Património do mercúrio. Almadén e Idrija

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Património do mercúrio. Almadén e Idrija *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

AntonijevRov-Idrija.jpg
Antonijev rov, entrada da mina em Idrija
País Flag of Spain.svg Espanha
 Eslovênia
Tipo Cultural
Critérios ii, iv
Referência 1313
Região** Europa e América do Norte
Coordenadas 38° 46' 31" N 4° 50' 20" E
Histórico de inscrição
Inscrição 2012  (36ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
** Região, segundo a classificação pela UNESCO.

O Património do mercúrio. Almadén e Idrija é um local inscrito como Patrimônio Mundial da UNESCO nas cidades de Almadén na Espanha e Idrija na Eslovênia.

O local envolve duas minas de mercúrio. Em Almadén o mercúrio vem sendo extraído desde a Antiguidade, enquanto que em Idrija ele começou a ser extraído em 1490. Em Almadén existem construções relacionadas a história da mineração, incluindo o Castelo Retamar, construções religiosas e habitações tradicionais. Em Idrija podemos encontrar uma grande infraestrutura, bem como aposentos dos mineiros e um teatro. Os dois locais testemunham o comércio intercontinental no qual o mercúrio causou importantes mudanças entre a Europa e América por séculos. Os dois locais representam as duas maiores minas de mercúrio no mundo e eram operacionais até há pouco tempo.[1]

Referências

  1. Patrimônio do mercúrio. UNESCO World Heritage Centre - World Heritage List (whc.unesco.org). Em inglês ; em francês ; em espanhol. Páginas visitadas em 29/10/2013.