RedeTV! Rio de Janeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
RedeTV! Rio de Janeiro
TV Ômega Ltda.
Rio de Janeiro, RJ
Brasil
Tipo Empresa privada
Canais 06 VHF analógico
20 UHF e 6.1 Virtual digital
Outros canais 20 e 506 HD (NET Rio)
Sede Bandeira da cidade do Rio de Janeiro.svg Rio de Janeiro, RJ
Rio Sul Center, 33º andar - Rua Lauro Müller, 116 e 3052 - Botafogo MAPA
Slogan A rede de TV que mais cresce no Brasil.
Rede RedeTV!
Rede(s) anterior(es) Rede Tupi (1951-1980)
Rede Manchete (1983-1999)
Fundador Amilcare Dallevo
Marcelo de Carvalho
Pertence a Grupo TeleTV
Presidente Amilcare Dallevo
Fundação 15 de novembro de 1999 (17 anos)
CNPJ 02.131.538/0003-22
Prefixo ZYB 541
Nome(s) anteriore(s) TV Tupi Rio de Janeiro (1951-1980)
TV Manchete Rio de Janeiro (1983-1999)
Cobertura Grande Rio de Janeiro e 70% do interior do estado
Coord. do transmissor 22° 57' 06.2" S 43° 14' 14.1" O
Potência 15 kW
Página oficial www.redetv.com.br

RedeTV! Rio de Janeiro é uma emissora de televisão brasileira sediada na cidade do Rio de Janeiro, capital do estado brasileiro homônimo. Opera nos canais 6 VHF, 20 UHF e 21 UHF digital (canal virtual 6.1) e é emissora própria da RedeTV!. A sede da emissora está no 33º andar do Rio Sul Center, no bairro de Botafogo, e sua antena de transmissão está no topo do Morro do Sumaré, no bairro do Alto da Boa Vista.

Como outras emissoras de televisão que operam no canal 6, seu áudio pode ser ouvido através de aparelhos de rádio FM sintonizados em 87,7 MHz (o sinal de áudio do canal 6 está localizado em 87,75 MHz).

A transmissão digital na RedeTV! Rio de Janeiro iniciou-se em 2008.[1]

História[editar | editar código-fonte]

A emissora foi fundada em 15 de novembro de 1999, através do canal 6 VHF, sucedendo a antiga TV Manchete Rio de Janeiro, matriz da Rede Manchete, que havia sido comprada pelos empresários Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho, fundando a RedeTV!. Em outubro de 1999, dentro do projeto de reconstrução da rede de emissoras da antiga Rede Manchete, a RedeTV! aluga um andar inteiro do Teleporto, na Cidade Nova, na Zona Central do Rio de Janeiro. Ali foi instalada a infraestrutura necessária para o funcionamento da emissora. Além disso, foi montado um estúdio de 150 m² para a produção do telejornal RTV!, além da redação e outras necessidades.

Posteriormente, a sede da emissora foi transferida para o Rio Sul Center, no bairro de Botafogo, na Zona Sul da capital fluminense.

Programação local[editar | editar código-fonte]

Edifício Rio Sul Center em Botafogo, sede da emissora.
  • Te Peguei : Humorístico. Exibido aos sábados, substituindo a exibição de jogos locais da Série B.

Além de retransmitir a programação nacional da RedeTV!, a emissora também gera infomerciais e propagandas de anunciantes do Rio de Janeiro durante todo dia, além de partidas locais da Série B para outros estados e debates políticos.

Até 2016, a emissora gerava o RJ Notícias. Com o seu fim, a emissora passou a gerar apenas a programação de rede, exibindo as matérias locais somente nos telejornais nacionais.

Equipe[editar | editar código-fonte]

Repórteres
  • Vivian Casanova
  • Melina Saad
  • Thalita Ribeiro
  • Tony Vendramini
  • Gabriela Zottis

Sinal[editar | editar código-fonte]

É a única emissora própria da RedeTV! que possui rede de transmissão terrestre. Assim a RedeTV! Rio de Janeiro, com seu sinal via micro-ondas, transmite sua programação local para 70% do interior do estado do Rio de Janeiro. No entanto, alguns municípios menores recebem o sinal da RedeTV! São Paulo, pois estas áreas não formam enlaces micro-ondas com a área de cobertura da emissora.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Entre outubro e novembro de 2014 a emissora carioca teve uma série de investimentos:

  • A emissora contratou Rogério Forcolen, recém-dispensado da Record, para apresentar o RJ Notícias;
  • Passou a transmitir programas e infomerciais em HD (sem cortes para o sinal SD);
  • Ganhou dois cenários: um em chroma key para o noticiário e um cenário panorâmico para entrevistas com convidados e participações no telejornais de rede;
  • Ganhou mais equipes de reportagens, podendo assim aumentar a duração de seus noticiários e participar ativamente dos telejornais de rede, sendo esses dois com matérias e links ao vivo;
  • E também passou a ter todo o conteúdo de seus programas divulgados no portal da RedeTV!;
  • Em 15 de junho de 2015, foram encerradas as transmissões do canal 3D (6.2) na capital.[2];
  • Em outubro de 2016, a emissora encerrou a produção de seu telejornal, RJ Notícias, devido ao fim do Sem Rodeios, noticiário da rede que era exibido antes do jornal local. Por isso, a emissora passou a ser uma espécie de retransmissora da programação nacional, tendo conteúdo local somente terceirizado.

Referências

  1. TV digital estréia em BH e RJ, com transmissão da Rede TV! IDG NOW!. (Setembro, 2009).
  2. «Rede TV! 3D fora do ar no Rio de Janeiro !! | TVs do RJ». www.tvsdorj.com. Consultado em 21 de janeiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
TV Manchete Rio de Janeiro
Canal 6 VHF de Rio de Janeiro
1999 - presente
Sucedido por
Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.