Florestas primárias e antigas de faias dos Cárpatos e de outras regiões da Europa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pix.gif Florestas primárias e antigas de faias dos Cárpatos e de outras regiões da Europa *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Stužica primeval forest, Slovakia.jpg
Bosque primário de Stužica.
País  Albânia
 Alemanha
 Áustria
 Bélgica
 Bósnia e Herzegovina
 Bulgária
 Chéquia
 Croácia
 Eslováquia
 Eslovênia
Flag of Spain.svg Espanha
 França
 Itália
Macedónia do Norte Macedônia do Norte
 Polónia
Roménia
Suíça
 Ucrânia
Critérios C (ix)
Referência 1133 en fr es
Histórico de inscrição
Inscrição 2007  (31.ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.

As florestas primárias e antigas de faias dos Cárpatos e de outras regiões da Europa constituem um patrimônio natural de caráter transnacional, composto por mais de cinquenta bosques, principalmente de faias, distribuídos por uma dezena de países europeus entre a Espanha e a Ucrânia, e considerados pela UNESCO como Patrimônio Mundial em 2007. [1]

Este patrimônio natural inclui 94 partes componentes em 18 países. Desde o fim da última Idade do Gelo, a faia europeia se espalhou de algumas áreas de refúgio isoladas nos Alpes, Cárpatos, Dinárides, Mediterrâneo e Pirineus por um curto período de alguns milhares de anos em um processo que ainda está em andamento. O sucesso da expansão em todo o continente está relacionado à adaptabilidade e tolerância da árvore a diferentes condições climáticas, geográficas e físicas.[2]

A área total das partes componentes é de 77.971,6 ha, incluindo zonas tampão de 29.278,9 ha. Mais de 70% do site está localizado na Ucrânia . A área inclui dois parques nacionais e algumas áreas protegidas de acesso restrito, principalmente na Eslováquia. Ambos os parques nacionais, junto com uma área vizinha na Polônia compõem uma reserva da biosfera separada , a Reserva da Biosfera dos Cárpatos Orientais ES. O Patrimônio é indispensável para o entendimento da história e evolução do gênero Fagus que, dada sua ampla distribuição no Hemisfério Norte e sua importância ecológica é globalmente significativo.[2]

Os bosques de florestas temperadas são complexos e exibem padrões de povoamento puros e mistos da faia europeia, apresentando amplo gradiente ecológico que incluem condições climáticas e geológicas. Contém uma reserva genética inapreciável de faias e muitas espécies associadas e dependentes destes habitats florestais. São também um exemplo importante de recolonização e desenvolvimento de ecossistemas terrestres e comunidades ecológicas desde a última Idade do Gelo até os dias atuais.[3]

Referências

  1. «UNESCO». Consultado em 27 de outubro de 2013 
  2. a b Centre, UNESCO World Heritage. «Ancient and Primeval Beech Forests of the Carpathians and Other Regions of Europe». UNESCO World Heritage Centre (em inglês). Consultado em 23 de novembro de 2021 
  3. Kirchmeir, H. & Kovarovics, A. (eds.) 2020: Nomination Dossier ‘Ancient and Primeval Beech Forests of the Carpathians and Other Regions of Europe’ as extension to the existing Natural World Heritage Site (1133ter). Klagenfurt, 357p. Disponível em: https://whc.unesco.org/document/181053

Predefinição:Esboço-património mundial