Pierre Henry

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Em 2008

Pierre Henry (Paris, 9 de dezembro de 1927  – Paris, 5 de julho de 2017[1]) foi um compositor francês, pioneiro da música eletroacústica.[2]

Entre 1949 e 1958, trabalhou no estúdio Club d'Essai da RTF, criado por Pierre Schaeffer. Durante este período, escreveu a peça Symphonie pour un homme seul (1950), em cooperação com Schaeffer; também compôs a primeira música concreta a aparecer em um filme comercial, Astrologie ou le miroir de la vie (1952). Henry também compôs para vários filmes e balés.

Sua obra mais conhecida é o álbum experimental Messe pour le temps présent (1967), em cooperação com o coreógrafo Maurice Béjart. Uma das músicas deste álbum, "Psyché Rock", inspirou o tema do desenho animado Futurama, [3] dando a entender que, para seu criador Matt Groening, a música eletroacústica seria a música do futuro.

Referências

  1. France Presse. «Pierre Henry, pioneiro da música eletroacústica e 'avô do Techno', morre aos 89 anos». G1. Consultado em 6 de julho de 2017 
  2. «Pierre Henry» (em francês). brahms.ircam.fr. Consultado em 6 de julho de 2017 
  3. Hodgkinson, Will (15 de outubro de 2006). «Soundtrack of my life: Pierre Henry» (em inglês). The Guardian. Consultado em 6 de julho de 2017 


Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.