Pick Withers

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

David "Pick" Withers (Leicester, 4 de abril de 1948) é um baterista inglês.

Pick foi o baterista da primeira formação da banda Dire Straits, no final da década de 1970. Participou dos primeiros álbuns, que incluíam sucessos como "Sultans of Swing", "Tunnel of Love", "Romeo and Juliet" e "Skateaway".

História[editar | editar código-fonte]

Para uma das apresentações da banda recém-formada (e ainda sem nome), Mark Knopfler convidou o amigo Pick, com quem tocara no pub Brewer's Droop, em Londres. A nova banda foi batizada como Cafe Racers, e estrearam ironicamente em um festival de música punk. Daí surgiu o Dire Straits.

Logo depois de finalizarem Love over Gold, Mark Knopfler produziu Private Dancer, de Tina Turner, reconduzindo a cantora ao sucesso. Era 1982, e Pick Withers resolveu abandonar o grupo para montar uma banda de jazz e se dedicar mais à família.

Outro fator de descontentamento com a banda foi a aquisição de dois tecladistas ao grupo, o que deixou a bateria em segundo plano. Pick foi substituído por Terry Williams a partir do compacto Twisting by the Pool.



Ícone de esboço Este artigo sobre um baterista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.