Petros Markaris

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Petros Markaris
Petros Markaris em 2012
Nascimento 1 de janeiro de 1937 (79 anos)
Istambul  Turquia
Nacionalidade  turco
 grego
Ocupação Escritor
Principais trabalhos Série do Kostas Xaritos
Gênero literário Romance policial

Petros Markaris (em grego: Πέτρος Μάρκαρης; Istambul, 1 de janeiro de 1937) é um tradutor, dramaturgo, roteirista e escritor turco-grego, mais conhecido pela série de romances policiais estrelada pelo policial ateniense: Kostas Xaritos[1]. Essa série foi traduzida para mais de 20 línguas e virou best-seller em países como: Alemanha, Itália e Espanha[2]. Fora da Europa tem leitores bem fiéis na Argentina, Uruguai e Colômbia[3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de um empresário armênio e mãe grega [4], nasceu em Istambul (Turquia). Estudou na St. George's Austrian High School[5], em Istambul, e depois estudou economia durante alguns anos em Viena e em Estugarda (português europeu) ou Stuttgart (português brasileiro). A família mudou-se para Atenas, em 1954, mas Markaris não ficou definitivamente lá até 1964. Naquele ano, muitos gregos (titulares de passaportes gregos) foram expulsos de Istambul, um grande golpe para a comunidade milenar grega da cidade [6]. Por muitos anos ficou sem qualquer cidadania; se tornou cidadão grego, pouco depois de 1974, junto com o resto da minoria armênia na Grécia. Markaris fala e escreve em grego, turco e alemão. Hoje ele vive em Atenas[5].

Produção Artística[editar | editar código-fonte]

Ele escreveu várias peças, começando a carreira em 1965, como dramaturgo, com a peça: The Tale of Ali Retzo. Colaborou com o diretor Theo Angelopoulos em vários roteiros de cinema[1]. Traduziu vários dramas alemães para o grego[4], como o Fausto de Goethe, Partes I e II, além de autores como: Bertolt Brecht, Thomas Bernhard e Arthur Schnitzler[7].

O herói principal da sua série de livros e narrador em primeira pessoa, Kostas Xaritos, é um detetive do departamento de homicídios ateniense, na casa dos cinquenta anos, bem sincero, amante da verdade e da esposa. Sendo um pouco à moda antiga em seus pontos de vista pessoais, o personagem lamenta a perda de tradições gregas e não gosta das massas de imigrantes estrangeiros que entram na Grécia.

Além dos romances, Markaris escreveu obras de não-ficção como: Η Αθήνα της Μιας Διαδρομής (Tradução literal: "A Atenas de uma rota"), uma descrição recente de Atenas. No prólogo, Markaris diz que o livro foi publicado originalmente em alemão e ele não tinha intenção de publicá-lo em grego, sentindo que o que interessa aos estrangeiros não seria de interesse aos gregos. No entanto, seu editor convenceu-o a reconsiderar e o livro foi publicado em 2013 [8].

Condecorações e Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • VII Prêmio Pepe Carvalho (Espanha, 2012) [7]
  • Goethe-Medaille (Alemanha, 2013). Foi premiado por sua, "distinta contribuição à língua alemã e as relações culturais internacionais". [9]
  • Prêmio do Quais du Polar festival (França, 2013) [5]
  • Cruz da Ordem do Mérito da Alemanha (Grécia, 2014). Pela obra literária e tradução, foi lhe concedida em cerimônia realizada na Embaixada da Alemanha em Atenas. Esta distinção é o primeira atribuída pela embaixada alemã em Atenas. [10]

Livros[editar | editar código-fonte]

Série de Romances do Kostas Xaritos[editar | editar código-fonte]

  • Nυχτερινό δελτίο, (1995) Brasil: A Hora da Morte (Editora Record, 2008)
  • Άμυνα ζώνης, (1998) Brasil: Os Amantes da Noite (Editora Record, 2010)
  • Ο Τσε αυτοκτόνησε, (2003) (Tradução literal: Che cometeu suicídio)
  • Βασικός Μέτοχος, (2006) (Tradução literal: Principal acionista)
  • Παλιά, Πολύ Παλιά, (2008) (Tradução literal: Velho, muito velho)
  • Ληξιπρόθεσμα Δάνεια, (2010) (Tradução literal: Crédito vencido)
  • Περαίωση, (2011) (Tradução literal: Rescisão)
  • Ψωμί, Παιδεία, Ελευθερία, (2012) (Tradução literal: Pão, educação, liberdade)
  • Τίτλοι Τέλους, (2014) (Tradução literal: Títulos finais)
  • Τριημερία, (2015) (Tradução literal: Fim de semana)
  • Offshore, (2016) (Tradução literal: Alto mar)

Outros[editar | editar código-fonte]

  • Ταξίδι στα Κύθηρα, (1985) (Tradução literal: Viagem a Citera)
  • Η Αθήνα πρωτεύουσα των Βαλκανίων, (2004) (Tradução literal: Atenas é a capital da região dos Balcãs)
  • Κατ' εξακολούθηση, (2006) (Tradução literal: Repetidamente)
  • Η Αθήνα της μιας διαδρομής, (2013) (Tradução literal: "A atenas de uma rota")

Cinema[editar | editar código-fonte]

(Como roteirista)

  • Dias de 36 (Meres tou 36) - 1972
  • Alexandre, o grande (Megaleksandros) - 1980
  • O passo suspenso da cegonha (To meteoro vima tou pelargou) - 1991
  • Um olhar a cada dia (To vlemma tou Odyssea) - 1995
  • A Eternidade e Um Dia (Mia aioniotita kai mia mera) - 1998
  • Esperando las nubes, 2004

Referências

  1. a b «Petros Markaris». Grupo Editorial Record. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  2. Vervenioti, Eleni (13 de outubro 2016). «5 Greek Crime Novelists Who Make Athens Look Like Gotham City» (em inglês). The Culture Trip. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  3. «Europa trata refugiados como 'lixo', denuncia Márkaris, cronista da crise grega». Zero Hora-Clicrbs. 30 de setembro de 2016. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  4. a b «Entrevista: Petros Markaris» (em espanhol). La Gansterera. 08 de julho de 2001. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  5. a b c «Detective Fiction Author Markaris Awarded» (em inglês). EU-Greek Reporter. 31 de março 2013. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  6. «Jornal grego de Istambul é derrubado pela crise na Grécia». Extra-Globo. 13 de julho de 2011. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  7. a b Mora, Rosa (3 de outubro de 2011). «Petros Márkaris gana el VII Premio Pepe Carvalho: El escritor publica este mes una novela negra sobre la Grecia actual» (em espanhol). Cultura-El Pais. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  8. Markaris, Petros (2013). Η Αθήνα της Μιας Διαδρομής (Tradução literal: "A Atenas de uma rota") Εκδόσεις Γαβριηλιδης [S.l.] ISBN 978-9603369820. 
  9. Harris Ikonomopoulos, : (29 de Agosto de 2013). «Prestigious Goethe medal for author Petros Markaris: Goethe Institute honours Athens-based author» (em inglês). Enet English. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  10. «Ο Πέτρος Μάρκαρης τιμήθηκε με το Σταυρό του Τάγματος της Αξίας της Γερμανίας: Για το λογοτεχνικό και μεταφραστικό του έργο» (em grego). Lifo. 15 de Maio de 2014. Consultado em 17 de outubro de 2016.