Hedeby

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Visão geral de Hedeby

Hedeby (em alemão Haithabu; em nórdico antigo Heiðabýr) foi uma importante cidade viquingue dos dinamarqueses, localizada no norte da Alemanha, junto à atual fronteira com a Dinamarca, perto da cidade de Eslésvico. Já existia no século VIII, a avaliar por vestígios arqueológicos encontrados, embora a sua fundação seja atribuída ao rei dinamarquês Godofredo em 810. Nos seus melhores tempos, tinha uns 1 000 habitantes, tinha moeda própria, e era um importante nó de comércio marítimo entre o Mar Báltico e o Mar do Norte. Foi destruída uma primeira vez em 1050, numa contenda entre o rei Sueno II da Dinamarca e o rei Haroldo III da Noruega, e definitivamente em 1066 pelos vendos - um povo eslavo, ano esse que inclusive é considerado o fim da Era Viquingue no medieval escandinavo.[1][2][3]

Reconstrução moderna da antiga Hedeby.

Referências

  1. Orrling, Karin. Vikingatidens ABC (em sueco). Estocolmo: Museu Histórico de Estocolmo, 1995. 184 p. ISBN 91-7192-984-3
  2. Ohlmarks, Åke. Fornnordiskt lexikon (em Sueco). Estocolmo: Tiden, 1995. Capítulo: Hedeby.  414 p. p. 141. ISBN 91-550-4260-0
  3. Else Christensen e Henrik Elling. «Köpmannen förde Norden in i en ny era» (em sueco). Världens Historia. Consultado em 12 de fevereiro de 2017 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Hedeby