Pleocyemata

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaPleocyemata
Fêmea de Potamon fluviatile com ovos entre os pleópodes.

Fêmea de Potamon fluviatile com ovos entre os pleópodes.
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Subfilo: Crustacea
Classe: Malacostraca
Superordem: Eucarida
Ordem: Decapoda
Subordem: Pleocyemata
Infraordens
Fêmea de Xantho poressa com ovos.

Pleocyemata Burkenroad, 1963 é uma subordem de crustáceos decápodes que inclui a maioria das espécies da ordem Decapoda. Pertencem a este agrupamento taxonómico as lagostas sensu latu, os caranguejos e alguns camarões. A subordem Pleocyemata em conjunto com subordem irmã Dendrobranchiata, consideradas clados monofiléticos, substituem as antigas subordens Reptantia e Natantia.[1]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Pleocyemata é uma subordem de crustáceos decápodes que inclui os vários tipos de camarões, além dos caranguejos, lagostins, lagostas e outras formas similares. A subordem Pleocyemata tem como grupo irmão a subordem Dendrobranchiata, caracterizada por apresentar dendrobrânquias.

Esta subordem foi criada para substituir a antiga classificação, a todas os títulos artificial, que dividia os decápodes em dois grupos: (1) o grupo Natantia, com os decápodes nadadores; e (2) o grupo Reptantia, com os decápodes reptantes.[2] Apesar destes termos terem sido amplamente abandonados como táxons formais, ainda servem um propósito descritivo útil (da mesma forma como os adjetivos errantes e sedentários que se prestam aos anelídeos poliquetos), pelo que menções a «decápodes natantes» e «decápodes reptantes» são ainda frequentemente encontradas na literatura.[3]

Os membros deste subordem partilham numerosas características, sendo a mais importante, e a que dá nome ao grupo, a incubação dos ovos fecundados pela fêmea mantendo-os retidos por adesão aos pleópodes (pernas nadadoras) até à eclosão. Os ovos eclodem em algum estágio posterior à larva náuplio.

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

Fêmea de Emerita analoga com ovos.

Instituída por Martin Burkenroad em 1963[4], a classificação de Burkenroad substituiu as precedentes subordens Natantia e Reptantia com os grupos monofiléticos Dendrobranchiata e Pleocyemata. O grupo Pleocyemata agrupa todos os componentes de Reptantia, incluindo Stenopodidea e Caridea. A subordem inclui as seguintes infraordens e superfamílias:[5]

Superfamília Procaridoidea Chace & Manning, 1972
Superfamília Galatheacaridoidea Vereshchaka, 1997
Superfamília Pasiphaeoidea Dana, 1852
Superfamília Oplophoroidea Dana, 1852
Superfamília Atyoidea de Haan, 1849
Superfamília Bresilioidea Calman, 1896
Superfamília Nematocarcinoidea Smith, 1884
Superfamília Psalidopodoidea Wood-Mason & Alcock, 1892
Superfamília Stylodactyloidea Bate, 1888
Superfamília Campylonotoidea Sollaud, 1913
Superfamília Palaemonoidea Rafinesque, 1815
Superfamília Alpheoidea Rafinesque, 1815
Superfamília Processoidea Ortmann, 1890
Superfamília Pandaloidea Haworth, 1825
Superfamília Physetocaridoidea Chace, 1940
Superfamília Crangonoidea Haworth, 1825
Superfamília Glypheoidea Winkler, 1883
Superfamília Enoplometopoidea de Saint Laurent, 1988
Superfamília Nephropoidea Dana, 1852
Superfamília Astacoidea Latreille, 1802
Superfamília Parastacoidea Huxley, 1879
Superfamília Thalassinoidea Latreille, 1831
Superfamília Callianassoidea Dana, 1852
Superfamília Axioidea Huxley, 1879
Superfamília Eryonoidea de Haan, 1841
Superfamília Palinuroidea Latreille, 1802
Superfamília Lomisoidea Bouvier, 1895
Superfamília Galatheoidea Samouelle, 1819
Superfamília Hippoidea Latreille, 1825
Superfamília Paguroidea Latreille, 1802
Secção Dromiacea de Haan, 1833
Superfamília Homolodromioidea Alcock, 1900
Superfamília Dromioidea de Haan, 1833
Superfamília Homoloidea de Haan, 1839
Secção Eubrachyura de Saint Laurent, 1980
Subsecção Raninoida de Haan, 1839
Superfamília Raninoidea de Haan, 1839
Superfamília Cyclodorippoidea Ortmann, 1892
Subsecção Heterotremata Guinot, 1977
Superfamília Dorippoidea MacLeay, 1838
Superfamília Calappoidea Milne Edwards, 1837
Superfamília Leucosioidea Samouelle, 1819
Superfamília Majoidea Samouelle, 1819
Superfamília Hymenosomatoidea MacLeay, 1838
Superfamília Parthenopoidea MacLeay, 1838
Superfamília Retroplumoidea Gill, 1894
Superfamília Cancroidea Latreille, 1802
Superfamília Portunoidea Rafinesque, 1815
Superfamília Bythograeoidea Williams, 1980
Superfamília Xanthoidea MacLeay, 1838
Superfamília Bellioidea Dana, 1852
Superfamília Potamoidea Ortmann, 1896
Superfamília Pseudothelphusoidea Ortmann, 1893
Superfamília Gecarcinucoidea Rathbun, 1904
Superfamília Cryptochiroidea Paulson, 1875
Subsecção Thoracotremata Guinot, 1977
Superfamília Pinnotheroidea de Haan, 1833
Superfamília Ocypodoidea Rafinesque, 1815
Superfamília Grapsoidea MacLeay, 1838

Referências

  1. Burkenroad, M. D. (1963). «The evolution of the Eucarida (Crustacea, Eumalacostraca), in relation to the fossil record». Tulane Studies in Geology [S.l.: s.n.] 2 (1): 1–17. 
  2. Burkenroad, M. D. (1963). «The evolution of the Eucarida (Crustacea, Eumalacostraca), in relation to the fossil record» (1) [S.l.: s.n.]: 1–17. 
  3. Brusca, R.C. & G.J. Brusca, 2007. Invertebrados, p. 549. Segunda edição. Editora Guanabara-Koogan, Rio de Janeiro.
  4. Burkenroad, M. D.. (1963). "The evolution of the Eucarida (Crustacea, Eumalacostraca), in relation to the fossil record" 2 (1).
  5. J. W. Martin & G. E. Davis (2001). An Updated Classification of the Recent Crustacea (PDF) Natural History Museum of Los Angeles County [S.l.] pp. 132 pp.