Aqueduto de Segóvia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Cidade Velha e Aqueduto de Segóvia *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Aqueduct of Segovia 08.jpg
O aqueduto de Segóvia
País Flag of Spain.svg Espanha
Critérios i, iii, iv
Referência 311
Coordenadas 40° 56' 54.5" N 4° 7' 0.3" O
Histórico de inscrição
Inscrição 1985  (9ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.

Aqueduto de Segóvia é um aqueduto romano e um dos monumentos antigos mais importantes e mais bem preservados deixados na Península Ibérica pela civilização romana. Ele está localizado na Espanha e é o símbolo mais importante de Segóvia, como evidenciado por sua presença no brasão de armas da cidade.

Como o aqueduto carece de uma inscrição legível (uma foi aparentemente localizada no subsolo da estrutura), na data de construção não pode ser definitivamente determinado. A data geral de construção do aqueduto foi por muito tempo um mistério embora acredita-se que tenha sido durante o século I dC, durante os reinados dos imperadores Domiciano, Nerva e Trajano. No final do século XX, Géza Alföldy decifrou o texto na placa dedicatória estudando as âncoras que seguravam as letras de bronze que ficavam na estrutura. Ele determinou que o imperador Domiciano (81-96) ordenou a sua construção.[1] Al Monún de Toledo derrubou parte do aqueduto em 1072, mas os Reis Católicos, no século XV, promoveram a restauração da obra.

O aqueduto é o mais importante marco arquitetônico da cidade. Ele foi mantido em funcionamento ao longo dos séculos e preservado em excelente condição. Forneceu água para Segovia até meados do século XIX.[2] Por causa da deterioração diferencial de blocos de pedra, vazamentos de água a partir do viaduto superior e da poluição, que causou a deterioração da alvenaria de granito, o monumento foi listado no World Monuments Fund (WMF). Ao contrário da crença popular, vibrações causadas pelo tráfego que costumavam passar sob os arcos não afetaram o aqueduto, devido à sua grande massa. A WMF, ao lado do governo espanhol, do governo regional de Castilla y León e de outros instituições locais para colaborar na execução do projeto de revitalização, tendo prestado assistência através da empresa global de serviços financeiros American Express.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Géza Alföldy: Die Inschrift des Aquäduktes von Segovia
  2. TURESPAÑA (2006-01-31). «The Segovia Aqueduct in Spain. | spain.info in english» (em inglês). Spain.info. Consultado em 2016-04-08. 
  3. «Aqueduct of Segovia | World Monuments Fund». www.wmf.org. Consultado em 2016-04-08. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Aqueduto de Segóvia
Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.