Olha a Hora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Olha a Hora
Informação geral
Formato Programa jornalístico
Gênero Policial
Duração 75 minutos
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Franz Vacek
Enio Nucciola
Ari Borges
Apresentador(es) Luciano Faccioli
Elenco Jorge Lordello
Fábio Barreto
Exibição
Emissora de televisão original RedeTV!
Formato de exibição 1080i (HDTV)
Transmissão original 9 de maio de 2016[1] - 2 de agosto de 2016
Cronologia
Programas relacionados Cidade Alerta
Brasil Urgente
Repórter Cidadão

Olha a Hora (estilizado Olha a Hora!) é um programa de televisão jornalístico brasileiro que foi produzido e exibido pela RedeTV! e apresentado por Luciano Faccioli entre 9 de maio e 2 de agosto de 2016.

Após uma reformulação na grade da emissora e com o fim dado no programa Você na TV, já que o apresentador João Kléber terá um programa de auditório aos domingos á noite na emissora, foi criado o telejornal chamado "Olha a Hora" que é um bordão utilizado pelo apresentador Luciano Faccioli. O jornalístico faz dobradinha na programação ao lado do RedeTV! News.

Exibição[editar | editar código-fonte]

Olha a Hora estreou em 9 de maio de 2016, uma semana depois do previsto inicialmente, entrando no horário que era ocupado pelo Você na TV na faixa das 17h da tarde, com exibição de segunda a sexta-feira. No entanto, o programa perdeu 1 hora de sua duração no dia 1º de junho, sem aviso prévio, passando a ser exibido às 18h. O espaço foi locado pela Igreja Universal do Reino de Deus.[2]

No dia em que iniciou em novo horário e ao explicar a mudança de horário, Luciano Faccioli fez comentários irônicos, referindo-se a locação do horário: "Tivemos o horário de programa religioso, ou seja, como diria o filósofo e eterno poeta Jorge Ben 'Abençoai-vos Deus e bonitos por natureza'. Surpresos? Nós também, mas segue o barco."[3][4] Segundo o Notícias da TV, a informação do encurtamento do jornalístico foi anunciado de última hora para a produção, que reeditou todo o programa.[5] No dia seguinte, Faccioli foi suspenso pela RedeTV! e substituído por Fábio Barretto, que apresenta o RJ Notícias na sucursal da emissora no Rio de Janeiro. Na segunda-feira seguinte, Faccioli retornou ao comando do programa.[5][6]

Com a audiência em queda e, consequentemente, entregando com baixos índices para o programa seguinte, Olha a Hora teve sua última exibição em 2 de agosto de 2016. No dia seguinte, o programa foi retirado do ar e Faccioli foi demitido do canal. O horário foi ocupado provisoriamente por um programa especial sobre os Jogos Olímpicos de Verão de 2016, apresentado por Gabriela Pasqualin e Luiz Ceará, nomeado RedeTV no Rio.[7] O jornalístico foi substituído oficialmente por uma revista eletrônica intitulada Sem Rodeios, que teve sua estreia exibida em 8 de agosto.[8]

Audiência[editar | editar código-fonte]

A audiência na estreia foi de 1,3 pontos na Grande São Paulo, mantendo o mesmo índice do Você na TV.[9] Com a estreia do novo horário, o programa registrou apenas 0,5 pontos.[10] Consequentemente, passou a marcar menos audiência que o programa da Igreja Universal, que o antecedia.[11] O último programa transmitido consolidou 0,4 pontos no Ibope.[12]

Referências

  1. «Luciano Faccioli estreia programa na RedeTV! e promete fugir do policialesco». Portal IG. Consultado em 9 de maio de 2016 
  2. Flávio Ricco (2 de junho de 2016). «Pesquisas do Ibope e da GfK apresentam os mesmos resultados». UOL. Consultado em 3 de junho de 2016 
  3. «"Surpresos? Nós também", ironiza Faccioli após novo horário de telejornal». UOL. 1 de junho de 2016. Consultado em 3 de junho de 2016 
  4. Flávio Ricco (1 de junho de 2016). «Faccioli se revolta no ar com venda de horário de seu programa à igreja». UOL. Consultado em 3 de junho de 2016 
  5. a b Daniel Castro; Gabriel Souza (2 de junho de 2016). «Após desabafo irônico, Luciano Faccioli é suspenso pela RedeTV!». UOL. Consultado em 3 de junho de 2016 
  6. Flávio Ricco (2 de junho de 2016). «Após reclamação no ar, RedeTV! suspende Luciano Faccioli». UOL. Consultado em 3 de junho de 2016 
  7. Flávio Ricco (3 de agosto de 2016). «Baixa audiência tira Luciano Faccioli do ar e da RedeTV!». UOL. Consultado em 6 de agosto 2016 
  8. Assessoria de Imprensa (5 de agosto de 2016). «RedeTV! estreia jornalístico 'Sem Rodeios' na próxima segunda-feira». RedeTV!. Consultado em 6 de agosto 2016 
  9. «Com jornal policial nova programação da Rede TV! decepciona na estreia». Noticias da TV, por Daniel Castro 
  10. «Jornal Hoje perde para a Record pela segunda vez na história». Noticias da TV, por Daniel Castro. Consultado em 7 de agosto de 2016 
  11. «Telejornal da RedeTV! dá menos ibope do que programa da Igreja Universal». Noticias da TV, por Daniel Castro. Consultado em 7 de agosto de 2016 
  12. «Em alta, Malhação termina com a melhor audiência desde 2011». Noticias da TV, por Daniel Castro. Consultado em 7 de agosto de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]