Residências da Casa de Saboia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Residências da Casa de Saboia *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Lesser coat of arms of the Kingdom of Italy (1890).svg
Brasão dos Saboia
País  Itália
Tipo Cultural
Critérios i, ii, iv, v
Referência 823
Região** Europa e América do Norte
Histórico de inscrição
Inscrição 1997  (21ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
** Região, segundo a classificação pela UNESCO.

As Residências da Casa de Saboia são um conjunto de edifícios (palácios) na cidade de Turin e sua província Torino no Piemonte, no norte da italianos que, em 1997, foram classificados como um Património da Humanidade pela Unesco. Entre estes encontram-se:[1]

O patrimônio tombado[editar | editar código-fonte]

Em Turim:

Na província de Torino (Piemonte), perto de Turim

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Outras imagens[editar | editar código-fonte]


O Castelo de Belvedere[editar | editar código-fonte]

O Palácio de Belvedere foi propriedade de Eugénio de Saboia (16 de outubro de 1663 - 24 de abril de 1736), um dos generais mais brilhantes da história do Império Habsburgo. Hoje o Palácio abriga a Galerie Österreichische, Galeria Belvedere da Áustria um dos museus de arte mais importantes do mundo.


Palazzo Chiablese[editar | editar código-fonte]

O Palazzo Chiablese, ou Palácio Chiablese, foi uma das muitas residências da família Saboia. Localizado no centro de Turim, próximo à entrada principal da Piazza San Giovanni, foi construido no transcurso do século XVI, por Emanuel Felisberto de Saboia. Sofreu mudanças na arquitetura promovidas pelo arquiteto Benedetto Alfieri em 1753-1754, que deu ao edifício uma unidade arquitetônica. A primeira proprietária foi a amante de Emanuel Felisberto de Saboia, marquesa Beatrice de Langholm Stroppiana[2] e mais tarde, em 1642, foi a residência do ex-cardeal Maurício de Saboia e sua esposa Ludovica desde 1642, e mais tarde foi residência de Vítor Amadeu III e depois de Margarida de Saboia, rainha da Itália

Referências