Sassi di Matera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pix.gif Sassi di Matera *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Raccolta acque matera canale.jpg
País  Itália
Tipo Cultural
Critérios iii, iv, v
Referência 670
Região** Europa e América do Norte
Coordenadas 40° 39′ 59″ N, 16° 36′ 37″ L
Histórico de inscrição
Inscrição 1993  (17ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
** Região, segundo a classificação pela UNESCO.

O Sassi di Matera é o centro histórico da cidade de Matera. Os Sassos Caveoso e Barisano, dentro da Civita, formam o complexo urbano.

Patrimônio da Humanidade[editar | editar código-fonte]

O Sassi di Matera foi inscrito como Patrimônio Mundial da UNESCO em 1993 graças a sua representação de um extraordinário ecossistema urbano, capaz de demonstrar a habitação local desde os tempos pré-históricos.

A cidade de pedra, centro histórico de Matera escavada na pedra é habitada desde o Paleolítico.

O Sasso Caveoso com vista da Santa Maria di Idris

Cinema[editar | editar código-fonte]

Mel Gibson, enquanto percorria os labirintos da região, escolheu o Sassi di Matera para filmar A Paixão de Cristo. Otros filmes em que os Sassi aparecem são O Evangelho segundo São Mateus de Pier Paolo Pasolini, The Nativity Story de Catherine Hardwicke, Mulher-Maravilha de Patty Jenkins, No Time to Die de Cary Joji Fukunaga.[1][2]

Referências

  1. «Matera's live nativity draws 30,000». ANSA. 6 de janeiro de 2015. Consultado em 17 de novembro de 2016 
  2. «James Bond starts filming in Matera». ilglobo.com.au. 27 de agosto de 2019. Consultado em 23 de dezembro de 2019 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências