Parnamirim (Pernambuco)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Parnamirim.
Município de Parnamirim
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 1 de julho
Fundação 25 de maio de 1870 (148 anos)
Gentílico parnamirinense ou parnaminioara
Lema Terra de Sant'Ana
Prefeito(a) Tácio Pontes (PSB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Parnamirim
Localização de Parnamirim em Pernambuco
Parnamirim está localizado em: Brasil
Parnamirim
Localização de Parnamirim no Brasil
08° 05' 27" S 39° 34' 40" O08° 05' 27" S 39° 34' 40" O
Unidade federativa  Pernambuco
Mesorregião Sertão Pernambucano IBGE/2008[1]
Microrregião Salgueiro IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes norte: Granito (Pernambuco), Serrita e Bodocó; sul:Santa Maria da Boa Vista e Orocó; leste com Terra Nova (Pernambuco) e Cabrobó e oeste com Ouricuri e Santa Cruz (Pernambuco).
Distância até a capital 570 km
Características geográficas
Área 2 621,428 km² [2]
População 21,290 hab. estatísticas IBGE/2016[3]
Densidade 0,01 hab./km²
Altitude 392 m
Clima Semiárido BSh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,599 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 131 817 mil IBGE/2012[5]
PIB per capita R$ 6 453 70 IBGE/2012[5]

Parnamirim é um município brasileiro do estado de Pernambuco.

História[editar | editar código-fonte]

Saco do Martinho era uma fazenda de criação de gado, de propriedade do tenente-coronel Martinho da Costa Agra, que construiu, em sua fazenda, uma capela dedicada a Nossa Senhora de Santana, dando origem ao povoado. A história da cidade está intimamente ligada ao ciclo da pecuária.

Em 25 de maio de 1870, foi elevada a distrito, passando a chamar-se Santana do Saco. Neste município, surgiu a Freguesia da Leopoldina, que, desmembrada de Santana do Saco, foi elevada a município em 1 de julho de 1909. Em 31 de dezembro de 1943, a Freguesia da Leopoldina passou a chamar-se Parnamirim.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo "Parnamirim" é de origem tupi e significa "rio pequeno", através da junção dos termos paranã ("rio") e mirim ("pequeno")[6]. Homenagem ou rio que banha a cidade: Rio Brígida.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 08º05'26" sul e a uma longitude 39º34'42" oeste, estando a uma altitude de 392 metros. Sua região é conhecida como Sertão Central de Pernambuco. Está a 570 km do Recife.

Sua população estimada em 2014 era de 21.093 habitantes.

O município é constituído de três distritos: Parnamirim (sede), Icaiçara e Veneza, além dos povoados de Barro, Matias e Quixaba.

Relevo[editar | editar código-fonte]

O relevo é ondulado, suave ondulado e forte ondulado.

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima é do tipo tropical semi-árido, com chuvas de verão. O período de chuvas inicia-se em novembro, acentuando-se em março e abril e finalizando em abril. A precipitação média anual é de 431,8mm.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Parnamirim é abastecida pelo segundo maior açude do estado, o Entremontes, no rio São Pedro, que possui 339 milhões de metros cúbicos.

Vegetação[editar | editar código-fonte]

A vegetação é basicamente composta por Caatinga Hiperxerófila com partes de Floresta Caducifólia.

Bairros[editar | editar código-fonte]

  • Centro
  • Bomba
  • Alto da Caixa D'água
  • Cohab I
  • Cohab II
  • Simpatia I
  • Simpatia II
  • Bairro do Avelar
  • Raimundo Batista Angelim

Distritos[editar | editar código-fonte]

  • Veneza
  • Icaiçara

Povoados[editar | editar código-fonte]

  • Barro
  • Matias
  • Quixaba
  • São Domingos

Festa de Sant'ana[editar | editar código-fonte]

No mês de julho, ocorre em Parnamirim a Festa de Sant'ana, em homenagem à figura bíblica de Sant'ana, a mãe de Maria. A festa se inicia com as novenas , que duram até o fim da festa. Durante as novenas acontece a tradição das alvoradas da Banda Filarmônica Maestro Parreira, a banda da cidade, que nos dias de novenas saem desfilando pela cidade todas as manhas acordando seus fieis com seus hinos. A noite buscam e levam o estandarte de nossa senhora Sant'ana para as novenas. A festa também conta com as noites temáticas, organizadas pelos 'homenageados'. No último dia de festa, há ainda o tradicional baile do Clube 26 de Julho, que se encerra às 5 da manhã, com a banda filarmônica de Parnamirim percorrendo as ruas da cidade com os participantes do baile e indo parar na praça de eventos Zé Sampaio (Calçadão). No final do mês ocorre a tradicional Festa de Julho, que tem várias atrações culturais, musicais, etc.

Estima-se que durante a festa, a população de Parnamirim triplique, por conta dos turistas que visitam a cidade, boa parte composta de pessoas nascidas lá, mas que moram em outras cidades.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. 
  3. «Estimativa Populacional 2014». Estimativa Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Agosto de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 1 de outubro de 2013. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2012». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2014. 
  6. http://www.fflch.usp.br/dlcv/tupi/vocabulario.htm

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.