como melhor álbum, #3 do Reino Unido, e o Top 20 da maioria das tabelas européias e canadenses. Seu principal single, "Little Talks" foi um sucesso internacional, alcançando o Top 10 na maioria das paradas musicais na Europa, incluindo o #1 na Irlanda e na Islândia e #1 em Alternative Songs dos Estados Unidos.

Of Monsters and Men ganharam o European Border Breakers Awards de 2013.

História[editar | editar código-fonte]

O Of Monsters and Men foi formado na Islândia em 2010, originário do Songbird, um projeto solo da vocalista Nanna Bryndís Hilmarsdóttir. Nanna recrutou Ragnar "Raggi" Þórhallsson (voz e violão), Brynjar Leifsson (guitarra) e Arnar Rósenkranz Hilmarsson (bateria) para a banda, e escolheram o nome Of Monsters and Men, por sugestão de Raggi. Logo depois, Kristján Páll Kristjánsson (baixo) e Árni Guðjónsson (teclado) foram adicionados à formação e a banda então começou a compor músicas e gravar suas primeiras demos. O grupo começou a ganhar reconhecimento após vencer a competição anual de bandas Músíktilraunir, que ocorre em Reykjavík, Islândia.

Em fevereiro de 2011, assinaram um contrato de gravação com a Record Records e começaram a gravação de seu primeiro álbum. O álbum de estreia do Of Monsters and Men, My Head Is an Animal, foi lançado em setembro de 2011 na Islândia. O single "Little Talks" foi um sucesso nacional, e abriu as portas para uma carreira internacional. Assim, o grupo assinou com a Universal Records e então My Head Is an Animal foi lançado mundialmente em abril de 2012.

O álbum foi suporte para uma longa turnê mundial que durou 18 meses. No meio da turnê, em outubro de 2012, o pianista Árni resolveu deixar a banda, para voltar à faculdade. Durante a turnê, o Of Monsters and Men tocou em vários países, incluindo o Brasil, como parte do Lollapalooza Brasil 2013 além de performances em outros dos maiores festivais do mundo. A turnê foi finalizada em setembro de 2013, e foi seguida por uma pequena pausa nas atividades da banda.[4]

Em novembro de 2013, a banda lançou a canção "Silhouettes", como parte da trilha sonora de Hunger Games: Catching Fire. Em dezembro do mesmo ano, a lançaram o seu primeiro álbum ao vivo, o EP Live from Vatnagarðar, gravado em um estúdio da Islândia exclusivamente para o iTunes.[5]

Em fevereiro de 2014 o pequeno hiato da banda chegou ao fim e o Of Monsters and Men começou a compor seu novo disco. Em novembro a banda iniciou a gravação do disco no Eldorado Studios em Burbank. No dia 16 de março de 2015, foi anunciado que o segundo álbum da banda, Beneath the Skin, que foi lançado no dia 09 de junho de 2015, juntamente com o primeiro single do disco, "Crystals".

Discografia[editar | editar código-fonte]

Formação[editar | editar código-fonte]

Membros atuais[editar | editar código-fonte]

  • Nanna Bryndís Hilmarsdóttir - vocal e violão (2010-presente)
  • Ragnar "Raggi" Þórhallsson - vocal e violão (2010-presente)
  • Brynjar Leifsson - guitarra (2010-presente)
  • Arnar Rósenkranz Hilmarsson - bateria (2010-presente)
  • Kristján Páll Kristjánsson baixo (2010-presente)

Membros de apoio[editar | editar código-fonte]

  • Ragnhildur Gunnarsdóttir - trompete e teclados (2012-presente)
  • Steingrimur Karl Teague - piano e acordeão (2012-presente)
  • Bjarni Þór Jensson - guitarra (2015-presente)
  • Sigrún Kristbjörg Jónsdóttir - trombone (2015-presente)

Ex-membros[editar | editar código-fonte]

Referências

ligações externas[editar | editar código-fonte]