Ordem Olímpica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Ordem Olímpica é o prêmio olímpico mais alto do movimento, criado pelo Comité Olímpico Internacional em 1974, como um sucessor para o Certificado Olímpico, prêmio concedido anteriormente. A ordem olímpica tinha, inicialmente, três graus (ouro, prata e bronze), embora o bronze tenha sido retirado em 1984. Esta honraria é concedida a indivíduos que contribuíram para o movimento olímpico e sua evolução, com melhorias para os esportes e desempenhos na competição.[1]

Entre os atletas que receberam esta distinção estão a tenista Steffi Graf e a ginasta Nadia Comaneci.[carece de fontes?]

Portugueses galardoados[editar | editar código-fonte]

Entre as personalidades portuguesas galardoadas encontramos:[2]

Brasileiros galardoados[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Олимпийские награды» (em russo). Государственная символика: Государственная символика. Consultado em 18 de fevereiro de 2010 
  2. «Personalidades galardoados anteriormente com a Ordem Olímpica.» (pdf). Olimpo : Revista do Comité Olímpico de Portugal. Comité Olímpico de Portugal. Outubro–Dezembro 2007. p. 18. Consultado em 19 de julho de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 19 de julho de 2014 
  3. a b c d e Folha on Line - Oscar recebe homenagem do COI (18/07/1997) Acessado em 15 de janeiro de 2017
  4. «Olympic movement salutes Pelé, the King of Football». Rio 2016. Consultado em 17 de junho de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre esporte/desporto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.